Por: Suno Research

Resumo da Semana: Nubank chega a 20 milhões de clientes, Oi vende participação na Unitel, Coronavírus na China e Criação de emprego no Brasil.

O índice Ibovespa encerrou a última semana registrando 118.376 pontos, o que representou, na última sexta-feira (24), uma variação negativa de -0,96%. Na semana, o principal índice das ações negociadas na bolsa de valores brasileira teve uma desvalorização de cerca de 0,1%. Em 2020, o índice segue positivo, com alta relevante desde os primeiros dias do ano. Até o momento, o Ibovespa apresenta uma valorização de +2,36%.

Já o Ifix – o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários – que historicamente se mostrou uma excelente alternativa de entrada no mercado de renda variável, dada a sua baixa volatilidade histórica, encerrou na última sexta-feira aos 3.119 pontos, o que representou uma baixa de -0,04% no dia. No acumulado de 2020, o índice segue em -2,42%.

Nubank chega a 20 milhões de clientes.

O banco digital anunciou, nesta segunda-feira (20), que atingiu a icônica marca de 20 milhões de clientes. A expectativa do banco é de chegar a 30 milhões de clientes até o final deste ano.

  • O número apresentado considera tanto os usuários da conta digital, 17 milhões de pessoas, quanto os do cartão de crédito, 12 milhões. A soma dos dados ultrapassa 20 milhões pois alguns clientes utilizam ambos os serviços;
  • O Banco Inter, a Neon e o C6, alguns de seus principais rivais, informaram que contam com quatro, dois e um milhão de clientes, respectivamente;
  • Segundo a cofundadora do Nubank: “Atingir a marca de 20 milhões de usuários, contingente maior que a população de muitos países, mostra que estamos bem-sucedidos na intenção de reinventar um mercado tradicional”;
  • O Nubank, fundado em 2013, é o sexto maior banco do Brasil, atrás de Bradesco, Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco do Brasil e Santander;
  • Por fim, foi anunciado nesta quinta-feira (23), o início das operações de sua gestora de investimentos, a Nu Investimentos.

Oi vende participação na Unitel por US$ 1 bilhão, diz jornal

A Oi assinou a venda de sua participação de 25% na angolana Unitel por aproximadamente R$ 4,17 bilhões.

  • Serão depositados US$ 750 milhões na caixa da Oi. De acordo com o contrato firmado, a compradora Sonangol, empresa petrolífera, pagará o restante em até três meses;
  • A venda ocorre em um momento necessário, visto que a operadora enfrenta dificuldades com suas operações. Em novembro do ano passado, a empresa apresentou geração de caixa operacional líquida negativa de R$ 375 milhões;
  • De acordo com analistas, a Oi pode captar cerca de R$ 3,8 bilhões (desconsiderando a venda da participação na Unitel) até o final do trimestre. Também é esperado um empréstimo-ponte de cerca de R$ 2,5 bilhões, que poderá ser convertido em emissão de títulos posteriormente.
Minicurso: Aprenda a Investir em Dividendos

Inscreva-se no nosso minicurso online gratuito sobre investimento em dividendos mais acessado do Brasil e junte-se a mais de 10.000 Alunos!

China toma novas medidas sobre coronavírus.

O governo chinês vem tomando uma série de medidas para evitar o que seria uma possível epidemia global.

  • Pouco se sabe ainda sobre o vírus que já atingiu mais de 800 pessoas e deixou mais de 28 mortos (dados de 24/01 às 19:00). Seus sintomas são coriza, febre e dificuldades de respiração;
  • As comemorações do Ano Novo Lunar do país, que começaria nesta sexta (24) e duraria uma semana, foi cancelada. Além disso, grandes atrações turísticas, como a Muralha da China e a Disneylândia, foram fechadas;
  • O novo vírus vem atingindo diversas pessoas, principalmente da cidade de Wuhan, onde especialistas acreditam que o vírus surgiu;
  • A China ordenou que todas as agências de turismo suspendam as vendas de viagens domésticas e internacionais;
  • Além da China, oitos países já registraram casos do vírus: Taiwan, Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Vietnã, Singapura, EUA e Arábia Saudita

Brasil gerou 644 mil vagas com carteira assinada em 2019

Número foi acima das 546.445 criadas em 2018 e foi o melhor dado desde 2013.

  • Em 2013, foram gerados 1,1 milhão de postos de trabalho formais;
  • O resultado de 2019 superou as expectativas da pasta econômica, que eram de 635,5 mil novos postos de trabalho;
  • Dezembro, como sempre, confirmou a tendência de fechamento de postos de trabalho após as contratações temporárias de final de ano, para suprir a demanda excedente do mercado;
  • Os ramos de atividades com saldo mais positivo na criação de empregos foram Serviços (382.525 vagas criadas) e Comércio (145.475 vagas criadas);
  • Em contrapartida, os ramos de atividade que menos geraram vagas foram Extrativa mineral (5.005 vagas criadas) e Administração Pública (822 vagas criadas);
  • O salário médio de contratação em 2019 foi de R$ 1.626,06.
Telegram Suno
Suno Research

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs