Acesso Rápido

    Radar do mercado: Azul (AZUL4) comunica entrada na ponte aérea Rio-São Paulo

    Radar do mercado: Azul (AZUL4) comunica entrada na ponte aérea Rio-São Paulo

    Na data de ontem (12), a companhia aérea Azul S.A. comunicou, ao mercado e aos seus acionistas, que irá operar a ponte aérea a partir de 29 de agosto de 2019.

    De acordo com a companhia, os bilhetes estão disponíveis em todos os canais de venda da empresa, na presente data do anúncio.  As passagens custarão a partir de R$ 99 por trecho.

    Ao todo serão 34 operações diárias entre os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com voos decolando a cada 50 minutos aproximadamente, ampliando a concorrência no maior mercado doméstico do país e quarto maior do mundo.

     

    O CEO da Azul, John Rodgerson, declarou “estamos muito animados com a oportunidade de oferecer a Experiência Azul, com produtos únicos, como TV ao vivo, bebidas e snacks à vontade, em um mercado que ainda não operávamos.”

    No dia 31 de agosto, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) fez a distribuição provisória de 41 horários de pousos e decolagens (slots) que eram usados pela Avianca Brasil no aeroporto de Congonhas.

    Do total, a Azul ficou com 15 slots, para uso na pista principal, aumentando o seu número de slots para 41. De acordo com o CEO da companhia, as concorrentes Gol e Latam ainda têm quase 90% dos slots em Congonhas, mas acredita que o aumento da oferta vai beneficiar os clientes e, com o tempo, poderão crescer em Congonhas.

    Além disso, a companhia aérea se beneficiará da reforma da pista central do aeroporto Santos Dumont, a ser realizada entre 24 de agosto a 21 de setembro.

    A Azul será a única companhia capaz de oferecer voos de Congonhas ao aeroporto no período, graças ao uso de jatos Embraer, da família E-Jet, modelo E195, que podem ser usados na pista auxiliar do Santos Dumont.

    A empresa informou que terá de cinco a seis aviões desse modelo dedicados a essa operação de ponte aérea no período, e, após a conclusão da reforma, a Azul fará voos de São Paulo ao Rio, usando cerca de seis aviões Airbus A320neo.

    Por outro lado, a Gol e a Latam desviarão todos os voos para o aeroporto do Galeão porque seus aviões não conseguem pousar e decolar na pista auxiliar do Santos Dumont.

    A Azul é uma das maiores companhias aéreas do Brasil em número de voos e cidades atendidas, com cerca de 870 voos diários e 114 destinos.

    Possui, atualmente, uma frota operacional de 130 aeronaves e mais de 11.000 funcionários.

    Adicionalmente, cabe ressaltar que foi escolhida como a melhor companhia aérea da América Latina pelo TripAdvisor Traveler’s Choice.

    Seu capital social é distribuído tal como mostrado abaixo.

    Por fim, acreditamos que a Azul conseguirá ampliar o seu atendimento em função da nova rota ofertada, de modo que esta notícia se mostra bastante importante.

    No entanto, continuamos com o nosso racional a respeito das companhias aéreas, cujo setor é marcado pela competição acirrada, resultando em guerra de preços, que pressionam as margens.

    Tags
    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *