Acesso Rápido

    Recessão econômica: saiba o que é e quais as saídas

    Recessão econômica: saiba o que é e quais as saídas

    Períodos de recessão econômica são sempre preocupantes, até mesmo para quem tem investimentos de longo prazo.

    Mas o medo de que as ações percam valor com uma eventual recessão econômica nem sempre tem sentido de existir.

    A recessão econômica é a redução do Produto Interno Bruto (PIB) de um país por dois trimestres consecutivos. Logo, a recessão está intrinsecamente ligada a uma crise econômica severa. Isoladamente, recessão significa retroceder ou retrocesso. Quando aplicado à economia, o termo representa um declínio econômico significativo.

    Recessão econômica e seus impactos

    recessão econômica

    Os impactos da recessão econômica podem ser severos.

    Os principais deles – e os mais sentidos pela população – são:

    • Aumento do desemprego,
    • Queda no poder de compra,
    • Redução da produtividade,
    • Diminuição nos investimentos.

    A redução no poder de compra, ou na renda familiar, é um dos primeiros sintomas a serem sentidos.

    Com uma crise econômica, muitos benefícios a funcionários são reduzidos dentro das empresas. Salários caem e a demanda por novos profissionais também.

    Quando o poder de compra da população cai, o volume de compras e contratação de serviços cai, gerando desemprego. Este, por sua vez, retroalimenta a queda nas vendas.

    Com menos dinheiro disponível, o número de investimentos também cai.

    O medo de perder suas finanças faz com que investidores deixem de colocar dinheiro em novos negócios, principalmente se eles possuem algum risco atrelado.

    Além de manter os tradicionais players do sistema financeiro de sobreaviso.

    Funciona basicamente como em um círculo vicioso.

    Por isso é tão difícil sair de uma recessão econômica.

    Causas de uma recessão econômica

    recessão econômica

    Uma série de motivos pode levar a uma recessão econômica. Isto é possível constatar acompanhando a história da economia nos últimos séculos.

    Entre eles estão a formação de bolhas econômicas, crises externas e especulação financeira.

    Esta última pode, inclusive, ser motivada por fatores políticos.

    Isso sem falar nos gastos públicos, que podem chegar a níveis elevadíssimos, caso não sejam controlados.

    Desta forma, eles têm a capacidade até de comprometer a economia do país.

    Logo, antes de pensar em aumentar impostos, é preciso cortar gastos na máquina pública.

    Porém, a forma como o governo decide conduzir a sua economia também tem grande participação nisso.

    As estratégias para crescimento não sustentáveis praticadas hoje podem fazer um país mergulhar em uma recessão em um futuro não muito distante.

    O fato é que uma mesma recessão pode ser causada por vários destes fatores, simultaneamente.

    E, saber o que gera este problema é o primeiro passo na busca por uma solução.

    Como sair de uma recessão econômica

    Como é de se imaginar, superar uma crise econômica não é uma missão fácil.

    Geralmente, é necessária a criação de uma série de pacotes econômicos, com redução de juros e de austeridade por parte do governo.

    E, por falar em governo, há um ponto ao qual é fundamental atentar: quem será designado para esta missão.

    A formação de uma equipe econômica experiente e preparada para analisar o cenário e traçar estratégias para revertê-lo faz parte deste processo.

    Em seguida, é preciso que haja um esforço conjunto entre Executivo para aprovar as medidas necessárias para remediar a situação.

    Afinal, uma recessão econômica afeta a todos os cidadãos, investidores e residentes do país em questão.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *