Acesso Rápido

    Microcap: entenda as vantagens e os riscos desse tipo de ação

    Microcap: entenda as vantagens e os riscos desse tipo de ação

    Microcap é uma alternativa de investimento que vem ganhando espaço no mercado. Isso porque não é incomum se deparar em textos sobre o assunto com sugestões sobre aplicações em empresas menores.

    Ações do tipo microcap ainda não são tão difundidas na Bolsa de Valores brasileira, apesar de poderem possibilitar ganhos relevantes para os investidores. Contudo, apesar do potencial de valorização são importante análises, como fazer o valuation de empresas, e principalmente os riscos que envolvem essas companhias.

    O que é microcap?

    Microcap se refere a empresas que possuem valor de mercado cotado na bolsa de valores menor do que US$ 300 milhões. No Brasil, para facilitar a classificação, são consideradas microcap as companhias com valor de mercado inferior a R$ 1 bilhão.

    É importante não confundir microcap com as small caps. Apesar desses dois tipos de ações possuírem características que as aproximam, elas são diferentes. As small caps são ações que possuem valor de mercado de até R$ 2 bilhões de reais.

    A lista de microcaps na Bolsa não é tão extensa, pois esse tipo de ação ainda representa uma parcela mínima do mercado brasileiro. Entretanto, há empresas de setores variados que podem apresentar boas perspectivas.

    Vantagens e desvantagens de investir em microcap

    De modo geral, as características das microcap que dizem respeito às vantagens e desvantagens desse tipo de empreendimento são referentes a:

    • grandes movimentos no preço das ações;
    • liquidez;
    • análise de oportunidade;

    Grandes empresas costumam ser preferidas por muitos investidores por apresentarem baixos riscos. Todavia, elas também não costumam apresentar fortes valorizações. Uma microcap pode ser uma empresa com forte potencial de valorização, visto que qualquer evento pode gerar um grande impacto no preço da ação.

    Algumas dessas empresas atuam em mercados ainda não consolidados. Portanto, um aumento na demanda do mercado que essa empresa atua pode gerar uma valorização da companhia. Mesmo em mercados maduros, é possível que essas empresas gerem ganhos relevantes. Isso pode acontecer em caso da aquisição da microcap por uma gigante do setor, por exemplo.

    Outro ponto positivo de microcap é que mesmo as empresas que apresentam bons conceitos e resultados ainda não estão no radar da maioria dos investidores e analistas. Esse ponto faz com que as ações dessas empresas fiquem subvalorizadas e se apresentem como uma boa oportunidade de ganhos.

    Quer aprender mais sobre como realizar uma análise de uma empresa? Faça o minicurso gratuito de valuation e precificação de ativos da Suno.

    O fato desse tipo de ação de certa forma ser esquecida por muitos agentes do mercado e serem suscetíveis a fortes variações também pode ser uma desvantagem, portanto merece atenção. Os papéis dessas companhias costumam ter baixa liquidez na bolsa, portanto muitas vezes é possível encontrar dificuldades para se desfazer desse papel.

    Além desse fator, um evento negativo, tal qual o positivo, pode gerar um grande impacto no preço da ação. Ou seja, as vantagens de microcap também são desvantagens. Dessa forma, a análise criteriosa desse tipo de ação é ainda mais importante.

    Microcap é boa opção para longo prazo?

    Além de possibilitar ganhos acima de empresas maiores, como as tradicionais ações blue chips, as microcap também podem ser incluídas na estratégia de value investing. Inclusive, é importante compreender esse tipo de ação como uma estratégia de aquisição de valor, e não apenas a compra de um ativo para especulação.

    Justamente por possuir baixa liquidez no mercado, esses papeis devem ser analisados com cautela, pensando no longo prazo. Portanto, como essas ações podem apresentar uma subvalorização e possuem poucas movimentações, é necessário ter paciência. Paciência essa que, inclusive, é um conceito crucial para value investors.

    Sabendo lidar com as oscilações ou mesmo com a demora para a valorização efetiva desse papel no mercado.

    Foi possível entender melhor como funcionam as microcap? Deixe seus comentários e sugestões abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    11 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Henrique Roman Truffa 27 de agosto de 2019

      Excelente explicação !!!

      Responder
    • Sergio Edison Leite Pereira 5 de setembro de 2019

      Gostei, e achei bem interessante o artigo explicando sobre as “Microcap”.So acho que neste artigo, deveria ter ao menos como exemplo a indicação de uma empresa do grupo Microcap. Mas é um bom artigo. Parabéns, e interessante. Sergio-05/09/2019.

      Responder
      • lewton 15 de outubro de 2019

        Romi, tenho em carteira.

        Responder
    • Fernando L C Silva 30 de setembro de 2019

      Boa Thiago, aprendi mais um termo até então desconhecido por mim “Microcap”, todavia concordo com o Sergio, quando fala que vc deveria ter citado 2 ou 3 empresas cotadas na bolsa que sejam qualificadas como microcaps. Fernando 30/09/2019.

      Responder
    • Vitor Hugo Pereira 25 de outubro de 2019

      Bem esclarecedor sobra as Microcaps, obrigado Seria bom se tivesse um exemploreal de uma microcaps

      Responder
    • Edvaldo Marques 3 de dezembro de 2019

      Bom dia gostaria de mais informações sobre as Microcap ,principalmente com relação aonde ,como , valores de taxas e em qual tempo investir,

      Responder
    • Celedir 17 de dezembro de 2019

      Estou muito interessada.
      Adorei saber mais.

      Responder
      • Suno Research 18 de dezembro de 2019

        Que bom que gostou!

        Responder
    • Natal 24 de janeiro de 2020

      Parabéns ,pois no breve comentário sua explicação foi bem clara e objetiva .

      Responder
    • marlene 1 de junho de 2020

      Uma explicação bem direta e também envolvente. Muito esclarecedora. Foi bom ter encontrado esse site. Obrigada!

      Responder