gecon
Por: Tiago Reis

Gecon: conheça o modelo de gestão econômica baseado em dados

Gerenciar um negócio é um grande desafio que implica em uma série de escolhas por parte do administrador. Entre eles, a escolha das ferramentas que irão ajudá-lo neste processo. Uma das opções existentes é o Gecon.

Diferente de boa parte das metodologias aplicadas nas empresas mundo afora, o Gecon é uma criação brasileira utilizada para otimizar a gestão e auxiliar o planejamento financeiro.

O que é Gecon?

Gecon é a sigla de modelo de gestão econômica, metodologia que foca nos resultados econômicos por meio da sua administração. Na prática, trata-se de um modelo gerencial que prioriza a melhoria da produtividade das empresas, bem como da sua eficiência operacional, em dados sólidos do negócio.

Este conceito de controle econômico foi um dos pontos de partida para um novo olhar sobre o papel da contabilidade dentro das empresas.

Minicurso: Contabilidade para Investidores

Inscreva-se no nosso minicurso gratuito e aprenda os principais conceitos de contabilidade para quem quer investir em empresas na Bolsa de Valores!

Tradicionalmente, este setor era responsável apenas pela área fiscal do negócio com a responsabilidade de intermediar os processos entre a empresa e os órgãos ligados à Fazenda (os chamados fiscos).

Porém, a partir do Gecon, a contabilidade passou a ser pensada como uma estratégia gerencial. Seu objetivo principal seria auxiliar os processos de tomada de decisão por meio dos dados contábeis da empresa.

Desta forma, os relatórios contábeis passariam a ser focados no gestor e não na área técnica do governo. Isso para que a gestão econômica do negócio fosse mais baseada em dados. E é justamente este o aspecto administrativo idealizado no Gecon.

Com a aplicação desta metodologia, o patrimônio líquido passaria a representar o real valor da empresa (Enterprise Value), não apenas um dado variável. Por isso, está diretamente atrelado à controladoria do negócio.

Como o Gecon funciona?

Apesar de utilizar a contabilidade como ferramenta principal, tal metodologia vai contra algumas formas tradicionais de análise deste segmento. Isso porque ela busca o real valor da empresa, não apenas o quanto ela custa e o quanto lucra.

Assim, o Gecon trabalha com um conceito de controle econômico baseado em algumas premissas estruturais fundamentadas na ideia de gerenciamento econômico. São elas:

  • Medição da eficácia da empresa;
  • Processo de geração de lucro;
  • Responsabilidade pela geração de lucro;
  • Papel do gestor;
  • Informação para a gestão;
  • Aspectos operacionais, financeiros e econômicos da atividade.
Guia de Economia para Investidores

Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

Ao analisar cada um destes tópicos, o gestor consegue medir o valor econômico da empresa. A partir destas informações, seria possível também melhorar processos e mensurar de forma mais efetiva o desenvolvimento do negócio.

Com isso, o Gecon se torna uma alternativa ao sistema de custeio tradicionalmente implementado pela contabilidade. Isso porque a sua forma de analisar a empresa é mais ampla e incisiva.

Como o Gecon com desenvolvido?

É comum nos depararmos com uma série de metodologias famosas desenvolvidas em outros países e importadas ao Brasil para melhorar a produção. Entretanto, o Gecon foge à regra, por ser nacional. O Gecon foi criado pelo professor e doutor em contabilidade Armando Catelli, falecido em 2017, aos 83 anos.

O desenvolvimento da metodologia foi elaborado em parceria com o Departamento de Contabilidade e Atuária da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo (FEA-USP), na década de 1970.

Porém, sua repercussão se estende até os dias atuais, servindo inclusive como base para que os profissionais da área contábil alterassem sua atuação no mercado.

Foi possível saber mais sobre o Gecon? Deixe suas dúvidas nos comentários abaixo.

Telegram Suno
Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

208 artigos
Ações

FIIs

54 artigos
FIIs
accounting (1)

Minicurso Gratuito

Contabilidade Para investidores

Aprenda os principais conceitos sobre contabilidade que todo investidor precisa saber!

Frame

NÃO VÁ EMBORA AINDA...

Inscreva-se e receba Grátis conteúdo exclusivo sobre Poupança, Ações, Economia e muito mais!