Acesso Rápido

    Competição monopolista: Aprenda sobre esta forma comum de mercado

    Competição monopolista: Aprenda sobre esta forma comum de mercado

    Você sabia que a competição monopolista está presente em seu dia a dia?

    A competição monopolista se trata, inclusive, de uma das formas mais comuns de mercado.

    A competição monopolista é uma forma de mercado que mescla situações de um mercado competitivo com situações de um monopólio. Na concorrência monopolística, as firmas competem entre si com produtos similares, mas não idênticos. Dessa forma, os produtos vendidos podem ser considerados substitutos, mas não são substitutos perfeitos.

    O principal elemento de competição perfeita presente na concorrência monopolista é a livre entrada de firmas. Ou seja, o setor pode a todo momento se tornar mais competitivo.

    Assim, há uma disputa de preço pelas empresas, que buscam obter a preferência do consumidor.

    Já o elemento de monopólio presente na competição monopolista se dá pois as firmas se deparam com uma demanda negativamente inclinadas pelos seus produtos, e não horizontal como no mercado competitivo.

    Em um mercado competitivo qualquer empresa que cobrar acima do preço de mercado não irá vender sequer uma unidade.

    Para ter um exemplo de um mercado perfeitamente competitivo imagine um mercado no qual existam inúmeros vendedores vendendo tomates idênticos. O preço deste tomate é de R$ 2. Qualquer vendedor que cobre um preço maior que R$ 2, como por exemplo, R$ 4, não venderá sequer um tomate, pois os clientes podem comprar um produto igual ao lado por um preço mais barato.

    Já na concorrência monopolista, como os produtos são similares, mas não idênticos, algumas empresas podem conseguir vender os seus produtos por maiores preços.

    Competição monopolista – exemplo

    O mercado de sandálias é um exemplo de concorrência monopolista
    O mercado de sandálias é um exemplo de concorrência monopolista

    Um bom exemplo de concorrência monopolística é o mercado de sandálias.

    O mercado de sandálias apresentam produtos que são muitos similares, e que desempenham a sua função de forma quase que igual.

    No entanto, existe diferenciação nos produtos, principalmente acerca da imagem das marcas dos calçados.

    Justamente por esta diferenciação é que os produtos são negociados a preços diferentes.

    A marca Havaianas, por exemplo, costuma ser negociada a um preço acima dos seus concorrentes.

    Pois, através de um posicionamento de marca, este produto é colocado como superior sobre os seus concorrentes.

    No entanto, os consumidores não estão dispostos a pagar qualquer preço por uma sandália Havaiana.

    É de se imaginar que, se a sandália desta marca custar muito acima dos seus concorrentes os consumidores irão optar por marcas mais baratas.

    Justamente por isto o mercado de sandálias é um ótimo exemplo de concorrência monopolista. Já que há uma disputa de preços (elemento de mercado competitivo) mas os consumidores precisam pagar a mais por um certo tipo de produto (elemento do monopólio).

    Diferenciação dos produtos

    É pelo fato de a maioria dos setores estarem inseridos em uma concorrência monopolística que as empresas investem bastante em marketing.

    As companhias buscam propagar os seus produtos como sendo melhores do que os da concorrência, mesmo que sejam praticamente iguais na realidade.

    Quanto mais a empresa obtiver sucesso em registrar o seu produto como sendo superior, maior será o preço que poderá ser cobrado, e assim maior será a receita da empresa inserida na competição monopolista.

    Suno Research
    Compartilhe sua opinião
    Nenhum comentário

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *