monopólio
Por: Tiago Reis

Monopólio: Entenda como esta forma de mercado afeta seus investimentos

O monopólio é uma forma de de mercado bastante única é que possui características que a distingue das demais formas.

O monopólio é quando apenas uma empresa detém toda a posição de mercado de um determinado tipo de produto ou de uma determinado setor.

Logicamente, isto é algo muito raro, pois existem instituições criadas com o intuito de inibir monopólios e promover a concorrência nos mercados.

Porém, quando um monopólio, ou algo próximo a ele, estabelece-se, o investidor pode estar diante de uma boa oportunidade de investimento.

O monopólio para o produtor

lucro monopólioComo vimos, o monopólio é a forma de mercado onde apenas um produtor fornece determinado produto ou serviço.

Isto significa que ele possui grande influência sobre o preço daquele produto.

Imagine que você é o produtor de um produto extremamente demandado pelo mercado.

Como você é o único produtor, você pode cobrar um preço mais caro de seus consumidores.

Agora imagine que você possui um concorrente que manufatura um produto exatamente igual ao seu.

Agora você já não pode mais cobrar um preço muito alto, pois se o preço do seu concorrente for menor que o seu, os consumidores irão comprar dele.

Via de regra, os indivíduos não se importam de quem estão comprando ao comprar um produto igual.

As pessoas buscam maximizar a sua utilidade, e para isso vão comprar determinado produto de quem oferecê-lo pelo menor preço.

É possível perceber como uma posição de monopólio favorece o produtor, aumentando o seu lucro.

Além de permite que ele eleve as suas margens de lucratividade.

O monopólio para o consumidor

monopólio consumidorJá observamos o monopólio pela ótica do produtor, mas como ele se comporta para o consumidor?

Imagine que você possui necessidade de adquirir um certo produto, como por exemplo, um remédio.

Você não pode deixar de consumir este produto, e ele é produzido por apenas uma empresa no mercado.

A empresa, exercendo sua posição de monopolista, cobra um preço extremamente alto pelo remédio.

Neste caso, você terá que submeter ao preço cobrado pela farmacêutica.

Como não há concorrência ou produtos substitutos, o consumidor não terá outra opção.

Portanto, é fácil perceber como o monopólio é prejudicial ao consumidor.

No entanto, existem alguns tipos específicos do monopólios que visam beneficiar a sociedade.

É o caso do monopólio assegurado pelo governo em setores onde a economia de escala é muito grande, favorecendo assim a um produtor único, como o setor de energia.

Além de monopólios assegurados temporariamente. Este tipo existe para fazer com que as empresas que investiram muito em pesquisa tenham uma recompensa justa, e assim sigam pesquisando e criando melhores produtos. Acontece geralmente no setor farmacêutico.

No entanto, via de regra, uma posição de monopólio não favorece ao consumidor.

Justamente por isto, existe uma instituição no Brasil dedicada a combater esta forma de mercado.

O Cade tem como missão zelar pela livre concorrência no mercado, sendo a entidade responsável, no âmbito do Poder Executivo, por investigar e decidir, em última instância, sobre a matéria concorrencial.

Além disso, é também seu papel fomentar e disseminar a cultura da livre concorrência.

O monopólio para o investidor

Warren Buffett Sobre monopóliosFoi observado as consequências do monopólio para o consumidor e para o produtor, agora vemos observar pela ótica do investidor.

Um empresa monopolista, muito provavelmente, será uma empresa com grandes vantagens competitivas.

Uma empresa deste tipo é responsável por um produto ou serviço que é de difícil reprodução por parte da concorrência, seja por causa de marcas, por ordem governamental ou pela própria natureza do negócio.

Tendo o poder de influenciar no preço de seus produtos ou serviços, a empresa tende a ter altos lucros.

Além disso, é provável que as margens de lucratividade da empresa também sejam elevadas. Assim como os seus indicadores de rentabilidade.

Por essas razões, ninguém menos que Warren Buffett defende que o investidor busque empresas com condições monopolísticas ou similares.

Portanto, seja em um monopólio assegurado pelo governo ou um monopólio adquirido por competência da empresa, esta condição tende a favorecer o investidor destas companhias.

Exemplos de empresas que se assemelham a monopólios

retorno monopolístico B3

retorno das ações da B3 – Fundamentus

Como foi ressaltado, a cenário monopolístico é bastante raro, no entanto, existem casos reais de empresas que se assemelham a esta condição, inclusive no Brasil.

Um grande exemplo disto é a B3, empresa listada em bolsa.

A B3 é responsável por intermediar operações no mercado de capitais brasileiro, e atua praticamente sem concorrência.

Como a B3 atua praticamente como um “monopólio” no mercado de capitais no Brasil, cobra emolumentos, taxas e demais ônus as quais consideramos não serem baratas.

Isso fica constatado quando comparadas taxas da B3 com a média mundial.

Para uma compreensão mais aprofundada da companhia, sugerimos a leitura do relatório que fizemos da empresa e disponibilizamos de maneira gratuita a nossos seguidores.

Como a empresa detém esta posição privilegiada, ela inibe o surgimento da concorrência.

Há, portanto, o que Warren Buffett chama de um “grande fosso” com um castelo valioso no meio.

O fosso representa a barreira que os concorrentes não conseguem atravessar, enquanto que o castelo valioso representa o negócio da empresa.

Conclusão sobre o monopólio

conclusão monopóliosÉ crucial para o investidor ter conhecimento das características deste tipo de mercado e entender como ele atua.

Ainda, procurar empresas com essas características pode levar o investidor a ter sucesso.

Dificilmente o investidor encontrará uma situação monopolísitca perfeita, mas é possível achar similaridades.

Empresas que apresentem grandes vantagens competitivas terão a condição de influenciar o preço de seus produtos no mercado.

Estas empresas serão as com maiores lucros e indicadores de rentabilidade.

O investidor deve, portanto, buscar empresas assim.

Esta é uma estratégia defendida pelo maior investidor de todos os tempo, Warren Buffett.

Inclusive, o investidor foi alvo de críticas recentemente pela sua filosofia de investimento, mas ao nosso ver, Warren Buffett apenas busca o melhor resultado possível com as condições de mercado vigentes.

Desta forma, um investidor que também busque o melhor resultado, deve se atentar a esta forma de investir.

O monopólio, portanto, cria grandes condições para um empresa entregar bom retorno ao seu acionista. Assine a Suno e veja nossas recomendações de empresas altamente rentáveis e com grandes vantagens competitivas!

 

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

202 artigos
Ações

FIIs

51 artigos
FIIs

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Série Guia Suno

3 Livros pelo preço de 1

Aprenda tudo que você precisa saber para começar a investir com a série didática de livros Guia Suno