Por: Tiago Reis

Lucro bruto: um importante indicador de lucratividade de um negócio

Não importa qual é o tamanho da empresa. Seja ela grande ou pequena, toda pessoa que empreende ou investe busca a lucratividade do negócio. A margem de lucro de uma companhia é uma referência importante para fazer essa análise. Nesse cenário, saber o significado e a importância do lucro bruto é fundamental.

A margem bruta, calculada a partir do lucro bruto, é um importante indicativo de vantagem competitiva para uma empresa. É que quando ela é elevada, fica demonstrado que a empresa ou tem uma operação com um custo muito competitivo ou possui um poder de precificação mais alto do que os concorrentes.

Aprenda como analisar uma ação

O que é lucro bruto?

Lucro BrutoLucro bruto é o valor que uma empresa obtém depois de deduzir de sua receita os custos variáveis, ou seja, aqueles associados à fabricação e venda de seus produtos ou então ao fornecimento de seus serviços.

A fórmula do lucro se encontra na operação a seguir:

Lucro bruto = Receita – Custos variáveis

O lucro bruto considera apenas os custos que estão diretamente ligados à produção.  Esses custos variáveis são aqueles que vão subir ou descer dependendo da quantidade de produtos que é feita e vendida por determinada empresa. Dessa forma, esse custo, como o próprio nome diz, não é fixo.

Caso a empresa produza cinco mil unidades de determinado produto, o custo será de certo valor. Agora, se a empresa dobra a produção, o custo também vai dobrar. Isso quer dizer que são gastos que mudam conforme o volume de produção e de vendas. Eles acompanham eventuais quedas ou aumentos de produção.

Para explicar melhor, vamos utilizar um exemplo hipotético e simplificado.

Imagine que estamos lidando com uma fábrica de bombons de chocolate. Quanto mais bombons são fabricados, mais chocolate é necessário. Se for fabricada uma quantidade menor, o custo vai acompanhar a queda. Os gastos que existem na produção do bombom são o custo variável.

Invista como Warren Buffett

Em resumo, o lucro bruto será sempre é igual ao valor obtido com as vendas menos o custo de produção ou de aquisição das mercadorias.

Como calcular o lucro bruto de uma empresa?

Infográfico sobre lucro bruto

Com certeza, a maior dificuldade no cálculo do lucro bruto está na definição dos tipos de gastos que podem ser inseridos na fórmula que foi trazida anteriormente:

Lucro bruto = Receita – custos variáveis.

Para sabermos quais custos inserir na equação, devemos antes informar que eles vão depender muito do ramo da atividade em que a empresa atua. Caso seja uma loja de perfumaria, por exemplo, os custos a serem abatidos são aqueles das mercadorias que a empresa vende.

Uma companhia pode ter outros custos combinados, como uma operação de fábrica em conjunto com uma rede de varejo. Mas de modo geral, o lucro bruto pode ser uma medida da eficiência de uma empresa no uso de sua mão-de-obra e suprimentos.

Nessa métrica usamos os custos variáveis de um empreendimento, isto é, os custos que flutuam de acordo com o nível de produção de um negócio.

A seguir, conheça alguns exemplos de custos variáveis:

  • Materiais;
  • Comissões para pessoal de vendas;
  • Taxas de cartão de crédito nas compras de clientes;
  • Equipamentos de produção;
  • Trabalho direto remunerado por hora de produção.

Como é geralmente convencionado, para calcular esse tipo de lucro não podemos incluir os custos fixos, aqueles que devem ser pagos independente do nível de produção. Os custos fixos podem ser:

  • despesas com aluguel
  • publicidade
  • salários de funcionários que não estão ligados à produção
  • material de escritório
  • entre outros

Vamos mais uma vez utilizar o exemplo da fábrica de bombons e supor que ela venda apenas um tipo de produto.

  • Quantidade produzida: 5.000 unidades
  • Preço de venda: R$ 5,00
  • Custo por unidade produzida: R$ 1,40 (incluindo aqui todos os custos variáveis por unidade)

Pegando esses dados, as receitas totais desta empresa com vendas é , neste caso, de R$ 25.000,00 (5000 x R$ 5,00) e os custos de produção, ou seja, os custos variáveis de R$ 7.000,00 (5.000 x R$ 1,40). Podemos calcular o lucro bruto utilizando a fórmula e vemos que o resultado será de R$ 18000,00.

