Acesso Rápido

    CMV: o que é e como funciona o Custo de Mercadoria Vendida?

    CMV: o que é e como funciona o Custo de Mercadoria Vendida?

    O CMV é um indicador empresarial que é de interesse para investidores. Isso porque traz dados para cálculos usados na análise fundamentalista de negócios.

    Do ponto de vista gerencial, o CMV é importante para fazer a gestão do empreendimento de modo a administrar a lucratividade da operação.

    O que é CMV?

    CMV é a sigla para Custo da Mercadoria Vendida. Ele representa, basicamente, a soma das despesas e valores empregados nas operações para produzir e armazenar as mercadorias – até que a venda seja realizada.

    Este é um importante aliado para a gestão de empresas que lidam com estoques de mercadoria. Isso porque o indicador integra cálculos que dão a noção da rentabilidade da operação, como o lucro bruto. Também pode ser usado para a apuração da margem de contribuição de produtos vendidos.

    Como calcular o CMV?

    Na contabilidade empresarial, o CMV é um dos tópicos que fazem parte da DRE (Demonstração de Resultados do Período). Como já falado anteriormente, ele equivale ao custo total dos produtos vendidas por uma companhia, e não apenas de uma determinada mercadoria.

    Para fazer o cálculo do índice é preciso determinar o período que será analisado. Se for um mês, é necessário calcular a diferença no estoque entre o início e o final do mês, e somar o que foi adquirido no período. Sendo assim, a fórmula do CMV é dada por:

    • CMV = Ei + C – Ef

    Onde:

    • Ei = estoque inicial;
    • C = compras feitas no período analisado;
    • Ef = estoque final.

    Tome-se como exemplo uma loja de colchões. Supondo que tenha um estoque inicial 50 produtos no início do mês, a um custo de estoque total de R$ 50 mil. Ao longo do mês, o proprietário da loja comprou outros 20 colchões por R$ 20 mil. No final do mês, restaram 10 unidades, avaliadas em R$ 10 mil . Nesse caso, o CMV do período seria de R$ 60 mil.

    Quer saber mais sobre o que dizem os indicadores de uma empresa? Faça o minicurso de contabilidade para investidores da Suno.

    A importância do indicador

    É possível avaliar a qualidade de gestão de uma empresa com o Custo de Mercadoria Vendida. Quando um valor alto é usado para manter o estoque, há menos capital de giro da empresa.

    Assim, o negócio tem menos dinheiro para outros fins que trariam impacto financeiro para a empresa, como investimentos e para contratar funcionários.

    O indicador de Custo de Mercadoria Vendida também pode ser uma ótima sinalização para uma empresa melhorar o controle de estoque de mercadoria.

    Como diminuir o CMV de uma empresa

    A melhor forma de diminuir o Custo de Mercadoria Vendida é com uma boa gestão do estoque da empresa. Isto é, quanto mais tempo um produto fica estocado, maior o gasto. Mas há algumas formas de melhorar a gestão de estoque. Por exemplo:

    • Inventário Rotativo: Há programas que sorteiam aleatoriamente produtos do estoque para serem checados
    • Mapeamento e Integração de processos e operação: É possível ter uma ideia de quais produtos saem mais, organizar melhor a compra e evitar a falta;
    • Programação de compras: Um calendário de aquisições ajuda na gestão de estoque.

    Outro ponto importante da gestão de estoques, para empresas que lidam com produtos perecíveis, é sobre a validade dos itens. Esse controle é feito para evitar perdas por deterioração da mercadoria.

    Foi possível saber mais sobre CMV com este artigo? Deixe suas dúvidas nos comentários a seguir.

    Tiago Reis
    Compartilhe sua opinião
    4 comentários

    O seu email não será publicado. Nome e email são obrigatórios *

    • Vera Farias 25 de março de 2020

      bom dia, amigo tem como você me enviar um modelo de planilha de estoque para GLP?
      porque os sistemas de automação têm dificuldades em desenvolver.

      Amei seus ensinamentos,

      Responder
    • washington luiz 29 de maio de 2020

      Quero aprender os cálculos do CMV

      Responder
    • Alessandra Guarany 1 de junho de 2020

      Gostei muito do artigo, existe um curso específico para gastronomia?

      Responder
    • Sara da Silva Leigue 23 de outubro de 2020

      Quero aprender a calcular o cmv

      Responder