liquidez geral
Por: Tiago Reis

Liquidez geral: de olho na empresa em longo prazo

Quando falamos dos índices de liquidez, como a liquidez geral, pensamos em um primeiro momento na avaliação de empresas que já fizeram IPO na bolsa de valores.

No entanto, a liquidez geral é mais utilizada para analisar uma empresa em si.

O que é liquidez geral?

O índice de liquidez geral tem a função de medir a capacidade da empresa em cumprir com suas obrigações no curto prazo, desse modo, representando a saúde do caixa.

O calculo da liquidez geral é feito pela divisão da soma dos ativos circulante e de longo prazo da empresa pela soma de seus passivos circulante e de longo prazo.

Esta informação é muito relevante para o investidor.

Isso porque, se o negócio não tiver capacidade de quitar suas obrigações em longo prazo, comprar ações desta empresa dificilmente será um bom negócio.

Como calcular a liquidez geral

liquidez geral

Para saber se a liquidez geral do investimento é boa, é preciso fazer a seguinte conta:

Liquidez Geral = (Ativo Circulante + Realizável a Longo Prazo) / (Passivo Circulante + Passivo Não Circulante)

Por ser uma análise de longo prazo, o cálculo abrange também o ativo e passivo da empresa. Isso porque as duas contas apresentam informações que ultrapassam doze meses no balanço.

Por mais importante que esta informação seja, talvez ela seja a menos utilizada dentre todos os índices de liquidez.

O que é um erro, uma vez que, por meio destes dados, o gestor pode saber exatamente como está a liquidez do seu negócio.

Isto impactará nas suas decisões e projetos em médio e longo prazo.

Liquidez geral e o conceito de liquidez

liquidez geral

A liquidez de um negócio é calculada de acordo com a sua capacidade de cumprir as obrigações à medida que estas vencem.

Mas a liquidez tem outros índices além da liquidez geral. Existem também:

Liquidez corrente

O índice de liquidez corrente é o mais utilizado. Ele foca na capacidade de a empresa cumprir com as suas obrigações no curto prazo.

Ele é calculado a partir da Razão entre os direitos a curto prazo da empresa e os débitos a curto prazo.

Para isso, são utilizadas as informações presentes no Ativo Circulante e Passivo Circulante do balanço contábil.

Assim, entram neste cálculo o caixa, os estoques, os clientes e as informações bancárias como ativos. Bem como os empréstimos, os financiamentos, os impostos e os fornecedores como passivos.

A conta a ser feita é: Liquidez Corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante.

Liquidez seca

O índice de liquidez seca não difere muito do corrente. No entanto, ele exclui da conta a ser feita os estoques.

Por isso, o seu resultado sempre será menor que o índice de liquidez corrente, ainda que a diferença seja pequena.

Assim, a liquidez seca mostra o valor real da liquidez do ativo circulante, independente da venda ou do uso do estoque.

Para definir qual é a liquidez seca, a conta é a seguinte: Liquidez Seca = (Ativo Circulante – Estoques) / Passivo Circulante.

Liquidez imediata

No índice de liquidez imediata, a conta é mais simples. Ele é considerado conservador e considera apenas os recursos da companhia que estiverem à disposição de forma imediata.

Logo, este índice considera somente o caixa da empresa, seus saldos bancários e aplicações financeiras de liquidez imediata. Assim não são considerados os estoques, nem as contas a receber.

Para chegar a este resultado, é preciso fazer a seguinte conta: Liquidez Imediata = Disponível / Passivo Circulante.

Como vimos, tanto a liquidez corrente, quanto a seca e a imediata têm foco no curto prazo.

Logo, o índice de liquidez geral é o único que olha mais à frente, vislumbrando as possibilidades futuras da empresa.

Dessa forma, para investidores que focam no longo prazo, vale à pena conhecer a liquidez geral das empresas nas quais aplica seu dinheiro.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

207 artigos
Ações

FIIs

58 artigos
FIIs
accounting (1)

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Group 285

NÃO VÁ EMBORA AINDA..

O portal que vai te ajudar a começar
a investir.

Todos os conteúdos gratuitos 
da Suno em um só lugar!