As LTN são Letras do Tesouro Nacional

A LTN, ou Letras do Tesouro Nacional, tem sua definição como sendo um título do Tesouro Direto definido como pré-fixado, ou seja, o investidor, no momento de sua aplicação neste ativo, poderá saber, de antemão, exatamente qual a rentabilidade que irá receber se mantiver o seu título até a data do vencimento, definida no momento da aplicação.

Dessa forma, para cada LTN, a pessoa que deseja aplicar nessa modalidade de investimento receberá, na data de vencimento, o valor bruto de R$ 1.000,00, tendo, com isso, o valor inicial investido variando de acordo com o prazo da aplicação.

Por exemplo

Suponha-se que, na data de hoje, o preço de uma LTN com vencimento de um ano esteja em R$ 900,00.

Com isso, o investidor sabe, então, que na data de vencimento receberá R$ 1.000,00 por este título.

Nesse caso, o lucro bruto dessa aplicação será de R$ 100,00, o que significa, em outras palavras, o equivalente a um lucro bruto de 11,11% ao ano.

LTN – Características

É preciso destacar, entretanto, que esse é o rendimento bruto da operação, o que sugere que haverá, ainda, o desconto da taxa de custódia que é cobrada pelo Tesouro Direto, que é de 0,3% ao ano.

Além desta taxa, haverá, também, o Imposto de Renda (IR) e a taxa de administração da corretora a qual esse investidor é cliente.

O IR é cobrado somente no momento da venda do título e, normalmente, é cobrado sobre o valor dos rendimentos da aplicação, da seguinte maneira:

  • Investimento até 180 dias: taxa de 22,5% sobre os rendimentos
  • Investimento de 181 até 360 dias: taxa de 20% sobre os rendimentos
  • Investimento de 361 até 720 dias: taxa de 17,5% sobre os rendimentos
  • Investimento acima de 720 dias: taxa de 15% sobre os rendimentos

Já a taxa de administração costumar variar de corretora para corretora, de acordo com seus respectivos portfólios de produtos e serviços oferecidos a seus clientes.

Há de se salientar, ainda, que existem diversas corretoras que não cobram essa taxa em relação ao Tesouro Direto, por isso a importância de se pesquisar de antemão as mais variadas condições de mercado que essas diferentes instituições repassam para seus clientes, de modo que surpresas desagradáveis possam ser evitadas no que diz respeito à cobranças e taxas feitas de maneira inesperada.

Observações

Caso um investidor necessite, por qualquer que seja o motivo, vender o seu título antes do prazo de vencimento, o Tesouro Nacional garante a recompra desse ativo em qualquer dia útil.

Entretanto, será pago a esse aplicador o valor de mercado do título naquele dia de venda, o que faz com que, dessa forma, a rentabilidade possa ser maior ou menor do que aquela que foi contratada no momento do investimento.

Conclusão

Diante do que foi elucidado, pode-se perceber que a LTN é indicada para aplicações de médio ou longo prazo, ou seja, a recomendação é que o investidor aplique, neste ativo, um valor o qual não irá precisar em um curto espaço de tempo para que, assim, se evite a venda antecipada deste ativo e, por consequência, elimine o risco de se vender esse título por um preço mais baixo do que, de fato, foi pago pelo mesmo.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2018 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

Share This

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account