Acesso Rápido

    LAIR: um indicador que mostra o quanto seria possível receber sem os impostos

    LAIR: um indicador que mostra o quanto seria possível receber sem os impostos

    Assim como um funcionário tem diferenças entre sua renda bruta e líquida, as empresas enfrentam isso com o seu LAIR.

    Esta diferença entre o LAIR e o lucro líquido fica bastante clara nas demonstrações financeiras do negócio.

    O que é o LAIR?

    LAIR é a sigla para Lucro Anterior ao Imposto de Renda e Contribuição Social, os valores captados pela empresa antes que os tributos incidentes sobre eles, Imposto de Renda da Pessoa Jurídica e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL), sejam pagos.

    Ele faz parte do cálculo do Lucro Operacional do negócio.

    Este cálculo é importante para que a empresa tenha um controle acerca do montante de recursos destinados ao governo.

    LAIR e o resultado operacional

    O resultado operacional tem como função demonstrar se a empresa teve lucro ou não com base apenas nas suas operações.

    Assim, descontam-se as despesas administrativas, operacionais e comerciais. Desta forma, excluem-se as movimentações financeiras.

    A conta para chegar neste dado é progressiva e demanda um passo a passo, a partir da receita operacional bruta.

    Receita operacional bruta é o conjunto de receitas acumuladas ao longo do período, que tiveram origem nas atividades principais da empresa.

    É a partir deste dado que são feitos os descontos devidos.

    Nesta conta entram as devoluções, os descontos e impostos sobre vendas, como:

    • ISS;
    • ICMS;
    • PIS;
    • Cofins.

    Assim, chega-se à receita operacional líquida.

    O resultado operacional, por sua vez, desconta da receita operacional líquida o custo da mercadoria vendida ou serviço prestado.

    O valor resultante deste cálculo será o resultado operacional bruto. Ele também é chamado de lucro operacional bruto.

    A partir deste dado, descontam-se ainda os custos fixos, como administrativas, operacionais e comerciais.

    Acrescentam-se ainda receitas recebidas eventualmente para, enfim, chegar ao resultado operacional líquido.

    E é aqui que é encontrado o lucro antes do imposto de renda.

    Onde encontrar o LAIR de uma empresa? 

    Estas informações são encontradas na Demonstração do Resultado do Exercício (DRE) elaborado pelas empresas.

    Instituída pela Lei das Sociedades por Ações, a DRE é obrigatória a uma série de empresas.

    Esta obrigação acessória tem justamente o objetivo de demonstrar qual foi o resultado econômico do exercício da companhia.

    Na prática, trata-se de um relatório contábil com informações que interessam tanto aos acionistas quanto ao mercado como um todo.

    E, em Contabilidade, resultado é traduzido ou em lucro ou em prejuízo.

    O exercício em questão costuma ser de 12 meses, mas pode também ser mensal ou trimestral.

    Na DRE deverá constar tudo o que a empresa recebeu ao longo do período, bem como o que ela gastou.

    Por isso, a sua primeira conta é a receita operacional bruta.

    Ela passará pelo LAIR , para, após a subtração do IRPJ e da CSLL, chegar ao resultado líquido do exercício.

    Se este representar um lucro, ele poderá ser dividido entre os sócios e acionistas e ainda abater prejuízos futuros.

    Isso dependerá da situação da empresa.

    Se você quer saber mais sobre o assunto, participe do minicurso de Contabilidade para investidores, oferecido pela Suno Research.

    E se já tiver visto a DRE de uma empresa, conte nos comentários se a achou de fácil compreensão e se encontrou o LAIR dentro destes dados.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *