Acesso Rápido

    Escambo: entenda o que é e como era esse sistema de troca

    Escambo: entenda o que é e como era esse sistema de troca

    Nos dias atuais são realizadas trocas entre bens e serviços que são intermediadas pelo papel-moeda, regulamentados no brasil pelo Banco Central.. No entanto, antigamente essas trocas eram através de bens materiais, sendo isso chamado de escambo.

    O escambo perdurou por muito tempo na sociedade medieval. Com a evolução do sistema financeiro, foi introduzido a moeda como meio de troca.

    O que é Escambo?

    Escambo é o nome dado para um troca entre bens sem que para isso haja a necessidade de ter uma moeda intermediando.

    Nesse caso um produto é trocado por outro. Para isso as duas partes precisam estar de comum acordo. Um exemplo comum, trazendo para o século XXI, poderia ser a troca de um relógio por um smartphone.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    No exemplo acima, pode até acontecer dos produtos não terem um valor de mercado exatamente igual. Mas, para as partes o conceito é de que a negociação vale a pena.

    Hoje em dia a prática do escambo é rara. Afinal, por conta da criação da moeda, os bens passaram a ter um valor específico de mercado. Porém, antigamente o escambo era a principal maneira de troca entre bens.

    Quer saber mais sobre contabilidade para investidores? Então baixe o nosso minicurso sobre contabilidade.

    Histórico do escambo

    Antes do surgimentos das moedas, as trocas eram realizadas entre bens. Portanto, era comum a troca entre animais que eram caçados.

    Quando a agricultura começou a se desenvolver, o escambo ainda fazia parte dos meios de troca.

    Portanto, o criador de ovelhas trocava elas por milho por exemplo. No entanto, com o tempo foram observando que alguns bens eram mais abundantes que outros.

    Nisso, duas unidades de um determinado produto eram trocadas por uma unidade de outro. E a medida que mais produtos foram sendo introduzidos, mais complexo as trocas foram ficando.

    Para resolver o problema, passaram então a usar uma medida de troca. Na época, utilizaram algumas medidas como sal e cobre até em um momento tornar-se o papel-moeda como se conhece hoje.

    Como foi o Escambo no Brasil?

    No Brasil, logo após a chegada dos portugueses, utilizou-se o escambo na terra tupiniquim. Na época os índios trocavam pau-brasil por utensílios domésticos.

    Ou seja, cortavam e transportavam a madeira e em troca recebiam utensílios como espelhos, facões, perfumes ou aguardente.

    Alguns historiadores afirmam que essa troca era desigual. Mas, na ocasião eram duas culturas diferentes praticando o escambo.

    Qual foi a importância desse sistema?

    Entender o que significa escambo é entender como a economia foi se desenvolvendo no decorrer dos séculos.

    Afinal, as trocas foram responsáveis pelo início do desenvolvimento civilizatório. Onde as pessoas iniciaram um desenvolvimento mais completo do sistema monetário.

    Este sistema foi responsável por desenvolver o comércio, tornando a economia mais complexa e posteriormente mais desenvolvida.

    Toda evolução e mudança que iniciou-se a partir do escambo, evolui para um sistema financeiro complexo com diversas moedas espalhadas pelo mundo e com instrumentos monetários que tem o intuito de estimular a companhia como o quantitative easing.

    Foi possível entender o que é escambo? Deixe suas dúvidas, comentários ou sugestões no espaço dos comentários abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *