Acesso Rápido

    Fatos que você precisa saber sobre M. Dias Branco (MDIA3)

    Fatos que você precisa saber sobre M. Dias Branco (MDIA3)

    Hoje, falarei a respeito da M. Dias Branco, cujo código de negociação na B3 é MDIA3. Trata-se de uma das empresas mais importantes do setor alimentício nacional. Abordarei, então, alguns fatos, que julgo de extrema importância para os investidores, a respeito de MDIA3.

    #1 – O que a companhia faz?

    A M. Dias Branco é uma empresa presente no Brasil inteiro, líder na venda de massas e biscoitos no país. Ela opera há mais de 65 anos no setor alimentício nacional.

    Ela atua através de várias linhas de produtos, como biscoitos, massas, farinha, farelo de trigo, margarinas, misturas para bolos e torradas.

    Sua estrutura é extremamente verticalizada e eficiente, produzindo boa parte das matérias-primas que utiliza, além de controlar boa parte de sua distribuição.

    #2 – As marcas que a companhia possui

    A empresa possui diversas marcas reconhecidas regionalmente, listadas na imagem a seguir:

    De todas estas marcas, sete compõem mais de R$ 500 milhões do faturamento bruto anual: Vitarella, Piraquê, Medalha de Ouro, Richester, Fortalez, Finna e Adria.

    A M. Dias Branco, portanto, possui uma boa vantagem competitiva por ser dona de marcas fortes. Além disso, possuir marcas tão queridas pelo consumidor é um fator responsável por impulsionar a rentabilidade da companhia.

    Um portfólio como este é fruto também da notável capacidade da M. Dias Branco em fazer boas aquisições. A mais recente delas, em 2018, foi a Piraquê, visando acelerar seu crescimento nas regiões dominadas por esta marca, o que eventualmente se traduzirá em expansão geográfica de receitas.

    Além disso, a compra da Piraquê possibilitou que ela incluísse em seu portfólio produtos de maior valor agregado. O valor envolvido nesta transação foi de R$ 1,5 bilhão.

    #3 – A empresa possui um bom histórico de resultados

    Em suas apresentações, a M. Dias Branco exibe um bom crescimento de seus resultados nos últimos anos. De 2009 a 2018, ela elevou sua receita líquida em 2,6 vezes, seu lucro líquido em 2,1 vezes, sua geração operacional de caixa em 2,3 vezes e seu EBITDA em 2,0 vezes.

    É importante destacar que este crescimento veio aliado a um crescimento de market share em ambos os segmentos liderados pela empresa: biscoitos e massas. Em 2009, o market share em cada um destes era, respectivamente, 21,3% e 23,2%. Já em 2018, estes números alcançaram 34,0% e 36,0%, respectivamente.

    E-book: Aprenda como analisar uma ação

    Baixe gratuitamente o nosso ebook e conheça os principais critérios para se analisar uma ação antes de investir!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    #4 – A empresa é muito moderna, em termos fabris, e bastante verticalizada

    Grande parte do seu maquinário é de última geração. Além disso, um dos fatos que garante uma excelente vantagem competitiva para a M. Dias Branco é a verticalização de seus insumos.

    A título de ilustração, hoje, 85% da farinha de trigo consumida em seus processos é produzida pela própria empresa. No caso da gordura vegetal, este número de produção interna alcança 98,7%.

    Este aspecto é muito importante por garantir agilidade, segurança, confiabilidade da operação, custos menores e melhores margens em relação aos seus concorrentes.

    #5 – Capacidade de produção e distribuição

    A companhia possui mais de 15 plantas industriais e 38 centros de distribuição no Brasil. Destaca-se sua participação no Nordeste, no Sudeste e no Sul. Embora a penetração no Norte e no Centro-Oeste ainda seja baixa, isso pode representar uma possibilidade futura de expansão.

    #6 – Ampla base de clientes

    A diversificação de clientes da empresa permite que ela reduza seus riscos, uma vez que reduz sua dependência de grandes compradores importantes.

    Além disso, a presença importante do Cash & Carry se traduz em um ponto interessante: como são compradores que possuem menor poder de barganha, há um aumento de margens graças a esta parcela de clientes.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *