Acesso Rápido

    Imobilização do patrimônio líquido: o que é e como funciona?

    Imobilização do patrimônio líquido: o que é e como funciona?

    A imobilização do patrimônio líquido é uma medida usada para saber o grau de imobilização do capital de uma empresa. Esse tipo de informação é útil em uma análise fundamentalista para avaliar a gestão de recursos de companhias.

    O cálculo da imobilização do patrimônio líquido é feito com informações presentes no balanço patrimonial.

    O que é imobilização do patrimônio líquido?

    A imobilização do patrimônio líquido (também conhecida como imobilização do capital próprio ou pela sigla IPL) é um indicador contábil que demonstra o quanto dos recursos a empresa aplica no ativo permanente.

    Ou seja, através do índice de imobilização do patrimônio líquido, ficarão evidentes o equivalente a quanto do Patrimônio Líquido foi investido. Sendo que a empresa, ao investir grande parcela de recursos em ativo permanente, compromete seu ativo circulante.

    Minicurso: Contabilidade para Investidores

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Isso porque, quanto maior o investimento em ativo permanente, menor será o recurso disponível para o ativo circulante. Consequentemente, a dependência da empresa do capital de terceiros ou financiamento para o ativo circulante será maior.

    Cálculo da imobilização do patrimônio líquido

    O grau de imobilização pode ser calculado através da fórmula:

    • IPL = ( AP / PL ) x 100

    Sendo que:

    Grau de imobilização

    A medida do IPL avaliará a relação da imobilização do capital próprio. Quanto maior o resultado do índice, maior será esse grau. O cálculo determinará a porcentagem de quanto patrimônio líquido está alocada para os ativos permanentes. Ou seja, para os bens que não são líquidos, como, por exemplo: investimentos em prédios, compra de terrenos, maquinários, etc.

    Em contrapartida, um grau menor de IPL é sinal que a empresa estará menos dependente de recursos de terceiros ou de acionistas. Ou seja, representa uma companhia com maior liquidez geral.

    Análise de resultados

    O chamado engessamento dos recursos demonstra a dependência financeira de um negócio. Se o resultado do cálculo de imobilização for igual a 100% ou menor, diz-se que o capital imobilizado é menor que o capital de giro.

    Mas este indicador não é capaz de mostrar, por si só, a verdadeira situação ou comprometimento da empresa. Um exemplo disso são as operadoras de plano de saúde verticalizadas. Como elas têm hospitais próprios, que são contabilizados no ativo permanente, seu índice de imobilização é mais alto.

    Isso não quer dizer que sua condição financeira seja ruim. Isso porque, nesse cado caso, a estratégia faz com que a empresa seja menos dependente da rede de terceiros para prestar serviços.

    Outro fator para salientar em relação ao patrimônio líquido é que o recomendado é que este cubra o total de ativos permanente da empresa. Empresas nesta condição sinalizam ao mercado uma dependência financeira menor.

    É importante notar que tanto as medidas de imobilização de capital quanto outros indicadores contábeis variam conforme o ramo de atividade. Assim sendo, são úteis para comparar empresas do mesmo setor, mas é problemático usar o mesmo critério para todas indistintamente.

    Foi possível saber mais sobre imobilização do patrimônio líquido com esse artigo? Caso tenha dúvidas, escreva-as nos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    2 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Yan 9 de abril de 2020

      Muito obrigado pelos ensinamentos, mestre!

      Responder
    • Ingrid 15 de novembro de 2020

      E como interpretar um ICP negativo?

      Responder