Lucro bruto e lucro líquido

Lucro BrutoLucro é o retorno positivo de um investimento. Ou seja, a diferença positiva entre o que custou para realizar alguma produção ou serviço pelo que recebeu através de uma atividade operacional.

No vocabulário da economia, no entanto, há diferenças entre lucro bruto e lucro líquido.

Diferentemente do bruto, o lucro líquido considera não apenas os custos variáveis, mas também as outras despesas do negócio, conhecidas por custos fixos.

Essas despesas fixas são compostas pela soma de itens que não variam conforme a produção, ou seja, eles existem independentemente da quantidade que é produzida em determinada empresa.

Entre os custos fixos estão o aluguel do prédio, alguns impostos e o salário dos funcionários, por exemplo.

Com todos esses custos considerados, podemos apurar o lucro líquido seguindo essa fórmula:

Lucro líquido = lucro bruto – despesas fixas

Importância do lucro líquido

O objetivo de toda empresa é que o resultado dessa equação sempre dê positivo. Caso o valor seja negativo, isso significa que o empreendimento está dando prejuízo e algo deve ser replanejado.

O lucro líquido é o resultado final de uma companhia após os descontos que são necessários. Em um demonstrativo de resultados, esse item é encontrado depois de todas as despesas e impostos serem detalhados e descontados do balanço.

O lucro líquido é um ponto de análise importante. Com ele, é possível saber um pouco mais da viabilidade econômica de uma empresa. Apesar disso, ele não é o único componente a ser verificado.

Aprenda como analisar uma ação

Para saber qual é o real estado financeiro de um negócio, o investidor deve:

  1. aprofundar-se nos estudos;
  2. observar todos os dados do fluxo de caixa
  3. analisar também o balanço patrimonial.

Com todos esses documentos, é possível avaliar e analisar composição de capital, liquidez e outras informações úteis para quem quer investir.

Também é fundamental fazer uma comparação com empresas do mesmo setor e buscar índices como o de rentabilidade, endividamento e dividend yield. No e-book Aprenda como analisar uma ação você encontra dicas de fatores  a serem observados além do lucro bruto de uma empresa.

Para que serve o lucro bruto

Lucro BrutoNa hora de pensar em um empreendimento, é comum se questionar sobre para que serve o lucro bruto. A principal aplicação prática desse conceito é a obtenção da margem bruta. Esse é um dos principais indicadores que medem a lucratividade de uma empresa e sua vantagem competitiva.

Em outras palavras, margem bruta é um indicador de quanto uma empresa ganha comercializando os seus produtos. Com ela, a rentabilidade de uma organização é mensurada.

A margem bruta de uma empresa é conseguida utilizando os valores de lucro bruto e receita líquida. Empreendimentos com altas margens tem maior liberdade para estabelecer os preços de seus serviços e produtos acima dos custos de produção.

Invista como Warren Buffett

Tendo conhecimento da sua margem bruta, o empresário pode estabelecer uma postura de preços mais agressiva e criar novas estratégias.

Calcular essa margem ajuda a precificar as mercadorias. Essa estratégia se chama markup.

Caso a margem seja muito baixa, é possível que a empresa esteja operando em prejuízo.

Como dissemos, para calculá-la, deve-se levar em conta o valor do lucro bruto. Dessa forma, o responsável pelas finanças da empresa deve observar os custos diretamente ligados à produção ou aquisição de mercadorias.

Se a margem bruta for baixa e não compensar, a empresa deve procurar alternativas. Entre elas estão:

  • Procurar outros fornecedores,
  • Diminuir custos variáveis,
  • Deixar de vender o produto.
  • Aumentar o preço de venda.
Controle de gastos

Calculando a margem bruta

O cálculo para a margem bruta é definido por meio desta fórmula:

Margem Bruta = Lucro Bruto / Receita Total x 100

Para facilitar o entendimento, vamos imaginar o caso de uma fábrica de calçados. A receita total é de R$ 150 mil.

