Por: Tiago Reis

Radar do Mercado: Eneva (ENEV3) realiza nova oferta de fusão

A companhia, que já havia realizado uma oferta hostil pela aquisição do controle da AES Tietê, propôs na quinta-feira (23/07) uma nova fusão aos acionistas da Tietê, com condições mais atrativas.

A Eneva oferece 0,06539522 novas ações de sua emissão para cada ação ON ou PN da Tietê. Para as UNITs, a relação de troca é de 0,32697609. A oferta também engloba uma parcela em dinheiro de R$ 0,36 por ação ON ou PN, e R$ 1,82 para cada UNIT.

Segundo o Fato Relevante, a relação de troca contempla um prêmio de 10% sobre o valor de mercado das duas companhias.

Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

A fusão criaria uma gigante do setor elétrico, com ativos diversificados entre gás e energia renovável. A diversificação é complementar no sentido de que existe uma correlação negativa entre a geração hidrelétrica e a termelétrica – que, segundo as estimas da Eneva é de 0,74x. Isso ocorre por conta da sazonalidade de suas matrizes energéticas.

Por outro lado, o endividamento da combinação de negócios seria considerado alto, chegando a aproximadamente cinco vezes o Ebitda.

O controlador da AES Tietê, a AES Corporation, posicionou-se contra a fusão desde o princípio, alegando que o portfólio da Tietê é renovável e que não faria sentido mesclá-lo com fontes geradoras fósseis.

A Eneva também afirma que a fusão traria sinergias, como otimização de custos e redução de SG&A, além de “reduzir drasticamente a taxa de imposto efetiva da AES Tietê”.

As propostas desencadearam diversas controvérsias. Pelo fato de a Tietê estar listada no Nível 2 de Governança Corporativa, os acionistas preferencialistas têm direito a votar em deliberações relativas a fusões e incorporações.

A AES Corporation contestou o fato. A B3 se posicionou em favor da tese da Eneva e reafirmou o direito de detentores de ações PN de votar nesse tipo de proposta.

Para saber mais sobre os resultados de outras empresas, clique aqui e confira a agenda completa de resultados do segundo trimestre de 2020 (2T20).

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

3 comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Diva 24 de julho de 2020

    E será que durante esta disputa como o mercado vai reagir? Comprar ou vender?

    Responder
  • Marcos Antonio de Oliveira 24 de julho de 2020

    Muito bom, aguardaremos o resultado, brigar com americano não é fácil, muito poder de fogo.

    Responder
  • Fernando 24 de julho de 2020

    A Eneva insisti na fusão com a Tietê! Meu maior receio é o fato da Eneva possuir geração de energia fóssil.

    Responder
Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

55 artigos
FIIs
navigation

Conteúdo Gratuito

Radar do
Mercado

Os principais fatos relevantes do mercado, comentados no seu e-mail diariamente

Frame

NÃO VÁ EMBORA AINDA...

Inscreva-se e receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!