Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Petrobras (PETR4) comunica sobre decisão favorável do CARF e eleição de novo diretor

Na data de ontem (28), a Petróleo Brasileiro S.A. (Petrobras) comunicou, ao mercado e aos seus acionistas, que obteve posição favorável definitiva, sem possibilidade de recurso, do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (CARF).

A decisão resultou no cancelamento de débito da ordem de R$ 5,9 bilhões em favor da petroleira referente à homologação de créditos de PIS e Cofins.

Dessa forma, a decisão resultará na exclusão do valor dessa contingência de suas demonstrações financeiras.

 

Por último, a companhia informou que as informações referentes a esse processo estão apresentadas nas demonstrações financeiras de 2018, através da nota explicativa 31.3: “Processos judiciais não provisionados – processos de natureza fiscal, item sobre pedidos de compensação de tributos federais não homologados pela Receita Federal”.

Em outro comunicado, com a mesma data, a Petrobras informou que, em reunião de seu Conselho de Administração, elegeu o Sr. Marcelo Barbosa de Castro Zenkner para o cargo de Diretor Executivo de Governança e Conformidade.

Curso Imposto de Renda na Bolsa

Marcelo Zenkner é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), com especialização em Direito Processual Civil pela Universidade Católica de Petrópolis (UCP), Mestre em Direitos e Garantias Constitucionais Fundamentais pela Faculdade de Direito de Vitória (FDV) e Doutor em Direito Público pela Universidade Nova de Lisboa.

Além disso, atuou como Promotor de Justiça, membro do Ministério Público do Estado do Espirito Santo no período de 1997 a janeiro de 2019, onde ocupou várias funções de combate à corrupção e ao crime organizado.

Até abril de 2016, ocupou o cargo de Secretário de Estado de Controle e Transparência do estado do Espirito Santo, o primeiro estado do Brasil a criar uma estrutura administrativa e a aplicar sanções administrativas com base na Lei Anticorrupção Empresarial.

Desde fevereiro de 2019, ocupa o cargo de Consultor da Presidência e membro do Comitê de Medidas Disciplinares da Petrobras, órgão integrante do Sistema de Integridade da companhia ligado diretamente ao Conselho de Administração.

Marcelo também é professor associado da Faculdade de Direito de Vitória (FDV), além de executar atividades acadêmicas em outras instituições estrangeiras e locais, incluindo a Universidade Nova de Lisboa e a Fundação Getúlio Vargas.

Por fim, mantemos o nosso racional a respeito da Petrobras. Pelo fato de ser uma estatal, pode haver falta de alinhamento entre os interesses do controlador e do acionista minoritário. Desse modo, ficamos de fora do ativo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

1 comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Marcos Antonio de Oliveira 29 de agosto de 2019

    Show de bola, noticia boa para os acionistas da Petrobras. Valeu Tiago Reis.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

56 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!