Para é chegar ao lucro bruto, precisamos descontar os custos diretamente envolvidos como R$ 40.000 de matéria prima, R$ 10.000 de frete e R$ 40.000 de armazenamento. Então, o lucro bruto seria R$ 60 mil.

Então, assumindo todos os valores acima e aplicando na fórmula, temos:

R$60.000 (lucro bruto) /R$150.000 (receita total) x 100 = 40% de margem bruta

Empresas com margem bruta de 40% ou mais costumam ter grandes vantagens competitivas. Companhias com margens menores que 20% geralmente são de setores competitivos, como a área de varejo ou aviação civil. Neles, a guerra de preços é comum e faz com que as margens de lucro caiam.

Lucro bruto e Lucro operacional

Lucro BrutoConhecer e apurar o lucro bruto de uma empresa é o primeiro passo para chegar a outro valor importante na avaliação da rentabilidade dos serviços ou produtos oferecidos: o lucro operacional.

Esse é um dos indicadores que fazem parte da DRE (Demonstração do Resultado do Exercício), relatório contábil que fornece um resumo dos resultados alcançados ao longo de um período.

É um documento importante para ser analisado por investidores em potencial. Empresas listadas na bolsa, por exemplo, divulgam o DRE a cada três meses.

O lucro operacional é aquele produzido apenas e unicamente pela operação do negócio, excluindo qualquer despesa operacional, administrativa ou comercial.

Para chegar nele, é preciso apurar o lucro bruto e descontar as despesas operacionais. Na sequência, deve-se somar as receitas operacionais, que são aquelas não ligadas a uma atividade fim da empresa. A conta, portanto, é esta:

Lucro operacional = Lucro Bruto – Despesas Operacionais + Receitas Operacionais

Relação entre lucro bruto e Ebitda

O lucro bruto também é fundamental para que seja apurado o Ebitda de qualquer empresa.

Trata-se de um importante indicador utilizado para apurar a viabilidade financeira de determinada organização. Com ele, é possível saber qual é a geração financeira de uma companhia com suas atividades operacionais, deixando de fora impostos, empréstimos e aplicações monetárias.

O Ebitda é bastante comum nos balanços de companhias de capital aberto, que negociam papéis na Bolsa de Valores.  Isso porque, com ele, é possível fazer uma  análise de caixa, capaz de medir a eficiência e produtividade da empresa com mais precisão.

Quer saber como viver de renda investindo na Bolsa? A Suno tem um e-book gratuito que pode ajudar você a realizar esse desejo.

Exemplos reais de lucro bruto

Lucro BrutoEmpresas de capital aberto devem divulgar balanços com sua contabilidade com determinada frequência. A publicação ocorre a cada trimestre e há ainda uma versão anual.

Os documentos são públicos e podem ser acessados por qualquer pessoa. Para isso, o investidor pode acessar o site da empresa ou ainda verificar por meio do site da Bolsa de Valores de São Paulo.

Para exemplificar como um investidor pode avaliar os resultados de uma empresa, vamos verificar o DRE de três companhias que têm suas ações listadas na B3.

Nos balanços, o lucro bruto aparece no item ‘resultado bruto.

Lucro Bruto da Vale

DRE – 30/06/2018

Receita de Venda de Bens e/ou Serviços31.233,1
Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos-19.462,4
Resultado Bruto11.770,8

– Valores representados em milhões de reais
– Dados disponíveis em: http://www.vale.com/PT/investors/information-market/financial-statements/FinancialStatementsDocs/BRGAAP%202T18%20-%20R$_Final.pdf

É possível verificar, no DRE do 2º semestre de 2018, que a empresa obteve uma receita de pouco mais de R$ 31 bilhões. Esse foi o valor do capital levantado pela empresa pela venda de seus produtos.

Para conseguir produzi-los, no entanto, teve um custo que se aproximou dos R$  20 bilhões . Dessa forma, levando em consideração a fórmula de lucro bruto já apresentada anteriormente (Lucro bruto = Receita – custos variáveis), o resultado bruto da empresa em junho de 2018 era positivo em quase R$ 12 bilhões.

