Fiikipedia

Fiikipedia: A importância do padrão construtitvo

By 2 de novembro de 2017 No Comments
Fiikipedia: padrão construtitvo

O Fiikipédia desta semana terá uma linha bem prática e direta.

A ideia deste artigo é abordar alguns pontos importantes que devem ser observados ao selecionar um ativo imobiliário.

Vale destacar que o padrão construtivo vem evoluindo face às novas técnicas construtivas no Brasil.

Temos dito que comprar FII não é um concurso de Miss.

E é verdade.

No entanto, há de se constatar que ativos de alto padrão tendem a oferecer resultados mais robustos e consistentes em uma “régua” maior no tempo.

Sejamos práticos

Inicialmente, vou citar alguns pontos que devem ser observados ao escolher um ativo, de forma adequada, no setor de Lajes Corporativas:

  • Andares divisíveis em ao menos 2 conjuntos
  • Flexibilidade para implantação de escadas internas
  • Elevadores Inteligentes
  • Sanitários dentro da área privativa

Com relação ao Estacionamento e a Infraestrutura em geral, é válido perceber:

  • Vagas livres, com tamanho médio e grande
  • Área VIP e visitantes
  • Salas exclusivas para concessionárias (energia, telefonia etc)
  • Espaço para antenas na cobertura e Walking shafts

Mas isso não para por aí

A demanda do mercado faz com que as empresas de construção civil busquem inovações tecnológicas, a fim de trazer mais Conforto no ambiente de trabalho:

  • Ar condicionado com Central gelada
  • Funcionamento 24h (chillers e gás)
  • Vidros com isolamento acústico e térmico
  • Piso elevado (cabos e fibras óticas)

Some tudo isso à necessidade de Segurança e eficiência energética:

  • CFTV público e privado
  • Elevadores independentes (subsolo)
  • Escadas de emergência pressurizadas
  • Heliponto

E a busca constante pela Eficiência fez com que o mercado buscasse ativos que tivessem Certificação Ambiental, a fim de “chancelar” todo o projeto.

  • Sustentabilidade do Espaço
  • Racionalização do Uso da Água
  • Eficiência Energética
  • Qualidade Ambiental Interna
  • Materiais e Recursos
  • Inovação e Processos de Projeto

Mudando agora para os Galpões Industriais e Logísticos, procurei selecionar alguns outros pontos a serem observados também:

  • Altura do pé direito e Distância entre pilares
  • Capacidade do piso e Quantidade de docas por metro quadrado
  • Eficiência de ocupação (Área Fabril X Área Locável)
  • Sprinklers (incêndio)
  • Pátio de manobras e Vagas de espera

Assim como em lajes, cabe lembrar que os galpões podem buscar também adquirir certificação ambiental.

Outros pontos importantes pára serem observados,, ainda, sobre os galpões estão relacionados à necessidade de maior adequação de suas operações em função da expansão do comércio eletrônico.

  • Simplificação de operações (estrutura administrativa integrada)
  • Proximidade do consumo (áreas urbanas)
  • Cross Docking (docas para ambos os lados)

Finalmente, cabe destacar o Conceito de “Last Mile”.

Isso mesmo: A Última Milha.

Cada vez mais, os galpões deverão estar próximos dos centros urbanos, para que as entregas ocorram no mesmo dia. É uma tendência mundial e o Brasil não irá ficar de fora, especialmente com a chegada da Amazon.

Objetivos do Fiikipédia desta semana

Em primeiro lugar: mostrar os principais pontos a serem observados ao escolher ativos imobiliários de lajes e galpões, que representam bem mais da metade do mercado de FIIs no Brasil.

Segundo, é uma provocação. O que acha de começar a olhar os ativos presentes em nossos FIIs e ver se estão dentro de um padrão construtivo competitivo para dentro do mercado (região) onde estão inseridos?

Espero por você!

Participe de nossas Lives, no Canal do Youtube da Suno Research, sobre Fundos Imobiliários, às quintas-feiras, às 21h, e aproveite para tirar ainda mais dúvidas sobre tudo que foi abordado neste artigo.

Além disso, temos Relatórios e Radares Semanais bem completos com destaques dos principais fundos negociados no mercado brasileiro.

Compartilhe a sua opinião

Marcos Baroni

Marcos Baroni

Marcos Baroni, professor há 20 anos em cursos de Graduação e MBA nas áreas de Gestão de Projetos e Processos. Graduado na área de Tecnologia da Informação e pós graduado em Educação, investe no mercado financeiro desde o início de sua carreira e há 10 anos leva conhecimento por várias cidades do Brasil sobre como conquistar a Independência Financeira.