position trade
Por: Tiago Reis

Position trade: o que é e como funciona esse tipo de operação

As modalidades de atuação no mercado financeiro dependerão da disposição do investidor e o tempo disponível para se concentrar nos investimentos, dentre elas estão: day trade, swing trade, position trade e buy and hold.

Um princípio importante no position trade, como qualquer outra modalidade, o controle de risco deve ser alinhado a posição. Ou seja, o investidor deve estar preparado para perder seu capital, mas poderá minimizar as perdas com gestão de risco.

O que é position trade?

O position trade é uma das modalidades de operações no mercado financeiro. É uma operação focada no ganho a longo prazo e que costuma durar semanas ou meses.

Os investidores costumam confundir position com buy and hold (comprar e manter), pois ambas são operações de longo prazo. Mas a buy and hold pode durar anos ou décadas. A diferença entre as duas modalidades é que no position trade o objetivo é estabelecer lucros a longo prazo, ou seja, se lucro determinado é atingido, a operação é fechada.

A decisão de permanecer posicionado dependerá de uma tendência ampla em um ativo para embalar as operações position trade. Esse posicionamento será maior que o das operações de day trade e swing trade. Com uma operação mais longa, o trader não precisa acompanhar frequentemente sua ordem.

Como funciona o position trade?

As posições são criada através da avaliação do ativo, sendo que esta pode ser gráfica ou uma análise fundamentalista. Também poderá decorrer da combinação das duas análises, embora essa junção de técnicas seja desaconselhada. O objetivo é que o investidor consiga ler o mercado e a sua tendência, operando a favor desta última.

Dentro do mercado financeiro, é importante procurar as melhores oportunidades para vender ou comprar, pois o preço de abertura e fechamento da ordem interfere na lucratividade da operação. Por isso, uma oportunidade boa para abrir uma ordem requer paciência. Como também é preciso cautela para fechar a ordem.

As operações de longo prazo se encaixam para um perfil de investidor que não se preocupa com a volatilidade diária e que desconsidera as interferências do mercado no curto prazo. Por isso, as modalidades de operação devem ser relacionadas com as qualidades do investidor para que resultem num bom bom desempenho.

Quer saber definir o valor de uma empresa? Faça o curso de valuation e precificação de ativos.

Invista como Warren Buffett

Como escolher uma modalidade de investimento?

As modalidades de operação mais comuns no mercado financeiro, em termos de duração, são:

  • Day trade: operações que são fechadas em até 1 dia
  • Swing trade: operações curtas, que levam dias ou semanas
  • Position trade: operações de longo prazo, visando o lucro

Para escolher uma das modalidades é importante saber dos custos operacionais e dos riscos que o mercado oferece a cada uma delas. Também, alinhar aos aspectos pessoais do investidor para o melhor desempenho das operações. A escolha sempre será de caráter pessoal, ou seja, a pessoa deverá saber o que se encaixa melhor ao seu perfil.

Operações de longo prazo

Segurar uma posição a longo prazo consistirá na abertura de poucas ordens. Assim, as taxas serão diferentes das outras modalidades. Se compararmos com swing trade que possui um operacional mais rápido e busca lucrar diariamente, a abertura dessas muitas ordens ao dia envolverão gastos com corretagem e emolumentos diferentes de uma posição de longo prazo.  Lembrando que o risco mercadológico e financeiro existe em todas as modalidades.

As operações de longo prazo geralmente envolvem estudos sobre o ativo e poderão ser adaptadas para minimizar os riscos. Também requerem disciplina nas operações, pois o investidor tem que seguir sua estratégia do começo ao fim e permanecer no ativo mesmo com as reviravoltas no curto prazo. Permanecer no ativo com oscilações negativas é um desafio. Por isso, impor limites de prejuízo é uma das soluções para minimizar perdas.

10 livros que todo investidor deveria ler

Por fim, investir requer tempo. Se o investidor tem grande disponibilidade ao longo do dia, poderá optar por uma estratégia operacional de curto prazo. Já a preferência pelo position trade será para quem dispõem de algumas horas semanais para acompanhar o mercado.

Foi possível aprender mais sobre o quê é position trade? Escreva suas dúvidas e observações nos comentários abaixo.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Como analisar uma ação

Conheça o Passo A Passo para você analisar quais as melhores ações para investir!