Lucro Bruto da BRF

DRE de 30/06/2018

Receita de Venda de Bens e/ou Serviços8.181,1
Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos-7.520,3
Resultado Bruto660,8

– Valores representados em milhões de reais
– Dados disponíveis em: https://ri.brf-global.com/wp-content/uploads/sites/38/2018/08/ITR-30.06.18.pdf

De acordo com os dados trimestrais do DRE é possível verificar que a empresa obteve, neste período, uma receita de cerca de R$ 8 bilhões. Ou seja, foi esse o valor do capital obtido pela venda dos produtos.

5 amostras gratuitas para você conhecer a Suno!

Os custos variáveis de produção chegaram a R$ 7,5 bilhões. Dessa forma, levando em consideração a fórmula de lucro bruto (Lucro bruto = Receita – custos variáveis), o resultado bruto da empresa em junho de 2018 era lucro de quase R$ 661 milhões.

Lucro Bruto das Lojas Renner

DRE de 30/06/2018

Resultado30/06/2018
Receita de Venda de Bens e/ou Serviços2.020,1 M
Custo dos Bens e/ou Serviços Vendidos-765,0 M
Resultado Bruto1.255,1 M

– Valores representados em milhões de reais
– Dados disponíveis em: http://lojasrenner.mzweb.com.br/conteudo_pt.asp?idioma=0&conta=28&tipo=32689&id=0&submenu=0&img=0&ano=2018

Observando os dados publicados pelo demonstrativo de resultados, verifica-se que a receita da empresa no período citado foi de pouco mais que R$ 2 bilhões. Os custos variáveis somados chegaram a R$ 765 milhões. Assim, o lucro bruto da companhia alcançou o valor de R$ 1,2 bilhão.

Perguntas Frequentes
O que é lucro?

Lucro é o retorno positivo de um investimento. Ou seja, a diferença entre o que custou para realizar alguma produção ou serviço e o que recebeu através de uma atividade operacional.
O contrário de lucro é o prejuízo, que ocorre quando a receita não cobre as despesas.

O que é lucro bruto?

Lucro bruto é o valor que uma empresa obtém depois de deduzir os custos variáveis, ou seja, aqueles associados à fabricação e venda de seus produtos ou então ao fornecimento de seus serviços.
Do valor total da receita devem ser subtraídos os custos variáveis, que são aqueles diretamente ligados á produção. Em uma padaria, por exemplo, o trigo é um dos custos variáveis. Já o aluguel e o salário dos funcionários são custos fixos.

O que é lucro líquido?

O lucro líquido é o resultado final de uma companhia após os descontos que são necessários. Em um demonstrativo de resultados, esse item é encontrado depois de todas as despesas e impostos serem detalhados e descontados do balanço.
Para se chegar ao lucro líquido, devem ser somadas todas as receitas e subtrair os custos variáveis e também os fixos.

Qual é o percentual ideal de lucro de uma empresa?

O lucro ideal de uma empresa depende de cada setor de atuação. As indústrias trabalham com uma margem em torno de 8%. Já empresas do setor de serviços costumam ter margens maiores, de cerca de 20%.

Quero investir. Como saber o lucro de uma empresa listada na bolsa?

Toda a empresa com ações na bolsa de valores é uma companhia de capital aberto. Desta forma, deve divulgar balanços e demonstrativos de resultados frequentemente.
Uma das formas de saber os resultados é acessar o site de cada empresa. Neles, é possível encontrar páginas de relacionamento com investidores onde esses documentos são publicados.
Outra forma é buscas as informações do site da B3. Relatórios e balanços das empresas listadas são divulgados assim que publicados.

Além do lucro, o que devo observar antes de investir?

Além do lucro líquido e lucro bruto, antes de decidir pela compra de uma ação, é importante analisar e estudar todos os dados do Balanço Patrimonial e também da Demonstração de Resultados Financeiros. No caso de empresas que negociam papéis na bolsa, esses documentos são públicos.

Bibliografia

https://www.entrepreneur.com/article/226158

https://www.accountingformanagement.org/gross-profit-ratio/

https://www.monash.edu/business/marketing/marketing-dictionary/g/gross-profit

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.