O Atacadão, empresa controladora das atividades do Carrefour no Brasil, comunicou ontem (06) aos seus acionistas e ao mercado em geral a contratação do Sr João Senise como novo Vice-presidente de Gestão de Pessoas a partir de janeiro de 2019, no lugar de Sylvia Leão, que deixou a companhia recentemente.

A companhia acrescentou que João também fará parte do Comitê Executivo do Grupo Carrefour Brasil.

“Seja bem-vindo João ao nosso time e desejamos sucesso em sua carreira e seus desafios conosco”, ressaltou o Carrefour em seu comunicado.

 

Em relação ao executivo anunciado no dia de ontem, é interessante mencionar que, com mais de 25 anos de experiência profissional como executivo de Recursos Humanos (RH), João passou por grandes empresas como Unilever, PepsiCo, Diageo e recentemente pelo Pátria Investments. Possui graduação em Engenharia pela Escola de Engenharia Mauá e especialização pela FGV/CEAG.

Vale destacar, também, que nos últimos dias o Carrefour tem atravessado uma situação bastante delicada por conta da morte de um cachorro provocada por um segurança de uma loja da companhia de Osasco, na Grande São Paulo.

Além disso, no que tange o seu operacional, vale destacar que, apesar dos bons resultados, o Carrefour é uma empresa do varejo, setor este que, historicamente, opera com margens muito baixas por conta de uma concorrência bastante agressiva e acirrada.

Não bastasse, o fator inovação tecnológica do varejo também contribui para a nossa incerteza em relação ao futuro, nao só do Carrefour, mas do segmento como um todo.

Adicionalmente, com a gigante mundial do varejo, a Amazon, ampliando suas operações no Brasil de maneira bastante recorrente, acreditamos que existe aí um desafio concorrencial bastante agressivo a ser superado pelas empresas desse setor.

Marges baixas, poucas vantagens competitivas e muita competição, três elementos que são bastante pujantes para as varejistas, em nossa opinião.

Dessa forma, preferimos seguir de fora da companhia, muito por conta do seu desafiador setor de atuação, que costumeiramente opera com margens baixas e demanda uma eficiência bastante alta de sua gestão.

Ademais, para uma maior compreensão do case e de suas nuances, sugerimos a leitura aprofundada de nosso relatório especial sobre a companhia, feito pouco antes de sua abertura de capital, e que disponibilizamos de maneira gratuita para nossos seguidores.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.