Acesso Rápido

    Custo Brasil: o que é, como funciona e quais seus efeitos?

    Custo Brasil: o que é, como funciona e quais seus efeitos?

    Existem diversos fatores que afetam de forma significativa a economia de um país. Um deles é o custo Brasil.

    Por afetar diretamente a economia de um país, o custo Brasil é um dos principais elementos que impactam o PIB de um país e a produção em território nacional.

    O que é o Custo Brasil?

    O Custo Brasil é o termo, dentro da economia, comumente associado ao nível de dificuldade e esforço necessário se produzir ou vender algo no território brasileiro.

    Ou seja, o custo Brasil seria um indicador, mesmo que informal, que reúne em si todos os obstáculos que atrapalham, de certa forma, a eficiência e a produtividade da economia brasileira.

    Logo, quanto maior o custo Brasil, mais difícil, custoso e ineficiente é produzir ou desempenhar alguma atividade econômica no país.

    Guia de Economia para Investidores

    Confira os principais conceitos econômicos e aprenda como a economia pode influenciar seus investimentos com o nosso ebook gratuito de Economia para Investidores!

    Parabéns! Cadastro feito com sucesso.

    Ops! Algo deu errado. Tente novamente.

    Essa série de custos e despesas associadas a produção doméstica tornam difícil para o produtor brasileiro competir no mercado internacional.

    Também pode tornar inviável a competição entre o produto nacional e o produto estrangeiro.

    Qual a composição do Custo Brasil?

    Para calcular o Custo Brasil e entender o tamanho do seu impacto sobre o resultado nacional, é necessário, primeiramente, conhecer os principais fatores que fazem parta da composição do Custo Brasil.

    Esses custos estão associados as dificuldades e empecilhos existentes no Brasil que influenciam a eficiência operacional.

    Contudo, é importante que sejam demonstradas e exemplificadas algumas dessas dificuldades que compõem o indicador.

    • Alta burocracia;
    • Estrutura tributária;
    • Problemas de infraestrutura;
    • Riscos judiciais.

    Alta burocracia

    No Brasil, atividades essenciais para o funcionamento de um espaço corporativo podem ser extremamente burocráticas.

    Isso gera um gasto excessivo de tempo, esforço e, consequentemente, de capital por parte das companhias.

    Estrutura tributária

    Entre impostos sobre a renda de pessoa física, jurídica, tributações não uniformes sobre mercadorias, além de outros encargos associados a produção no ambiente doméstico, há um grande custo tributário (direto e indireto) para as companhias.

    Toda essa conjuntura prejudica muito o resultado das exportações, já que torna as companhias nacionais muitas vezes com um preço não competitivo em relação ao mercado internacional.

    Problemas de infraestrutura

    Por conta de problemas de infraestrutura presentes no Brasil, os processos de transportes, distribuições, entre outros relevantes para a comercialização de produtos, podem se tornam mais custosos.

    Há deficiência de estradas de ferros e hidrovias, portos e aeroportos insuficientes, além de estradas de alta rodagem em péssimo estado.

    Riscos judiciais

    Ainda é possível listar os grandes riscos judiciais para as companhias que produzem no território nacional.

    Por uma legislação complexa, muitas companhias acabam tendo gastos extrapolantes envolvendo questões judiciais, o que pode comprometer muito o resultado de uma empresa.

    Assim, juntando os 4 fatores supracitados, além de outros problemas existentes que comprometem a produção e a competitividade nacional, é possível compreender mais a fundo a composição do Risco Brasil e como ele pode ser um fator retardador para o desenvolvimento e crescimento econômico nacional.

    Esse artigo te ajudou a entender o que é o Custo Brasil? Deixe dúvidas e comentário no espaço abaixo.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *