RWA
Por: Tiago Reis

RWA: o que são os Risk-Weighted Assets (Ativos Ponderados por Risco)?

Instituições financeiras comumente realizam vários cálculos para avaliar os riscos relacionados a operações com ativos. Uma dessas análises é o RWA — ou Risk-Weighted Asset.

O RWA é uma ferramenta utilizado pelas instituições financeiras para auxiliar na gestão de seu capital. Seu cálculo é realizado através de uma metodologia específica.

O que é Risk-Weighted Asset (RWA)?

O RWA (em portugês, Ativos Ponderados pelo Risco) consiste em uma metodologia utilizada pelas instituições financeiras para calcular, de forma ponderada, a exposição de risco de seus ativos. O RWA determina o Índice de Adequação de Capital e o capital necessário a essa organização.

Logo, o RWA expressa o risco das operações realizadas nas instituições financeiras. Eles expressam a quantidade mínima de capital a ser mantida por bancos e outras instituições a fim de diminuir o risco de insolvência.

Os ativos ponderados de risco são ferramentas de gerenciamento de risco, expressadas pelo cálculo da exigência de capital fundamentado em uma avaliação de risco, realizada conforme cada tipo de ativo.

No Brasil, o Banco Central (BACEN), pela Resolução CMN 4.193, determinou que os capitais adicional e principal das instituições financeiras precisam ser compatíveis com os riscos das operações realizadas por elas, o que remete ao cálculo da exigência de capital.

Aprenda como analisar uma ação

RWA e o Acordo da Basileia

A realização do cálculo dos ativos ponderados pelo risco está atrelada a uma condição: que a instituição financeira seguir as recomendações do Acordo da Basileia ou Acordo de Basel.

Este acordo teve 3 versões. O primeiro Acordo da Basileia remonta ao ano de 1988, quando o Comitê de Basel de Supervisão Bancária criou o Basel I. Tal comitê tem por função recomendar regulamentos para as instituições bancárias.

Por sua vez, o Basel I foi revisto e veio o Basel II e, então, no fim do ano de 2010, o Basel III. O Basel III reúne proposições de reformas nas normas das instituições. Elas partem do Fórum de Estabilidade Financeira e do G20, e procuram especialmente prevenir e atenuar os efeitos da crise dos subprimes.

Por outro lado, o Basel III aconselha que os bancos mantenham capital equivalente a, no mínimo, 8% de seus RWAs, ou seja, 8% de Patrimônio de Referência (PR).

Entretanto, no Brasil, este capital deve equivaler a, ao menos, 11% do PR. Nosso país aderiu ao Acordo da Basileia em 1994, o que resultou na mudança de normas em instituições financeiras.

Índice da Basileia

rwa

Uma das formas de mensurar o risco de um investimento é através do índice da Basileia. Ele é obtido dividindo-se o valor do PR pelo valor dos ativos ponderados pelo risco, e o resultado pode ser de 10 a 0%.

Assim, o mercado calcula este índice, que é chamado também de índice de solvência, para definir quais são as possibilidades de uma instituição financeira, especialmente um banco, falir com o tempo.

Ou seja, este índice aponta ao investidor os riscos que corre ao realizar operações com certa instituição financeira.

A Suno pode ajudar você a avaliar o mercado financeiro e realizar as melhores negociações com ativos. Fale conosco. Inscreva-se, de forma totalmente gratuita, em nosso curso online “Valuation e precificação de ativos“.

WhatsApp da Suno!

Fórmula do RWA

Há uma fórmula para calcular o Risk-Weighted Asset. A fórmula do RWA é a seguinte:

  • RWA = RWACPAD + RWAOPAD + RWAMPAD

Onde:

  1. RWACPAD – exprime as possibilidades de risco de crédito;
  2. RWAOPAD – expressa o risco operacional;
  3. RWAMPAD – representa os riscos do mercado. Esses riscos são a soma dos índices RWACAM, RWAJUR, RWACOM e RWAACS.

Os índices de risco MPAD são:

  • CAM: relativo a ativos afetados pelo câmbio e à moeda estrangeira;
  • JUR: relativo à oscilação de algumas taxas de juros;
  • ACS: relativo à oscilação dos preços de ações;
  • COM: relativo à oscilação dos preços de commodities ou mercadorias.

Portanto, RWA ou Risk-Weighted Asset é um cálculo de mensuração de riscos relacionados a negociações de ativos. É realizado, em geral, por instituições financeiras.

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

181 artigos
Ações

FIIs

48 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Manual do Investidor

Tudo o que você precisa para dar os primeiros passos na Bolsa de Valores