indicadores agropecuários

Uma das categorias mais importantes do mercado é a negociação de commodities agropecuárias. Porém, por serem títulos ligados diretamente a produtos físicos, esses ativos precisam ser referenciados nos preços reais que são praticados no mercado. Para isso, as bolsas de valores utilizam os chamados indicadores agropecuários.

É com base nos indicadores agropecuários, por exemplo, que é feita a liquidação do contrato futuro de uma commodity. Por isso, todo investidor que opera nesses mercados precisam sempre acompanhar a evolução desses indicadores.

Indicadores agropecuários

O que são os indicadores agropecuários?

Indicadores agropecuários são índices informam os preços médios de diversos produtos ligados ao setor agropecuário – como soja, milho, arroz, café, boi gordo, entre outros. Esses indicadores servem referência na negociação de commodities no mercado financeiro – principalmente na liquidação financeira de operações com contratos futuros.

No Brasil, a principal bolsa para negociar mercadorias e commodities é a B3 – que absorveu as funções da antiga Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F). Porém, a tarefa de elaborar os indicadores agropecuários fica a cargo dos Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, o Cepea – instituição ligada a Escola Superior de Agricultura Luís de Queiroz (Esalq-USP).

Como funciona a elaboração dos indicadores agropecuários?

Os indicadores agropecuários são formulados a partir do levantamento de preços de cada commodity no mercado físico, em seus respectivos locais de referência.

Para o indicador de boi gordo, por exemplo, são realizadas ligações diárias para os principais frigoríficos do estado de São Paulo. A partir dessa consulta, o Cepea pondera os valores coletados pelos volumes comercializados, calcula a média dos preços e dos volumes negociados, e divulga diariamente a cotação do produto.

Principais indicadores agropecuários utilizados na B3

Atualmente, o Cepa/Esalq fornece mais de 15 indicadores agropecuários para o mercado de commodities da B3. Porém, os indicadores mais relevantes, cuja oscilação mais influencia na cotação dos ativos, são os seguintes:

Entretanto, além dos índices listados acima, o Cepea/Esalq também calcula os indicadores agropecuários de vários outros produtos – como açúcar, leite, café, citros, frango, etanol, ovos, mandioca, produtos hortifrutícolas, suínos, ovinos e trigos.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.