Acesso Rápido

    SG&A: entenda o que é Selling, General & Administrative Expense

    SG&A: entenda o que é Selling, General & Administrative Expense

    SG&A é o termo que representa uma conta importante para a gestão de negócios. Isso porque trata-se de um item cujo controle tem potencial de impactar diretamente o lucro líquido apurado por uma empresa.

    Assim sendo, as SG&A são um exemplo de gastos que a administração de uma companhia deve manter sobre avaliação constante para conseguir um desempenho satisfatório.

    O que é SG&A?

    SG&A é a sigla que representa o termo Selling, General & Administrative Expense. A expressão pode ser traduzida para o português como despesas administrativas, de vendas e gerais. O cálculo engloba gastos diretamente ligados a administração da empresa, como por exemplo:

    • Taxas;
    • Viagens;
    • Gastos com marketing
    • Gastos com RH e TI;
    • Salários, contabilidade e finanças.

    Dessa forma, ficam excluídos dessa conta os gastos ligados à fabricação de produtos ou à prestação de serviços. O objetivo do cálculo de despesas administrativas, de vendas e gerais é permitir a separação entre os recuros empregados no core business e em atividades acessórias.

    Um nível alto de gastos com Selling, General & Administrative Expense pode impactar negativamente o resultado da empresa. Disso decorre a importância de uma boa gestão de desempenho orçamentário junto ao core business.

    Quando o orçamento foge do controle, é necessário uma redução de despesas enquadradas como SG&A. Essa diminuição, quando implantada com uma gestão eficiente de desempenho orçamentário, aumenta de maneira rápida a qualidade dos resultados financeiros obtidos sem interferir nas atividades principais da empresa.

    Como calcular SG&A?

    Na fórmula do SG&A, as despesas de vendas serão somadas. Isso inclui qualquer despesa direta e indireta do negócio com mão-de-obra, salários, marketing, aluguel, impostos. Desse modo, ficam excluídos os custos com a produção e a matéria prima. Estes são calculados na fórmula do Custo de Produtos Vendidos (CPV).

    Quer saber mais sobre o que dizem os indicadores contábeis de uma empresa? Faça o minicurso de contabilidade para investidores da Suno.

    Em seguida, as despesas gerais com as operações e os impostos devem ser calculadas. E isso inclui qualquer despesa relacionada ao funcionamento geral e que não se encaixam em despesas administrativas e despesas de vendas. As despesas administrativas incluirão os gastos com impostos administrativos, salários dos executivos e gastos com suporte geral.

    Uma das formas de acompanhamento de despesas SG&A é através da Demonstratação de Resultado de Exercício (DRE). Isso porque o documento apura os custos diretos e indiretos de todos os processos desta conta como um todo.

    Como controlar SG&A?

    Existem três etapas que ajudam no controle das despesas SG&A:

    1. Identificar a necessidade de redução das despesas. Despesas que causam um impacto maior receberão reduções. Isso é possível através do agrupamento das contas;
    2. Fazer o agrupamento das contas. Nesta etapa, os administradores destacam os contas que precisam de redução. Por exemplo: contas com aumento repentino e contas com valor alto. Estes tipos de despesas precisam de uma analise profunda para se entender seu real impacto quando comparada com o gasto total.
    3. Elaborar ações para reduzir as despesas. Esta ação acontecerá depois de se avaliar o potencial das contas. Aqui, a empresa necessita usar benchmarks. É através do benchmark que os processos internos e externos são melhorados.

    Conseguiu entender mais sobre SG&A através da leitura desse artigo? Escreva suas dúvidas nos comentários a seguir.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • SIDNEY FERNANDES 18 de fevereiro de 2020

      Explicação clara e direta.

      Responder
    • NILO MEIRA FILHO 1 de julho de 2020

      Excelente resumo. Parabéns

      Responder
    • Tipos de fluxo de caixa 3 de setembro de 2020

      […] pode ser dividido em maior volume, preços mais altos, menor custo dos produtos vendidos, menor SG&A, instalações e equipamentos mais eficientes e gerenciamento de estoque mais […]

      Responder