lajida

Dentro da gestão financeira de uma empresa, existem diversos dados e informações que os gestores precisam acompanhar. Nesse contexto, um dos itens mais analisados, tanto pela própria empresa quanto pelos seus acionistas e sócios, é o EBITDA . No Brasil, esse indicador também conhecido como LAJIDA.

O LAJIDA é uma métrica financeira muito importante em todos os níveis. Com ele, é possível entender a eficiência produtiva de uma empresa, a capacidade de geração de caixa de sua atividade fim e o potencial competitivo do negócio em relação aos seus concorrentes.

O que é o Lajida?

LAJIDA é sigla para “Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização”. Também conhecido pela termo em inglês EBITDA (Earning Before Interests, Taxes, Depreciation and Amortization), o indicador demonstra o valor do fluxo de caixa operacional da empresa.  Ou seja, ele mostra quanto a empresa consegue gerar de receita sem considerar o abatimento de impostos ou os efeitos financeiros de qualquer natureza.

Portanto, em linhas gerais, o LAJIDA mede a saúde financeira da empresa, com base apenas na sua capacidade operacional de gerar caixa. Isso representa quanto a empresa gera de lucro ou prejuízo apenas em suas atividades operacionais, sem considerar as receitas financeiros e de pagamento de tributos.

O LAJIDA pode ser representado tanto de forma absoluta, mostrando o valor gerado pela empresa em determinado período, ou de forma relativa. Nesse último caso, o indicador vira uma margem, chamada de margem LAJIDA – que compara percentualmente o LAJIDA do negócio e a sua receita líquida de vendas.

Qual a função do Ebitda?

O LAJIDA é um indicador muito importante para analisar a saúde financeira e operacional da empresa. Através dele, os empresários e gestores conseguem saber, de forma clara, como o anda o processo produtivo do negócio e se ele tem capacidade de se pagar e gerar lucros consistentes.

Esse indicador também é bastante utilizado no mercado de investimentos, principalmente para analisar o balanço de empresas que negociam ações na bolsa. Logo, para avaliar a lucratividade de uma companhia e compará-la diretamente com outras empresas (até mesmo de setores diferentes), utiliza-se o LAJIDA.

Como é feito o cálculo do LAJIDA?

O LAJIDA sempre foi muito utilizado pelas empresas e profissionais de investimentos. Porém, devido a falta de padronização, cada análise poderia apresentar um resultado diferente. Logo, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) formalizou em 2002, uma instrução uniformizar o cálculo do LAJIDA.

Desde então, a fórmula para calcular o LAJIDA é a seguinte:

  • LAJIDA = Receita Operacional Líquida – (CMV + Despesas Operacionais) + Depreciação + Amortização

Para exemplificar o cálculo, considere a seguinte situação:

Uma comércio possui os seguintes resultados para determinado mês:

  • Faturamento (Vendas) = R$ 30.000,00;
  • Custo de Aquisição de Produtos = R$ 10.000,00;
  • Despesas com vendas (CMV): R$ 1.500,00;
  • Despesas gerais: R$ 2.000,00;
  • Despesas administrativas: R$ 500,00;
  • Despesas com depreciação: R$ 400,00;
  • Despesas com amortização: R$ 600,00.

Com isso, temos que:

  • Receita Operacional Líquida = 30.000 – 10.000 = R$ 20.000,00;
  • CMV + Despesas Operacionais = 1.500 + 2.000 + 500) = R$ 3.000,00;
  • LAJIDA = 20.000 – 3.000 + 400 + 600 = R$ 18.000,00.

Logo, conclui-se que o LAJIDA dessa empresa foi de R$ 18 mil.

Qual a diferença entre LAJIDA e LAJIR?

Apesar de serem dois termos bastante parecidos, existe uma grande diferença entre LAJIDA e LAJIRO LAJIR, sigla para “Lucros Antes dos Juros e Tributos” é um indicador que também demonstra o lucro operacional da empresa.

Porém, ao contrário do LAJIDA, o LAJIR não considera as depreciações e amortizações de capital do período. Por isso, o LAJIR é considerado um indicador mais “puro”, que mostra o verdadeiro lucro das operações de uma empresa.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.