Acesso Rápido

    CSV: entenda como funciona o indicador de Custo de Serviço Vendidos

    CSV: entenda como funciona o indicador de Custo de Serviço Vendidos

    Um grande dilema que afeta todos os prestadores de serviços é o quanto cobrar pela sua mão de obra. Algo com o qual o CSV pode ajudar.

    Isso porque o primeiro passo para saber o quanto cobrar é o quanto custará este trabalho. O que é o objetivo do CSV.

    O que é o CSV?

    CSV é a sigla para Custo dos Serviços Vendidos, um cálculo que mostra o quanto custa para a empresa a venda de cada um dos seus trabalhos e por um determinado período.

    Assim como o Custo dos Produtos Vendidos (CPV), o Custo dos Serviços Vendidos tem objetivo gerencial e pode ajudar os empreendedores em sua jornada.

    Afinal, é difícil não falir se o gestor não tem conhecimentos administrativos.

    Qual é a função do CSV?

    Descobrindo o quanto custará para executar cada serviço vendido, o empresário poderá fazer uma melhor análise sobre a sua gestão.

    Comparando os Custos dos Serviços Vendidos ano a ano, é possível acompanhar o crescimento ou diminuição destes gastos.

    Assim, é possível verificar em qual setor mais ocorreram alterações e, se for o caso, traçar estratégias para reduzir gastos sem perder produtividade.

    Isso sem falar nos ajustes que precisam ser feitos no valor dos honorários acerca do serviço prestado.

    Sejam eles por conta da inflação ou das mudanças decorrestes do seu segmento.

    Como calcular o CSV?

    Para calcular o CSV, é preciso ter os seguintes dados a mão:

    • Saldo Inicial dos Serviços em Andamento (SIN);
    • Mão de Obra Direta aplicada nos serviços vendidos (MO);
    • Gastos Diretos (GDS);
    • Gastos Indiretos (GIS);
    • Saldo Final dos Serviços em Andamento (SFI).

    Lembrando que os gastos indiretos abrangem a energia elétrica, água e depreciação dos bens da empresa.

    Enquanto os gastos diretos são aqueles que envolvem diretamente os serviços prestados, como subcontratações e locação de equipamentos.

    Essas informações são necessárias porque compõem a fórmula do CSV.

    Ela é a seguinte:

    • CSV = Sin + (MO + GDS + GIS) – Sfi

    Exemplo de CSV

    Para ficar mais fácil o entendimento desta conta, vamos a um exemplo de CSV.

    Digamos que uma empresa de limpeza esteja tentando descobrir seu CSV e tenha os seguintes dados:

    • Saldo Inicial dos Serviços em Andamento de R$ 10 mil;
    • Mão de Obra Direta de R$ 25 mil;
    • Gastos Diretos de R$ 8 mil;
    • Gastos Indiretos de R$ 5 mil; e
    • Saldo Final dos Serviços em Andamento (Sfi) de R$ 30 mil.

    Logo, a conta fica:

    • CSV = 10000 + (25000 + 8000 + 5000) – 30000

    Sendo assim, o CSV nesse caso é de R$ 18 mil.

    Para que se consiga chegar a este número, é preciso que os registros contábeis da empresa estejam corretos e em dia.

    Afinal, qualquer número errado alteraria a conta por completo.

    É possível bater este resultado com o faturamento do empreendimento e ver se a empresa está tendo lucro ou prejuízo.

    Esta análise financeira pode ser mais eficaz se os conhecimentos dos interessados no tema forem reforçados.

    Para isso, é possível participar do minicurso de Contabilidade para investidores da Suno Research.

    Além de compreender o CSV, será possível compreender melhor como funciona a Contabilidade de um negócio.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    3 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Joao Pedro 30 de novembro de 2019

      O que seria saldo Inicial dos Serviços em Andamento e Saldo Final dos Serviços em Andamento (Sfi)

      Responder
      • Suno Research 4 de dezembro de 2019

        Esses índices representam os saldos dos estoques, considerando os custos dos serviços que durante o momento da apuração do indicador.

        Responder
        • helena 7 de maio de 2020

          mas nos servicos nao tem estoque ? cm fazer?

          Responder