Acesso Rápido

    Programa de fidelidade: o que é e como funciona essa estratégia

    Programa de fidelidade: o que é e como funciona essa estratégia

    Participar de um programa de fidelidade é um dos benefícios que quem usa cartão de crédito pode usufruir bastante. Essa é uma forma de melhorar o desempenho das finanças pessoais.

    Há uma série de opções de programa de fidelidade no mercado para quem desejar ingressar em um deles.

    O que é programa de fidelidade?

    Programa de fidelidade é aquele que oferece vantagens para clientes que realizam compras recorrentes em seus estabelecimentos ou com seus cartões de crédito. É uma forma eficiente de fidelizar os consumidores, fazendo seu relacionamento com a marca ser mais duradouro.

    Para que esta estratégia, conhecida também como loyalty, seja mais interessante para o cliente, esses programas costumam contar com diversos parceiros de diferentes ramos. Desta forma, as opções de descontos ou prêmios são mais atrativas a novos usuários.

    Como funciona um programa de fidelidade

    Os programas de fidelidade funcionam por meio de inscrições. Em geral, a adesão não é automática. É preciso se cadastrar, por meio de um contrato de adesão e, em muitos casos, pagar uma taxa de anuidade para participar desta modalidade de programa de relacionamento.

    Após a adesão, a cada compra feita no estabelecimento ou com o cartão de crédito que integra o programa, os valores gastos são convertidos em pontos. Entretanto, a conversão varia de acordo com o programa, mas, em geral, a cada dólar gasto (ou o equivalente em reais) é computado um ponto.

    Esses pontos, por sua vez, poderão ser trocados por itens disponibilizados no programa de fidelidade. Ou ainda por descontos em outras compras. Nem sempre, porém, os clientes sabem como resgatar pontos adquiridos.

    Companhias aéreas são empresas nas quais a existência de um programa de fidelidade é bastante comum. Este é o caso dos programas:

    • Smiles, criado pela Gol Linhas Aéreas;
    • Multiplus, desenvolvido pela Latam;
    • Tudo Azul, da Azul Linhas Aéreas.

    Assim, os pontos angariados se tornam parte do programa de milhas, que, por sua vez, podem tornar uma passagem bem mais barata ou até mesmo gratuita. Eles ainda podem ser usados em reservas de hotéis, alugueis de carros e até mesmo para reduzir ou abater a anuidade de cartão de crédito.

    É preciso lembrar dos prazos

    Só é preciso lembrar de resgatá-los dentro do prazo. Isso porque tanto os pontos quanto as milhas expiram e perdem a validade. No Brasil, inclusive, é bastante comum que as pessoas esqueçam seus pontos e percam o principal benefício destes programas de fidelidade.

    Porém, é preciso ressaltar que esta adesão não é interessante para todos os perfis de consumidores. Quem não gosta de utilizar cartão de crédito ou não viaja com certa frequência, pode não conseguir fazer bom uso do programa. Logo, não faz sentido pagar anuidade por ele.

    Para compreender se a adesão a este tipo de serviço vale a pena, uma boa opção é analisa-lo na planilha de gastos pessoais desenvolvida pela Suno.

    Outros tipos de programa de fidelidade

    Não são apenas empresas de cartão de crédito e companhias aéreas que oferecem algum tipo de programa de fidelização de clientes. As lojas de roupas ou departamentos também possuem bastante experiência neste quesito, por exemplo.

    O ingresso funciona de forma similar: é preciso fazer um cadastro e, muitas vezes, o cartão da loja em questão. Com isso, o cliente recebe um cartão fidelidade. Com ele é possível obter descontos em suas compras e participar de sorteios.

    Este não costuma ter anuidade, se for utilizado apenas em compras neste estabelecimento. Porém, as versões com bandeiras de crédito, que podem ser utilizados em outras lojas, costumam acarretar a cobrança dessa taxa. Neste caso, não costuma haver a contagem de pontos. Há apenas a oferta de descontos ou facilidades de pagamento.

    Foi possível conhecer mais sobre programa de fidelidade? Caso tenham restado dúvidas, escreva-as nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *