Acesso Rápido

    Fiikipedia – Ladeira acima

    Fiikipedia – Ladeira acima

    Fiikipedia

    Prof. Baroni – 28 de maio de 2020

    Ladeira acima

    Hoje (28/05/2020), às 21h, recebo dois convidados especiais para uma Live importante para quem investe em Fundos de CRIs Pulverizados. Contarei com a presença do Gestor de uma Servicer (Conveste) e um especialista no mercado de fundos imobiliários (FII Fácil). São eles:

    • Bruno Almeida – Diretor de Operações (Conveste)
    • Diogo Arantes – Especialista em Fundos Imobiliários (FII Fácil)

    Live:

    Em meio à pandemia, tivemos a publicação do Boletim de Fundos Imobiliários da B3 (ref. abr-20), onde temos dados importantes a serem observados (e celebrados). O principal deles é, com absoluta certeza, o volume crescente de novos investidores.

    Note que nossa indústria de FIIs cresceu 3,36% em relação à quantidade de investidores e, agora, já somos 818 mil cotistas. Entendo que este ano devemos atingir a marca emblemática de 1 milhão.

    Será, hein?? Vamos trabalhar para isto! Topa? Incentive amigos e familiares.

    É importante reforçar que os dados são referentes à abr-20 e, diante disto, pudemos constar que os FIIs voltaram a negociar com desconto frente aos seus valores patrimoniais – este é um indicador que alguns cotistas observam na hora de tomarem decisões. Lembro, mais uma vez, que o “VP” atual tende a ser ajustado no futuro próximo, especialmente em função desta pandemia que deverá (re)precificar os ativos em geral.

    Fonte – B3

    O mercado segue, majoritariamente, sendo formado por investidores Pessoas Físicas com cerca de 62,37% de participação. Outra parcela importante (27,18%) são os Investidores Institucionais que, no Brasil, são representados, em boa parte das vezes, pelos Fundos de Fundos (FOFs).

    Em linha com o esperado, a liquidez segue diminuindo desde o início do ano, embora 2020 esteja sendo um ano com mais negócios do que em 2019.

    Fonte – B3

    Em abr-20, os FIIs mais negociados no mercado secundário foram XPML11, HGBS11, XPLG11, VISC11 e BCFF11. Vale observar que 03 dos 05 ativos são relacionados a shoppings centers, setor que mais sofre na crise.

    Em 2019, foram 68 ofertas sendo que, até o momento, já tivemos 25 novas emissões. É razoável assumir que tenhamos quantidade semelhante, embora o volume possa ser inferior. Em 2019, foram R$ 22,4 bilhões. Já em 2020, apenas R$ 8,4 bilhões até o momento.

    Por outro lado, a quantidade de novos fundos imobiliários negociados na B3 tem aumentado: 2019 (220 FIIs) / 2020 (236 FIIs).

    Apesar de todas as dificuldades, o mercado de Fundos Imobiliários no Brasil tem se mostrado resiliente, não só do ponto de vista de risco e retorno, como também em solidificar sua base de investidores.

    Claro, teremos ainda desafios pela frente, sobretudo pela grave crise que se desenha do ponto de vista econômico e sanitário. Porém, seguimos confiantes que iremos superar as dificuldades e que os juros baixos possam favorecer impulsionar ainda mais nossa indústria de FIIs.

    Vamos em frente: ladeira acima!

    Marcos Baroni
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *