Acesso Rápido

    O que é Grau Especulativo e sua função no mercado financeiro?

    O que é Grau Especulativo e sua função no mercado financeiro?

    Praticamente todos os países possuem dívidas públicas que podem ser adquiridas por investidores estrangeiros. No entanto, para investir nos títulos públicos ou privados de um país, os investidores analisam se o mesmo possui grau de investimento ou grau especulativo.

    É preciso, porém, não confundir grau especulativo com grau de investimento. Afinal, o primeiro é um selo dado pelo mercado financeiro para países que possuem um risco maior de dar o calote na dívida pública.

    O que é grau especulativo?

    Grau especulativo é uma classificação de risco considerada alta por investidores para investir em um determinado país ou empresa. A avaliação deles é baseada em notas dadas pelas agências de classificação de risco.

    Normalmente o mercado financeiro leva em consideração a avaliação das três principais agências de classificação de riscos: a Fitch, Moody´s e Standard&Poor´s (S&P).

    Minicurso: Valuation e Precificação de Ativos

    Inscreva-se no nosso minicurso gratuito de Valuation e aprenda os principais conceitos sobre como avaliar ativos e empresas do jeito certo!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Para dar as notas e classificar os países, essas agências enviam periodicamente técnicos para analisar as condições econômicas desses países. Então é dada uma nota ou rating como é dito no mercado financeiro.

    Essa nota é a referência que o mercado terá para avaliar o risco sobre o investimento em um país bem como para a definição da taxa de juros.

    Além disso, as empresas sediadas nesses países que possuem capital aberto, também são avaliadas e ganham uma nota. As notas das empresas são dadas de acordo com as características financeiras delas além da nota do país onde está a sua sede.

    O que é grau altamente especulativo?

    Quando um país possui um desajuste fiscal muito grande, apresentando risco de inflação, aumento da dívida pública e desvalorização da moeda, pode-se dizer que ele possui um grau altamente especulativo.

    Desse modo, quando há um déficit orçamentário por muitos anos seguidos e nenhum compromisso do governo com o ajuste fiscal, a nota daquele país será rebaixada. Consequentemente as empresas que possuem sede naquele país, também.

    Portanto, empresas sólidas com uma boa gestão administrativa, procuram acompanhar a política econômica do país em que possuem a sede. Isso possibilita à elas adotarem estratégias que não comprometam o grau de investimento, tornando-se empresas de risco.

    Existem inclusive, fundos de investimentos que são impedidos pelos seus próprios estatutos de aplicar o capital em empresas ou países que não tenham um grau de investimento, nesse caso, os países e empresas considerados de grau especulativo.

    Como funciona o rating dos países e empresas?

    A classificação de risco, também conhecida como rating, é o método usado pelas agências para avaliar as empresas, bancos e países.

    Desse modo, para avaliar o grau de especulação, de tempos em tempos essas agências enviam um dos seus representantes para analisar o devedor.

    Assim que chegam no país que será avaliado, os representantes irão avaliar o contexto político, econômico, os impedimentos jurídicos e a expectativa do mercado interno para então dar uma definição de grau especulativo ou de investimento para ele.

    O que o grau especulativo diz?

    Quando um país está trabalhando bem o gasto público e criando condições jurídicas para o investimento privado, embora ainda apresente déficit, este país pode subir para grau de investimento.

    Isso acontece porque as agências estão vendo que a política fiscal adotada no presente surtirá efeitos positivos no futuro.

    Por outro lado, quando o gasto público está desalinhado, os juros básicos da economia em curva crescente e a inflação em alta, o grau do país poderá ser considerado grau de especulação, demonstrando assim o risco do investimento naquele país.

    Desse modo, as debêntures de grau especulativo emitidas por empresas que tenham sede nos países considerados de risco, terão menos procura por investidores, o que impossibilita muitas vezes a realização de investimentos produtivos no país.

    Foi possível entender o que é grau especulativo? Deixe suas dúvidas nos comentários.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *