Acesso Rápido

    Margem de Lucro: como calcular e analisar esse indicador?

    Margem de Lucro: como calcular e analisar esse indicador?

    A margem de lucro é um indicador fundamental para entender como determinada empresa está atuando no mercado.

    De fato, ao entender a margem de lucro, é possível entender o lucro líquido que uma empresa terá no final de suas operações.

    O que é margem de lucro?

    Margem de lucro, por definição, é a porcentagem adicionada aos custos totais de um produto ou serviço, formando o preço final da comercialização e definindo a porcentagem de lucro que a empresa terá em cima daquela venda.

    Portanto, se existe uma métrica financeira essencial que é preciso entender muito bem, para que seja possível definir os preços de vendas dos produtos ou serviços de uma empresa, essa métrica é a margem de lucro.

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Sendo assim, a margem de lucro é o indicador norteador para analisar uma empresa. Ele que vai informar quais produtos dentro de uma cadeia são os mais lucrativos para uma empresa.

    Dessa forma, essa métrica está muito ligada à formação de preços, lucratividade e vantagens competitivas que uma empresa tem na venda de seus produtos.

    Para que serve a Margem de Lucro?

    Primeiramente, nota-se que a principal função da margem de lucro está na otimização das vendas de seus produtos ou serviços.

    Uma vez que, através do seu cálculo, é feito a inclusão dos custos envolvidos e o acréscimo sobre os custos na formação do preço final de venda, vê-se sua importância.

    Portanto, a margem de lucro é de vital importância para o sucesso das empresas, sendo necessário saber avaliá-la para ver sua rentabilidade.

    De fato: um empresário que não sabe suas margens não tem como estipular o preço de venda dos seus produtos.

    Dessa forma, esse empreendedor não terá um guia que consiga levá-lo até o lucro operacional, o que faz boas empresas prosperarem.

    Quais os tipos de Margem de Lucro?

    Existem quatro tipos de margem de lucro:

    • Margem de Lucro Bruta;
    • Margem de Lucro Líquida;
    • Margem de Lucro Operacional;
    • Margem de Contribuição.

    1. Margem Bruta

    Primeiramente, a margem de lucro bruta é a rentabilidade da empresa frente a seus investimentos.

    2. Margem Líquida

    Por outro lado, a margem de lucro líquida é o indicativo de quanto a empresa lucrou frente ao que entrou como receita em seu caixa.

    3. Margem Operacional

    Além disso, a margem de lucro operacional mostra o quanto da receita de uma empresa foi alcançada exclusivamente através de suas operações.

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    4. Margem de Contribuição

    Por fim, a margem de contribuição consiste no quanto do lucro será destinado para que a empresa cubra com suas despesas fixas.

    Como calcular margem de lucro?

    Primeiramente, para calcular a margem de lucro é bastante simples, é preciso calcular a diferença entre o faturamento obtido com as vendas do produto ou serviços e os custos de execução de toda a cadeia de produção.

    Portanto, a formula é dada da seguinte maneira: lucro bruto = receitas totais – custos dos produtos vendidos).

    Além disso, é preciso calcular a margem de lucro bruto que será um valor percentual obtido da relação entre o lucro bruto e a receita total.

    Sendo assim, sua formula é: margem de lucro = lucro bruto / receitas totais

    Por exemplo: um empresário decidiu abrir um negócio de serviços de táxis e ele descobriu que uma viagem média da sua sede a um determinado ponto da cidade custa cerca de R$ 50,00, incluindo todos os custos com gasolina e funcionários.

    Portanto, com esse número em mãos, esse empresário decidiu estipular um valor de cobrança de R$ 80,00 para realizar esse trajeto, o que resultaria em uma margem bruta de 37,5%.

    Por fim, para chegar a essa porcentagem, é preciso fazer o seguinte: dividir o lucro pela receita total e multiplicar o resultado por 100.

    Para ajudar no aprendizado, é possível discriminar as operações: R$ 80 de receita total, R$ 50 de custos, R$ 30 de lucro.

    Por fim, a margem de lucro é calculada: R$ 30,00 / R$ 80,00 = 0,375 x 100 = 37,5%

    Portanto, a margem bruta dessa empresa será de 37,5%.

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Como encontrar a margem de lucro ideal?

    Uma vez que margens altas podem significar uma maior segurança financeira para a empresa, investidores buscam por empresas com essa característica, se perguntando qual seria a margem de lucro ideal de uma companhia.

    No entanto, é preciso estar atento para o fato de que, dependendo do setor, as margens podem variar de forma significativa.

    Por exemplo: no setor do varejo, onde há pouca diferenciação entre os concorrentes, os competidores desse mercado acabam se diferenciando pelo preço. Portanto, as margens nesse setor tendem a ser mais baixas.

    Entretanto, no setor tecnológico, onde diversas empresas oferecem soluções únicas, é comum ver margens muito mais elevadas.

    Sendo assim, é preciso avaliar cada caso separadamente, uma vez que margens mais elevadas costumam refletir em preços mais caros em suas ações.

    Por fim, fica claro que não há regra para qual a margem que uma empresa deve ter, sendo necessário analisar margem de lucro em cada caso.

    Como a Margem de Lucro pode ser uma vantagem competitiva?

    Por fim, é preciso entender que a margem de lucro é o valor que o empresário deverá fornecer a um investidor ou banco, quando for indagado sobre a sua lucratividade.

    Portanto, para esses financiadores, o tamanho do lucro propriamente dito não importa, pois eles estão interessados no grau de eficiência da empresa na hora de gerir os seus custos e na otimização dos preços de vendas.

    Dessa forma, ao se olhar os demonstrativos financeiros de uma empresa, não se deve procurar dar muita ênfase para o crescimento propriamente dito dos lucros da mesma.

    De fato: ao invés disso, é preciso perceber se a margem de lucro da organização se expandiu ou retraiu.

    Sendo assim, esses números irão dar um guia bastante importante sobre o grau de eficiência de uma empresa em comparação às outras concorrentes do seu setor, mostrando a existência ou não de uma vantagem competitiva.

    Ainda possui dúvidas a respeito da margem de lucro? Comente abaixo!

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • EMILIA BALMER 2 de junho de 2020

      MUITO ESCLARECEDOR PARA MINHA PROVA DO DO ENADE

      Responder
    • EMILIA BALMER 2 de junho de 2020

      MUITO ESCLARECEDOR PARA MINHA PROVA DO ENADE

      Responder