Por: Tiago Reis

Radar do Mercado: Vale (VALE3) comunica fato relevante acerca das operações na mina de Timbopeba

A Vale, maior companhia de mineração do país, veio ao mercado comunicar a seus acionistas que o Ministério Público do Estado de Minas Gerais (MPEMG) determinou que a companhia se abstenha de praticar qualquer ato tendente a construir, operar, altear ou utilizar a barragem Doutor, bem como de operar as demais estruturas da Mina de Timbopeba, em Ouro Preto, sob pena de multa diária de R$ 500.000,00.

 

A Vale S.A. é a maior mineradora do país, atuando nos segmentos de produção e serviços logísticos relacionados a diversos produtos no setor de mineração. Entre os minérios que a empresa extrai, se encontram o ferro, manganês, níquel, cobre, cobalto e os metais do grupo platina (PGMs). A empresa ainda trabalha com a extração de carvão e opera os serviços logísticos necessários à distribuição dos produtos no mercado interno e, principalmente externo.

Entre os maiores clientes da companhia está a China, país em que a empresa formou parcerias para abastecer 16 portos distribuídos ao longo da costa. A estratégia é voltada para a venda de lotes menores visando facilitar a logística e ampliar as exportações. A imagem a seguir mostra a distribuição dos portos parceiros da empresa na China ao final de 2018.

Recentemente a companhia vem passando por grandes dificuldades relacionadas ao rompimento da barragem de Brumadinho. Numa tentativa de remediar o ocorrido, a Vale anunciou a criação de três comitês independentes com finalidades bem definidas.

O Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário de Apoio e Reparação tem por objetivo acompanhar as medidas tomadas para apoiar as vítimas e a recuperação das áreas afetadas pela ruptura da barragem, assegurando que todos os recursos necessários sejam aplicados.

O Comitê Independente de Assessoramento Extraordinário de Apuração é responsável pela investigação dos motivos que levaram a ruptura da barragem, buscando por evidências que possam prevenir futuros acidentes.

Por fim, o terceiro comitê criado (CIAE de Segurança de Barragens) é dedicado a dar suporte em questões relacionadas ao diagnóstico de condições de segurança, gestão e mitigação de riscos relacionados às barragens de rejeitos da Vale, também fornecendo recomendações de ações para fortalecer as condições de segurança dessas barragens.

No último dia 13 de março a empresa comunicou mudança na composição do CIAESB, com o objetivo de aumentar a expertise técnica internacional em barragens. O novo integrante, Pedro Repetto, é engenheiro civil-geotécnico licenciado com mais de 50 anos de experiência em mais de 500 projetos em 28 países, incluindo o Brasil.

Devido ao acidente, a companhia vem sofrendo uma série de imposições legais que dificultam sua operação. No dia 11 de março de 2019 foi comunicado ao mercado que a Vale recebeu uma notificação da Prefeitura Municipal de Mangaratiba suspendendo temporariamente as atividades no Terminal de Ilha Guaíba (TIG).

As projeções futuras da companhia permanecem nebulosas e repletas de incertezas. A suspensão das atividades na mina de Timbopeba representa um impacto de 12.8 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. Novas imposições legais podem dificultar ainda mais o futuro da companhia e, em meio a tantas incertezas, preferimos buscar melhores oportunidades oferecidas pelo mercado.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

205 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

CHEGOU A

ACESSE E DESCUBRA AS OFERTAS IMPERDÍVEIS QUE PREPARAMOS PARA VOCÊ!

não perca tempo! As ofertas terminam em:

DIAS
 HOR
 MIN
 SEG

CLIQUE NO BOTÃO ABAIXO PARA DESCOBRIR: