Lançador

O mercado de opções é onde se negocia o direito de comprar ou vender um bem. Nesse tipo de negociação, um dos agentes envolvidos é o lançador de opções.

O lançador de uma opção é aquele que disponibiliza ao mercado os direitos sobre um ativo. Dessa forma, a opção é negociada mediante preço fixado para uma data futura. O objeto, negociado em pregão, pode ser um ativo financeiro ou uma mercadoria.

O que é o lançador de opções?

O lançador de opções comercializa um contrato de opção no mercado. Este pode ser um lançador de venda ou de compra de opções.

Dessa forma, no mercado de opções, o lançador de venda de um contrato de opção é aquele que recebe do comprador (titular) um valor monetário à vista. Esse valor é chamado de prêmio.

Logo, ao mesmo tempo, o lançador de uma opção de compra é obrigado a vender o ativo-objeto para o comprador pelo preço de exercício (strike) até uma data pré-estabelecida.

Seja para compra ou para venda de opções, o lançador só possui as obrigações descritas anteriormente se o titular optar por exercer seu direito registrado em contrato.

Lançador de uma opção de venda

Lançador

O lançador de opção de venda (vendedor) pode lucrar de duas formas:

  1. Ao receber o valor do prêmio na hora da venda da opção de venda. Esta não exercida até a data do vencimento;
  2. Ao recomprar a opção de venda por um prêmio de valor inferior ao valor que recebeu quando a vendeu.

Sendo assim, o investidor realiza a venda de uma opção de venda de um ativo-objeto no momento em que percebe potencial de valorização de tal ativo no mercado.

Entretanto, o lançador vendedor também pode sofrer prejuízo. Isso acontece se ele recomprar a opção de venda por um prêmio de valor maior que o valor recebido quando a vendeu. Da mesma forma, o lançador também pode ficar em desvantagem se comprar o ativo-objeto de um titular que exerça seu direito de venda.

Lançador de uma opção de compra

Já o lucro do lançador de opção de compra pode se alcançado das seguintes formas:

  1. Ao recomprar a opção de compra por um prêmio de valor menor do que o valor que recebeu quando a vendeu;
  2. Ao receber o valor do prêmio na hora da venda da opção de compra, não exercida até a data de vencimento.

Logo, o investidor tende a vender uma opção de compra de um ativo-objeto no momento em que percebe potencial de desvalorização do mesmo no mercado.

Entretanto, o lançador de uma opção de compra terá prejuízo se recomprar a opção de compra por um prêmio de menor valor do que o valor que recebeu quando a vendeu; ou se vender o ativo-objeto para o titular que exerça seu direito de compra.

Entretanto, caso o lançador não tenha os ativos do objeto ao exercer a opção de compra, será obrigado a adquirir os mesmos no mercado devido à sua posição lançadora. Isso significa um custo a mais para ele. Esta venda a descoberto de uma opção de compra geralmente advém de especulações de que o mercado não teria se valorizado até o prazo para o exercício do contrato de opção.

O lançador é uma parte essencial do mercado de opções — que, por sua vez movimenta bilhões de reais todos os anos nas bolsas de valores. Entretanto, se você ainda não está familiarizado com esse ambiente, não se preocupe. A Suno preparou um material para ajudar você: baixe gratuitamente nosso e-book “Comece a investir na Bolsa” e aprenda, de uma vez, tudo sobre o mercado de bolsa de valores brasileiro.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.