Acesso Rápido

    Orçamento contínuo: como funciona essa ferramenta de gestão?

    Orçamento contínuo: como funciona essa ferramenta de gestão?

    O orçamento continuo é um dos tipos de controle de receitas e despesas empregados pela gestão orçamentária. Essa prática busca obtenção de resultados contábeis como o lucro líquido.

    Assim, o orçamento contínuo possuirá um planejamento direcionado para um período determinado de tempo, de acordo com a empresa e suas estratégias de gestão.

    O que é orçamento contínuo?

    Um orçamento contínuo é um orçamento que está em constante atualização. Nele, os gestores analisam o que foi executado para avaliar os erros e acertos do projeto inicial, e estendem o planejamento para períodos seguintes.  Também são analisadas as receitas e despesas, para que se enquadrem no plano de gestão para a próxima revisão.

    Esse tipo de instrumento, também conhecido como orçamento rolling ou rolling forecast, costuma operar sob a forma de um ciclo anual. Por isso, sempre passa por revisão periódica, para que se adeque às mudanças nas previsões da empresa. Essa frequência pode ser mensal, trimestral ou semestral.

    Ter um orçamento periódico que é analisado constantemente é útil para empresas que estão sujeitas a mudanças rápidas no ambiente de negócio. Entre elas, empresas de setores como o de tecnologia podem ser favorecidas com a escolha do rolling forecast.

    A solução também é útil em companhias com histórico curto de operações que, por isso, têm poucos dados nos quais basear suas previsões.

    Uma das desvantagens do orçamento continuo ocorre para empresas cujos produtos possuem ciclo de vida longo, pois não se adequaria às mudanças do cenário do curto prazo. Assim, o setor de atuação é um fator primordial para a adoção desse tipo de orçamento. Outro ponto é que ele exige mais trabalho devido às revisões.

    Como fazer um orçamento?

    Todo orçamento empresarial precisa apurar dados como:

    • Custos e despesas fixas;
    • Custos e despesas variáveis;
    • Fontes de renda;
    • Vendas de produtos ou Vendas de serviços;
    • Entradas e saídas de capital;

    Cabe aos gestores listar dados como estes e também fazer estimativas sobre possíveis situações de emergência. Esse tipo de informação é encontrada em ferramentas de gestão, como softwares usados para esse fim.

    Existem inúmeros softwares para criação de orçamentos empresariais. Neles, também existe a possibilidade de se acessar previsões e fazer o acompanhamento da execução dos planos.

    Quer entender melhor o impacto de um orçamento em uma empresa? Faça o minicurso de contabilidade para investidores.

    Como calcular o orçamento contínuo?

    O planejamento orçamentário ocorre após elaborada a estratégia da empresa para as previsões contínuas. O primeiro passo é estabelecer um filtro para as previsões, que deverão ter:

    • Relatório mensal distribuído para gestores e funcionários;
    • Incentivo à criação de comportamento proativo dos gestores;
    • Estímulo dos empregados para adequação aos problemas orçamentários assim que surgirem;

    Após receber os relatórios, todos os gestores e funcionários terão duas responsabilidades principais:

    1. Analisar os pontos positivos e negativos de cada período e buscar melhora para os resultados futuros;
    2. Analisar receitas e despesas afim de melhorar a performance da empresa. Principalmente, fazer a análise daquelas que podem ser controladas.

    Por fim, chega-se ao orçamento anual e todo trabalho que foi divido durantes o período será desdobrado para gestores e funcionários. A partir desse ponto, o que será necessário é uma revisão dos dados, em vez de uma análise criteriosa em cima de todo o orçamento contínuo no final do ano.

    Foi possível saber mais sobre orçamento contínuo por meio da leitura desse artigo? Escreva suas dúvidas nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • James Viegas 2 de novembro de 2019

      Boa tarde Tiago
      Uma ajuda sff
      Estou a tentar analisar uma folha de Excel, com valores reais versus orcamentados, baseado em valores contabilizados a 30 Setembro.

      Real: 2200 €
      Orcamentado : 3300€
      Na folha de Excel está
      2200/3300 * 1,5 – 1. Isto dá zero

      Donde surge o valor 1,5 e o que representa.

      Responder
    • Zabuza 9 de março de 2020

      Aprendi não

      Responder