xpom11
Por: Tiago Reis

XPOM11: entenda mais sobre esse FIP que investe em energia renovável

Investir em um FIP, dada suas especificidades, requer atenção e é recomendável uma análise fundamentalista. Dentre os fundos desse tipo, é possível destacar o XPOM11, o qual possui algumas vantagens.

O XPOM11 realiza investimentos no mercado de energia renovável. Dessa forma, é importante estar atento não só às características de gestão do fundo mas também ao mercado que ele irá atuar. Sobretudo por se tratar de um FIP.

O que é o XPOM11?

O XPOM11 é um Fundo de Investimento em Participações de Infraestrutura (FIP-IE). Esse fundo realiza investimentos no mercado de energia renovável. Os investimentos desse fundo são restritos a duas fontes de energia renovável, eólica e hídrica. A gestão do fundo é realizada pela XP.

Minicurso: Investindo em Fundos Imobiliários

Inscreva-se no nosso minicurso curso gratuito sobre FIIs e aprenda os principais conceitos para investir e viver da renda de Fundos Imobiliários!

Dessa forma, o XPO11 visa remunerar seus cotistas a partir dos rendimentos auferidos das empresas do setor de energias renováveis.

O que é um FIP e um FIP-IE?

Os Fundos de Investimento em Participações (FIP) são fundos que podem realizar aplicações tanto em companhia abertas como fechadas, bem como em sociedades limitadas em fase de desenvolvimento. Essa classe de fundo também é conhecido como fundo de Private Equity, dado o perfil de investimento que é realizado por eles.

O FIP é um investimento em renda variável constituído com forma de condomínio fechado. Em geral, as cotas são resgatadas em dois casos, ao fim de sua duração ou por decisão da assembleia de cotistas. Todavia, há fundos desse tipo que possuem maior liquidez e negociações mais frequentes das cotas.

Um ponto importante acerca desse tipo de fundo é sobre a atuação deles nas empresas adquiridas. Os gestores do fundo devem obrigatoriamente realizar uma intervenção ativa no processo decisório da empresa investida. Essa regulamentação visa que o gestor do FIP contribua para a geração de valor da empresa adquirida.

Dentre as classificações possíveis dentro de um FIP, existe o FIP-Infraestrutura (FIP-IE), que é o caso da XPOM11. O FIP-IE são aqueles fundos que possuem patrimônio investido em participações de empresas que realizem novos projetos de infraestrutura.

Esses projetos devem ser na área de energia, transporte, água, saneamento básico ou outras áreas de interesse do Poder Executivo Federal. O XPOM11 pertence a essa classificação exatamente porque sua área de atuação está entre as áreas supracitadas.

Além disso, é importante que destacar que dividendos e ganhos de capital dos FIPs são isentos de imposto de renda para pessoas físicas. Dessa forma, esse tipo de fundo fica mais atrativo a esse tipo de investidor.

E-book: Investir em Fundos de Investimento

Baixe gratuitamente nosso ebook aprenda como escolher e investir nos melhores Fundos de Investimento do mercado.

Informações e vantagens do XPOM11

O XPOM11 é um FIP com características específicas em relação aos demais. Uma delas é em relação à liquidez do fundo. Esse FIP possui cotas negociadas em bolsa e mantém um nível de liquidez elevado quando comparado a outros FIP’s. Dessa forma, a entrada e saída desse fundo é mais simples.

Outro ponto a ser destacado é com relação aos dividendos distribuídos. Esse fundo distribui dividendos semestralmente. Esse fator destoa de outros FIP’s, os quais costumam demorar um maior tempo para começar a gerar rendimentos para seus cotistas.

Além disso, o mercado de energia renovável tende a ganhar mais espaço no mercado de energia elétrica. Tanto pelo esgotamento das outras fontes de energia, quanto por uma maior preocupação da sociedade global com o meio ambiente e a geração de energia limpa.

Contudo, realizar investimento em um fundo como esse, por mais que apresente boas características a primeira vista, necessita uma boa análise. Tanto o histórico do gestor, quanto o mercado em que o fundo realiza os investimentos devem ser levados em contas no momento da tomada de decisão.

Principais informações acerca do XPOM11:

  • Nome do fundo: FIP em Infraestrutura XP Omega I
  • Tipo de fundo: Fundo de Investimento em Participações em Infraestrutura
  • Gestor: XP Vista Asset Management Ltda
  • Administrador e custodiante: Vortx DTVM Ltda
  • Consultor técnico: Omega Geração de Energia S/A (OMGE3)
  • Data de início do fundo: 23/07/2013
  • Taxa de administração (custódia, gestão e consultor técnico): 0,42% a.a.

Esse artigo ajudou você a conhecer melhor o XPOM11? Deixe suas dúvidas e comentários abaixo.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
investment (2)

eBook Gratuito

Tudo Sobre Fundos de investimento

Tudo o que você precisa saber para começar a investir por meio dos Fundos De Investimento no Brasil!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!