Por: Tiago Reis

Marketplace: entenda como funciona esse modelo de comércio

Comprar e vender pela internet é uma prática que ganha cada vez mais adeptos. Dentro dessa dinâmica, um modelo que vem ganhando cada vez mais espaço é o sistema de marketplace.

Em suas características, pode-se dizer que é o marketplace é parecido com um shopping online. A facilidade de visualizar o produto em diversos espaços e comparar preços entre eles é um dos fatores que mais se destacam nesse modelo.

O que é marketplace ?

Um sistema de marketplace é caracterizado como sendo um ambiente virtual que intermedia compras e vendas online, seja de produtos ou serviços. Ou seja, uma plataforma de marketplace permite que diversas empresas e pessoas ofereçam e expõem seus produtos para um público em potencial.

A principal diferença entre o marketplace para uma loja virtual, é que na loja virtual temos somente um proprietário expondo suas mercadorias. Enquanto isso, no sistema online de marketplace, encontramos diferentes vendedores. Dessa forma, em um marketplace, é possível fazer uma comparação entre dois ou mais vendedores, permitindo que o consumidor  e podemos comparar, por exemplo, o preço.

Controle de gastos

Como funciona o marketplace?

O marketplace oferece um ambiente que possibilita mais oportunidades para os produtores e vendedores. Assim, pessoas sem uma estrutura prévia ou influência digital podem começar a vender pela internet.

Logo, com o marketplace, fica fácil ganhar visibilidade, pois as plataformas conseguem expor e divulgar seus produtos para toda uma rede.

Vantagens e desvantagens do marketplace

Dentre as principais vantagens desse tipo de negócio, estará o fator da visibilidade. Quanto mais pessoas acessarem e visitarem o site, mais pessoas serão atingidas. O público busca o que comprar pela internet. Por isso algumas estratégias de publicidades não serão necessárias para os adeptos desse segmento.

Um produto exposto em uma plataforma que recebe milhões de acessos por dia é uma boa representação da visibilidade para os produtos.

Além disso, dentro do modelo de negócio marketplace, os custos operacionais e com publicidades são reduzidos. Entretanto, existem valores que precisam ser negociados com a plataforma. A maioria dos sites trabalham com porcentagens sobre as vendas ou comissões sobre as vendas online.

Dentre as principais desvantagens no conceito de marketplace estará a dependência dos vendedores das plataformas de comercialização. Como um canal de venda foi devolvido em cima de terceiros, a empresa pode decidir simplesmente por retirar um anúncio do ar, encerrar as atividades do comércio por ir contra as políticas do site, aumentar as comissões das vendas, entre outras medidas.

Outro fator negativo nesse segmento, como já citamos, são taxas, porcentagens e comissões que podem encarecer o produto final ao consumidor. Ou também deixando os produtos da loja física mais atraente em relação a custos.

Planilha Vida Financeira

O que é C2C?

O C2C é a sigla para Consumer to Consumer, que traduzindo para o português ficaria “Consumidor para Consumidor”. É um modelo de negócios popularmente conhecido na internet, onde as operações de compra ocorrem entre as pessoas físicas.

As operações entre as pessoas são populares, em grande parte, devido as plataformas intermediadores, que são os espaços de marketplace. Os usuários estabelecem contato entre um shopping online ou uma plataforma de venda.

O crescimento do comércio digital criou um novo ambiente para as pessoas e empresas começarem uma evolução no comércio. Aprenda mais sobre esses e outros temas de gestão financeira baixando nossa planilha gratuita: Planilha Vida Financeira.

O que um vendedor deve escolher: marketplace ou e-commerce?

A plataforma de marketplace possui uma boa performance para alguns setores. Pode ser combinada com e-commerce (loja virtual), os dois modelos podem favorecer as vendas online. Está é uma escolha baseada especificamente no nicho e pesquisa de mercado.

O marketplace é uma oportunidade para novos e velhos vendedores. Mas como qualquer outro comércio é necessária uma análise do setor, produtos e trabalhar com uma gestão eficiente. Em caso de dúvidas, deixe seu comentário e compartilhe conosco a sua opinião sobre o assunto.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

205 artigos
Ações

FIIs

52 artigos
FIIs

FALTAM POUCOS

DIAS PARA A

DIAS
 HOR
 MIN
 SEG

INSCREVA-SE E TENHA ACESSO À OFERTAS IMPERDÍVEIS!