A maioria das pessoas estão cientes de que os preços de mercado se movem em razão da compra e venda de ativos.

Contudo, poucas delas entendem realmente como a compra e a venda movimentam os preços de mercado.

Para uma melhor compreensão, pode-se dizer que os preços de mercado se referem a algum determinado valor de um bem, serviço e/ou ativo financeiro, os quais são ofertados ou comprados. Também se refere a um conceito econômico usado principalmente na microeconomia.

Pode parecer um pouco confuso à primeira vista, entretanto, vamos entender como os preços de mercado se movimentam.

Os preços de mercado em um spread bidirecional

Todo mercado, seja o mercado de ações, forex, futuros ou opções, possui dois preços, um preço de compra e um preço de venda.

Por isso, os preços de mercado na economia são bastante variáveis, e entre eles se destacam o preço a lance e o preço de oferta:

  • O preço de lance é o maior preço divulgado pelo qual um comprador está postando um pedido para compra.
  • O preço de oferta é o menor preço anunciado pelo qual um vendedor está postando um pedido para venda.

Com isso, os preços de compra e venda sempre existem, porque se a oferta e a compra forem as mesmas, ocorre uma negociação.

Por outro lado, quando há um acordo, essas ordens desaparecem do mercado, restando ainda as outras propostas e ofertas que ainda não foram correspondidas.

Há ofertas a preços múltiplos e pessoas fazendo lances de diferentes quantidades em cada um desse preços.

Entretanto, para cada oferta, há outra oferta a um preço ligeiramente diferente.

Isso ocorre porque pessoas diferentes só querem comprar ou vender a determinados preços.

Portanto, todas essas ofertas de vários tamanhos e preços fazem parte do contexto dos preços de mercado e preço natural.

Vale destacar que, a qualquer momento, alguém pode optar por comprar ao preço de venda ou vender ao preço de compra.

Embora também possa optar por lançar uma oferta a qualquer preço que deseje, não há garantia de transação com esse pedido.

Preços de mercadoPreços de mercado: comprando e vendendo ações

Suponha que alguém esteja vendendo 100 ações a R$ 10,39. Se alguém comprar a R$ 10,39, uma transação ocorrerá e essas ações não estarão mais disponíveis.

A próxima oferta pode ser vender 1000 ações a 10,45. Se alguém comprar essas ações, ou o vendedor cancelar o seu pedido, essa oferta não existirá mais.

O mesmo acontece na oferta. Se alguém vende 100 ações para uma pessoa disposta a comprar à um determinado preço, tem-se um acordo.

As transações podem ocorrer em um ritmo bem acelerado. As pessoas estão fazendo ofertas a preços diferentes, em quantidades diferentes.

Mas podem cancelar ou alterar esses pedidos a qualquer momento, fazendo com que o lance seja solicitado e alterado.

Do mesmo modo, quando ocorrem transações na oferta, isso é chamado de volume de compra e, quando ocorrem transações no lance, isso é chamado de volume de venda.

Por outro lado, o preço pode se mover rapidamente ou lentamente, dependendo da intensidade dos compradores e vendedores.

Por fim, percebe-se que, se os preços de mercado parecem estar abaixo do seu valor natural, provavelmente há alguma razão para isso. Com isso, entende-se que a análise dos valores e o equilíbrio da mente se faz presente em toda essa volatilidade indefinida, que são os “preços”.

Compartilhe a sua opinião

Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.