Por: Tiago Reis

Radar do mercado: Eneva (ENEV3) esclarece notícia veiculada na imprensa

Na data de ontem (24), a Eneva S.A. apresentou ao mercado e aos seus acionistas os esclarecimentos a respeito de notícia veiculada na imprensa, conforme solicitação por ofício encaminhado pela B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão.

No ofício, foi solicitado o esclarecimento da notícia veiculada em 23/09/2019, na mídia eletrônica Brazil Journal, sob o título “EXCLUSIVO: Eneva descobre petróleo; volumes ainda incertos”.

Na notícia, consta a informação de que a Eneva descobriu indícios de petróleo em sua área de concessão na Bacia do Parnaíba, e, de acordo com duas pessoas a par do assunto, a empresa está conduzindo testes para aferir os volumes envolvidos e a viabilidade comercial.

E-book: Comece a Investir na Bolsa

Comece a investir! Saiba tudo que você precisa saber para dar os seus primeiros passos na Bolsa com o nosso Manual Gratuito do Investidor Iniciante!

Dessa forma, a B3 solicitou esclarecimento a respeito da veracidade da notícia, de modo que, em caso afirmativo, a Eneva deveria explicar os motivos pelos quais entendeu não se tratar de fato relevante, bem como comentar outras informações importantes sobre o tema.

Por sua vez, a Eneva esclareceu que é uma companhia brasileira integrada de energia com negócios complementares em geração, exploração e produção de hidrocarbonetos.

Informou ainda que, na atividade de exploração de hidrocarbonetos, há uma sequência de etapas a seguir, que se inicia na aquisição, processamento e interpretação de dados sísmicos.

Passando pela identificação de prospectos, perfuração e avaliação de poços, verificação de comercialidade de campos e certificação das reservas.

Assim, a empresa tem a obrigação de informar à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), quando da confirmação de algumas etapas e, por boa prática, somente se manifesta quando confirmada a comercialidade de suas reservas, para evitar induzir agentes externos a conclusões equivocadas.

Adicionalmente, a Eneva comunicou que, dentro de sua campanha de exploração do ano, concluiu a perfuração do poço 4-ENV-6MA, localizado no Plano de Avaliação de Descoberta (PAD) Fazenda Tianguar, na Bacia do Parnaíba, tendo identificado indícios de óleo e gás.

Além disso, para determinação da volumetria e eventual economicidade da acumulação, a empresa antecipa que serão necessárias campanhas para aquisição de dados sísmicos e  perfuração de poços, atividades estas planejadas para ter início no quarto trimestre de 2019, se estendendo até o quarto trimestre de 2020.

Por último, a empresa reafirmou o seu compromisso com as melhores práticas de governança e transparência das informações divulgadas ao mercado, e confirmou que procederá com as divulgações de informações na forma estabelecida em lei e nas normas expedidas pela CVM.

Acreditamos que essa notícia é importante para a Eneva, caso seja de fato verificada a existência de petróleo em quantidade adequada para a operação.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

2 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • juscelino Miguel 25 de setembro de 2019

    Claro se tudo isso venha ser confirmado teremos mais uma reserva e creio que vai alavancar mais a empresa neste segmento!

    Responder
  • Roberto Pivetta 26 de setembro de 2019

    Sou mais da Engie (crescimento). Desta forma, mesmo que a Eneva tenha feitos descobertas com perfurações sendo promissor lá por 2021, eu não consigo gostar de Eneva. Porém, ficarei de olho na Eneva. Boa notícia.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

%d blogueiros gostam disto: