Termo muito comum no mundo das finanças, a liquidez corresponde à velocidade e a facilidade com que um ativo pode ser convertido em caixa.

A título de ilustração, uma carta de investimento em um CDB pode ser considerado um ativo líquido, já um apartamento alto padrão, por exemplo, não tem as mesmas características de liquidez.

Essa característica de pode se tornar muito importante, no momento em que um aplicador necessitar do dinheiro de forma rápida, por isso, analisar o grau de intensidade desta métrica antes de imobilizar um ativo em alguma aplicação é de extrema importância na decisão de se investir ou não em determinada oportunidade.

Pontos relevantes

Uma característica dos ativos pouco líquidos é a de que, se por ventura o proprietário do investimento precise vender o seu ativo, terá que fazê-lo por um preço mais baixo, afim de conseguir vendê-lo no tempo hábil do qual precisa.

É também justamente por esse motivo que, geralmente, os ativos mais líquidos possuem um “prêmio” em sua precificação com relação aos menos líquidos.

A menos que o investidor tenha certeza de que não precisará usar esse capital no curto prazo, é bastante aconselhável que ele procure investir seu dinheiro em ativos que apresentem uma capacidade de conversão em dinheiro mais rápida.

Ativos pouco líquidos podem ser igualmente – ou até melhores – que os mais líquidos, porém, eles devem ser lidados sobre um prazo de espera mais prolongado para a conversão em dinheiro.

No caso das companhias abertas, apesar desse instrumento representar um balanço patrimonial sólido e com baixas probabilidades de insolvência, a contrapartida dela são os baixos níveis de rentabilidade, na maioria dos casos.

Por exemplo, o saldo de caixa é o mais líquido dos ativos, mas algumas vezes ele não gera retorno algum, pois apenas está lá, parado.

Existe, portanto, uma escolha entre as vantagens desta métrica e a perda de lucros potenciais e, por conta disso, é preciso se ponderar até que certo ponto uma empresa possuir recursos com alta ou baixa liquidez reflete como sendo algo positivo ou negativo numa análise de fundamentos.

Liquidez na análise do crédito

Esse instrumento de medição também pode ser entendido como a medida dos recursos que uma companhia possui para fazer frente a seus compromissos com terceiros.

Para medir essa medida, são utilizados indicadores, como o índice de liquidez corrente, índice de liquidez seca e o índice de liquidez imediata.

No mundo corporativo, as empresas e os bancos lançam mão desses indicadores dessas métricas para auxiliá-los e atualizá-los sobre a situação financeira da companhia.

O mais comum desses indicadores é o índice de liquidez imediata, que nada mais é do que a capacidade da empresa de fazer frente a suas dívidas no curto prazo (prazos menores do que 1 ano).

O calculo é feito através da divisão do caixa da companhia pelo seu passivo circulante.

Como um guia prático e simples, existe uma regra utilizada pela contabilidade que se baseia no resultado das formulas de cada indicador. É interessante que o investidor se atente a elas.

  • Resultado > 1: bom grau de liquidez;
  • Resultado = 1: recursos se igualam ao valor dos pagamentos;
  • Resultado < 1: não possui como quitar suas dívidas no momento;

Assim sendo, se uma empresa estiver com um resultado superior a 1, significa que a companhia tem suficiente capacidade de conseguir captar recursos com certa agilidade para realizar os pagamentos que precisa.

No caso oposto a este, quando esse número der inferior a 1, significa que os recursos e recebíveis da companhia estão alocados para o longo prazo e, portanto, é necessário reavaliar a situação financeira da empresa em questão.

Conclusão

É muito importante que o investidor se atente muito às questões de facilidade em converter os seus ativos em dinheiro, tanto em relação ao seu patrimônio pessoal, quanto ao se analisar o balanço de uma companhia aberta na bolsa de valores.

Assim sendo, se conscientizar sobre os níveis de liquidez dos mais diversos tipos de ativos podem contribuir muito para o caso de acontecer alguma emergência na qual um capital em espécie precise ser disponibilizado em um curto espaço de tempo.

Comentários

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

©2017 SUNO RESEARCH | Investimentos inteligentes

[i]
[i]
[i]
[i]

Fazer login com suas credenciais

ou    

Esqueceu sua senha?

Create Account