Acesso Rápido

    Resumo da Semana: Imposto sobre dividendos, Azul fecha acordo com governo português, Tesla se torna a montadora mais valiosa do mundo e TikTok envia carta ao governo indiano.

    O índice Ibovespa encerrou a última semana registrando 96.764 pontos, o que representou, na última sexta-feira (03), uma variação positiva de 0,55%. Na semana, o principal índice de ações negociadas na bolsa de valores brasileira teve uma valorização de aproximadamente 3,10%. Em 2020, o índice segue negativo, com uma baixa expressiva de -16,32% até o momento.

    Já o Ifix – o índice de referência dos Fundos de Investimentos Imobiliários – encerrou a última sexta-feira (03) aos 2.813 pontos, o que representou uma alta de 0,0036% no dia. Na mesma semana e no acumulado de 2020, o índice performou: 0,82% e -12,02%, respectivamente.

    Vamos entrar com aumento de impostos sobre dividendos, diz Guedes.

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, declarou nesta sexta-feira (3) que o governo está “entrando com um aumento de imposto sobre dividendos”.

    • O ministro afirmou que a proposta inclui um Imposto sobre Valor Agregado, que iria substituir os atuais PIS-Cofins, um imposto sobre transações digitais ou pagamentos e taxação de dividendos;
    • Guedes voltou a defender uma ampla reforma tributária para reduzir os impostos cobrados sobre a folha de pagamento, porém não deu maiores detalhes para o envio do texto ao Congresso;
    • No mesmo sentido, o chefe do Ministério da Economia assegurou que a reforma administrativa continua em pauta e que a pasta irá voltar ao tema ainda neste mandato.

    Azul fecha acordo com governo português para venda de participação na TAP.

    A Azul anunciou, nesta sexta-feira (3), que chegou a um acordo com o governo português para permitir uma injeção de capital na TAP SGPS.

    • Com isso, a aérea venderá sua participação indireta de 6% na TAP, pelo valor de cerca de R$ 65 milhões. O negócio é parte de um processo de renacionalização da TAP pelo governo português;
    • O acordo também prevê a eliminação do direito de conversão dos bônus seniores detidos pela Azul de € 90 milhões com vencimento em 2026;
    • No comunicado ao mercado, o CEO da Azul, John Rodgerson, afirmou que “como muitas outras companhias aéreas em todo o mundo, a TAP foi severamente impactada pela crise da pandemia de covid-19. Com a ajuda fornecida pelo governo português, seremos capazes de garantir a continuação da TAP, e também manter a integridade de nosso investimento”.

    E-book: Investindo no Exterior

    Descubra como investir nas melhores empresas e ativos do mundo com o nosso ebook gratuito de Investimentos no Exterior!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Tesla se torna a montadora mais valiosa do mundo, ultrapassando a Toyota.

    A Tesla ultrapassou a Toyota nesta quarta-feira (1) e se tornou a montadora mais valiosa do mundo. Somente em 2020, as ações da companhia de Elon Musk já subiram mais de 160%, elevando o valor de mercado para US$ 207,2 bilhões.

    • Enquanto isso, a Toyota permaneceu com um valor de mercado de US$ 201,9 bilhões, após seus papéis desvalorizarem 12% desde o início do ano;
    • O movimento demonstra a empolgação dos investidores em financiar empresas que procuram inovar em um segmento sem grandes transformações há décadas;
    • Um detalhe interessante é a diferença operacional entre ambas as companhias. Enquanto a Toyota produziu 2,4 milhões de veículos no primeiro trimestre deste ano, a Tesla montou 103 mil automóveis;
    • A montadora japonesa apresentou um lucro líquido de US$ 590 milhões no período, já a Tesla lucrou US$ 16 milhões, quase 98 vezes menos.

    TikTok envia carta ao governo indiano para evitar banimento no país. 

    O TikTok, aplicativo que recentemente ganhou popularidade ao redor do mundo, enviou nesta sexta-feira (3) uma carta ao governo indiano onde nega qualquer relação entre o governo Chinês e a empresa.

    • A medida ocorreu após a Índia proibir o TikTok e dezenas de outros aplicativos móveis chineses em retaliação a um conflito com o país;
    • Em resposta à proibição, que foi dada por motivos de segurança cibernética, o novo CEO do TikTok afirmou que as autoridades chinesas nunca solicitaram os dados de seus usuários indianos e, mesmo que tivessem pedido, a empresa não compartilharia nenhuma informação de seus usuários;
    • Segundo o governo da Índia, aplicativos como o TikTok estavam envolvidos em atividades consideradas prejudiciais à soberania, integridade e defesa nacional. Além disso, a decisão foi tomada para garantir a segurança e a soberania do ciberespaço indiano;
    • O evento é muito importante visto que a Índia é vista, cada vez mais, como um dos mercados mais importantes para as empresas de tecnologia e internet.