Free Float

Você já se deparou alguma vez com o conceito de Free Float? Esse é um termo comum no mercado das ações listadas na bolsa de valores.

Free Float (FF) mede a porcentagem de ações da companhia que estão em livre circulação no mercado. De fato, a tradução é direta: Float significa “circulação” enquanto Free  quer dizer “livre”.

Ou seja, o FF representa aquelas ações que estão em posse do mercado, e portanto, são negociadas livremente através da bolsa brasileira, a B³.

Portanto, não são consideradas em circulação as seguintes ações:

Então, vamos a um exemplo:

  • Ações em posse dos controladores: 5.000.000
  • Ações detidas pelos administradores: 500.000
  • Ações em livre circulação: 2.500.000

Portanto, o total de ações é de 8 milhões e o FF de 2,5/8 = 31,3%

 

O valor mínimo de Free Float

Free Float minimoNão existe um valor mínimo regulatório quanto ao FF. Contudo, dependendo do segmento de listagem da companhia, pode haver um mínimo em relação ao capital social. Atualmente, esses valores são de :

  • 25% do capital social para o Nível 1 e Nível 2
  • 25% a partir do 7º ano de listagem, para Bovespa Mais e Bovespa Mais Nível 2
  • 25% ou 15% (se o volume médio diário for maior que R$ 25 milhões) para o Novo Mercado

Mas e qual é a média de FF? 55%, considerando apenas ações que negociam mais de R$ 100.000 por dia. Além disso, seria sensato esperar que, quanto maior o FF, maior seria a liquidez da ação. Entretanto, na prática não parece haver tal correlação. Existem ações com baixo FF e alta liquidez e ações com alto FF e baixa liquidez. Veja abaixo como parece não haver nenhuma correlação:

orrelação volume e free float

não há correlação entre volume de negociação e free float – Economatica/Suno Research

Contudo, realizamos esse estudo com base na cotação de 06/04/2018. Pode ser que no futuro tal relação mude.

 

Free Float da ON e PN

Free Float da ON e PN

Free Float da ON ,PN e total

Por fim, é importante mencionar a diferença entre empresas com controle familiar e corporações. As empresas familiares possuem muitas ações PN em circulação no mercado enquanto que a maioria das ON está em posse dos membros da família que fundou a companhia.

Por outro lado, nas corporações, temos a situação de controle pulverizado, em que não há a figura tão definida do acionista controlador, apesar de que possam existir vários acionistas relevantes. A primeira companhia desse tipo aqui no Brasil foi a Lojas Renner.

Assim, uma outra forma de avaliar o FF é individualizando o FF para ações ON e PN. Quem gostaria de ter apenas ON e não PN pode se incomodar com um baixo float das ações ordinárias, apesar do total elevado de ações em circulação. Inclusive, há quem diga que uma companhia com muita PN no mercado mas pouca ON estaria fazendo uma “falsa” abertura de capital.

Por fim, para encontrar o FF da ON, PN e o total, basta entrar na página da empresa no site da bolsa brasileira, a b³, escolher a empresa e depois rolar a página até a tabela mostrada acima.

 

 

 Conclusão sobre o Free Float

Free Float e liquidezO Free Float é um indicador útil para avaliar a proporção das ações ON, PN e total que estão em circulação no mercado. Além disso, um FF mínimo de 25% é requisito para os segmentos especiais de listagem. Apesar disso tudo, o FF não está diretamente relacionado à liquidez e nem deve ser utilizado como critério exclusivo para avaliar governança corporativa.

 

Compartilhe a sua opinião
Rodrigo Wainberg

Rodrigo Wainberg

Profissional aprovado no Level III da certificação CFA, investidor em ações há 6 anos, possui registro de Analista e Consultor de Valores Mobiliários, e é Bacharel em Física pela UFRGS.