demanda agregada

Você sabia que a demanda agregada é um dos fatores que afetam o desenvolvimento econômico de um país?

A teoria da demanda agregada tem como base o pensamento do economista britânico John Maynard Keynes.

A demanda agregada é a soma de toda a demanda de um país. Nela esta inclusa a demanda de todos os agentes de uma economia: consumidores, empresas, governo, exportadores e importadores. A teoria da demanda agregada é até hoje utilizada para medir a produção dos países.

Do que é composta a demanda agregada?

fatores da demanda agregadaA demanda agregada é composta por:

Você pode perceber que já viu esses 4 componentes em alguma outra fórmula econômica.

Isto ocorre pois esses são exatamente os 4 componentes do PIB, o produto interno bruto, que pode ser considerado também a demanda agregada de um país.

Por que simplesmente não aumentar os gastos?

Ao se deparar com a equação da demanda agregada e do PIB muitas pessoas podem pensar então: “Então basta o governo aumentar os gastos infinitamente para o país crescer”.

Seria bom se fosse assim tão fácil, mas a realidade é muito distinta.

Isto não ocorre devido a um efeito que os economistas chama de “crowding out”. Que pode ser traduzido no contexto para português como um “deslocamento forçado”.

Esse deslocamento diz respeito ao fato de que um aumento excessivo dos gastos do governo afasta o investimento privado e o consumo, outros dois componentes da demanda agregada.

Isto ocorre pois, quando o governo eleva muito os gastos, a tendência é que ocorra um aumento da inflação. Ainda, esse aumento dos gastos tende a aumentar o déficit do governo, o que gera desconfiança por parte dos seus credores.

Devido a esses dois fatores o governo tende a ser obrigado a elevar os juros, e é aí que se desestimula o investimento privado.

As empresas podem sempre optar por investir em fábricas e projetos ou comprar títulos de dívida. Ou seja, há um trade off entre investimento em juros e investimento em projetos.

Uma vez que a taxa de juros sobe os títulos de dívida se tornam mais atrativos, e assim reduzem a atratividade dos investimentos em projetos.

Portanto, as empresas passam a investir menos e contratar menos pessoas. E em casos extremos isso pode levar até a demissões, o que causa um aumento do desemprego no país.

O que por sua vez se traduz em menos consumo por parte da população.

Dessa forma o governo não pode simplesmente elevar os gastos esperando que isto por si só gere o desenvolvimento do país.

Até porque, caso fosse assim, não haveria país pobre no mundo, já que bastaria aumentar os gastos do governo para elevar o PIB.

O equilíbrio com a oferta agregada

A economia chega ao seu equilíbrio de longo prazo quando a demanda agregada se iguala com a curva de oferta agregada.

Isto é, a quantidade demandada de bens é exatamente igual à quantidade ofertada. Nesse equilíbrio então será estabelecido um determinado nível de preços e de produto.

De acordo com a teoria de Keynes, sempre que uma das curvas se mover (demanda agregada ou oferta agregada) será composto um novo equilíbrio.

Compartilhe a sua opinião
Tiago Reis

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.