Acesso Rápido

    Contas de pagamento: entenda como funciona esse tipo de conta

    Contas de pagamento: entenda como funciona esse tipo de conta

    Os bancos concentram uma grande parte dos recursos do mercado financeiro. Mas em um setor de grandes empresas consolidadas, tem surgido novas empresas com serviços financeiros. Um exemplo, são as contas de pagamento.

    As contas de pagamento surgiram juntas com o crescimento das fintechs – empresas que trabalham para inovar e aperfeiçoar os serviços oferecidos pelo sistema financeiro.

    O que são as contas de pagamento?

    As contas de pagamento são uma opção de serviço que permite realizar pagamentos, fazer transferências por aplicativos. Elas oferecem serviços, normalmente, sem tarifas para os clientes.

    Qual a diferença entre conta de pagamento e conta corrente

    As Contas de Pagamento são chamadas assim porque elas não possuem permissão para fazer atividade de concessão de empréstimos e liberação de crédito.

    Diferente de uma conta corrente, as de pagamento têm autorização apenas para serviços de pagamento. Ou seja, elas não podem realizar atividades privativas.

    Um outra diferença entre conta de pagamento e conta corrente é que a primeira só pode ter saldo inferior ou igual a cinco mil reais.

    Essas autorizações e normas foram feitas pelo Banco Central. Entretanto, o Banco Central não faz a regulação de todas as contas no país. Isso porque há uma série de contas no país que o controle é difícil de ser feito.

    Tipos de contas de pagamento

    Também são consideradas como uma opção de contas de pagamento os serviços de pagamento e transferências online, como:

    • Paypal;
    • PagSeguro;
    • Google Wallet;
    • Mercado Pago;
    • Payoneer.

    Além disso, até mesmo um cartão pré-pago pode ser considerado um tipo de conta de pagamento. Por isso, muitas contas de pagamento não estão vinculadas diretamente com o Sistema Brasileiro de Pagamento.

    Hoje, no mercado muitas opções de contas que oferecem serviços muito parecidos por bancos tradicionais. Por isso, muitas contas aparentam ser contas corrente.

    Para monitorar e organizar melhor as suas contas, baixe agora mesmo a nossa planilha de Orçamento Familiar e controle todos os seus gastos da melhor forma.

    Funcionamento das contas de pagamento

    As contas de pagamento possuem algumas diferenças de funcionamento comparando com outros tipos de contas.

    Por exemplo, contas correntes podem ter o dinheiro dos clientes aplicado de forma livre. Já nas opções só de pagamento, a aplicação deve ser feita em títulos públicos ou depositado em conta do Banco Central.

    Essa norma é seguida desde que foi feita a regulamentação. O funcionamento de dessa opção de conta é regulado desde 2013 por uma lei específica para tal.

    A regulação foi uma forma de tornar mais seguras as operações. Hoje, além disso as só podem fazer empréstimos em valores para o próprio governo federal. Isso porque os saldos só podem ser aplicados nos títulos ou no Banco Central.

    Vantagens e desvantagens

    Se um cliente possui dificuldades para perceber as diferenças diferença entre conta de pagamento e conta corrente que possui pode ser que ele não use todos os serviços contratos.

    Uma outra característica desse tipo de conta é que elas serviços mais limitados. Mesmo assim, as empresas que oferecem o serviço tem se popularizado no mercado.

    Além disso, muitas vezes, são uma opção com custos menores de manutenção que uma conta bancária mais tradicional. O que para alguns clientes é uma vantagem.

    A regulação das contas de pagamento foi uma forma de aumentar a competitividade entre os bancos e aumentar a qualidade do serviço prestado pelas instituições financeiras no país.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    1 comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Marina 22 de setembro de 2020

      Prezados, excelente artigo! Apenas uma pequena correção em relação à afirmação: “Um outra diferença entre conta de pagamento e conta corrente é que a primeira só pode ter saldo inferior ou igual a cinco mil reais.”. Nos termos do artigo 4º da Circular n. 3.680/13, é possível sim que uma conta de pagamento possua saldo superior a cinco mil reais, o que muda é o tipo de identificação realizada em relação ao cliente.

      Responder