book de ofertas
Por: Tiago Reis

Book de Ofertas: saiba o que é e como funciona

Saber do que se trata o book de ofertas é uma ferramenta fundamental para qualquer investidor.

O book de ofertas é muito utilizado por traders como base para comprar e vender valores mobiliários. Eles praticam o chamado tape reading, que não é uma técnica com eficácia comprovada. Atualmente, os computadores substituíram o antigo pregão viva-voz e todo o processo de investimento na Bolsa de Valores ficou mais ágil e preciso, muito devido à utilização do book de ofertas.

O que é Book de Ofertas?

book de ofertas

O book de ofertas (ou no português, livro de ofertas), é o local onde encontram-se as intenções de compra e venda de ativos negociados em bolsa. O nome surgiu porque, antes da era dos computadores, as intenções de compra e venda de ações eram escritas em um livro e depois passadas para um quadro, onde ficavam à vista de todos os presentes no pregão.

Como Funciona o Book de Ofertas?

Todas as ordens de compra de algum ativo são listadas em ordem decrescente de acordo com o valor. Portanto, no topo do livro de ofertas estão as especificações das ordem de compra de maior valor.

As ofertas de venda, por sua vez, são listadas em ordem crescente de acordo com o valor, onde as de menor valor estão descritas no topo da lista.

Já as ofertas de compra de valores iguais são mostradas da mais antiga para a mais atual. E as ofertas de venda de mesmos valores também são disponibilizadas de acordo com a ordem cronológica.

Quando o sistema registra ordens de compra e de venda do mesmo valor, o negócio é executado e as ordens são removidas das listas de oferta deste ativo. E, no lugar delas, são colocadas outras ofertas.

book de ofertas modal mais

Exemplo de book de ofertas

Como era o Book de Ofertas antigamente?

Antes do book de ofertas online, ofertantes e demandantes precisavam dizer para os corretores se queriam comprar ou vender ativos. Isso na época do pregão viva-voz da Bolsa de Valores, antes dos computadores tomarem conta do mercado de investimentos.

Quando você quer vender algum bem, o modo mais rápido de fazê-lo é indo onde o seu público-alvo esteja presente, certo?

Era nestes moldes que as feiras de automóveis usados aconteciam, e ainda acontece em alguns poucos lugares.

Os proprietários dos carros colocavam placas nos vidros com todas as especificações do automóvel, bem como seu valor. Era como uma vitrine de ofertas dos carros naquele lugar.

Também era dessa forma que funcionava a oferta e compra de ativos na bolsa de valores.

O que a Bolsa de Valores fez?

A Bolsa de Valores adaptou esta maneira de se fazer negócios da seguinte forma. No lugar das vendas dos automóveis, compradores e vendedores se encontravam para realizar de negócios, pessoalmente ou representados por corretores.

Posteriormente, os pedidos de compra e ordens de venda eram enviados até a Bolsa de Valores. Especificando qual era o tipo de ativo, o preço que queriam pagar ou receber por eles e, inclusive, suas características.

Um funcionário da Bolsa subia através de uma escada e escrevia em uma lousa pintada na parede de concreto, com giz, todas as intenções de compra e de venda dos investidores. Assim, toda a informação tornava-se pública.

No decorrer do tempo, quando as ordens já estavam sendo atendidas, o funcionário da Bolsa tinha que apagar a oferta daquela lousa. E, posteriormente, escrever a próxima oferta no lugar da antiga.

Quem já trabalha no mercado de investimentos ou possui uma base sobre o mesmo, deve conhecer o termo “colocar a ordem na pedra”. Este termo significa o ato do funcionário escrever sua intenção de compra ou venda na lousa de pedra que mencionamos.

Quando a tecnologia do book de ofertas da Bovespa começou a guiar todos os nichos do mercado de investimentos e adentrou na Bolsa de Valores, as coisas mudaram um pouco (ou muito). Como vemos no início deste artigo.

Assim, o book de ofertas se modernizou com o passar o tempo, até chegar ao modelo totalmente informatizado adotado hoje em dia.

Tiago Reis

Formado em administração de empresas pela FGV, com mais de 15 anos de experiência no mercado financeiro, foi sócio-fundador da Set Investimentos e é fundador da Suno Research.

Nenhum comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia Mais...
Outras Seções

Ações

194 artigos
Ações

FIIs

49 artigos
FIIs

eBook Gratuito

Invista Como
Warren Bufeett

Aprenda a usar a estratégia do Value Investing, usada pelo maior investidor do mundo!

Suno Black

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para se tornar Suno Black e ter acesso a todas as nossas assinaturas em 1 único plano!

Suno Black

tudo.

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Aproveite os últimos dias para garantir a sua assinatura Suno Black e ter acesso a todo o conteúdo exclusivo Suno, com somente 1 assinatura!