Walter Salles

  • Nome Completo: Walter Moreira Salles Júnior
  • Data de Nascimento: 12 de abril de 1956
  • Local de Nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
  • Filhos: 1
  • Idade: 62
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Economista
  • Ocupação: Cineasta
  • Fortuna: US$ 5 bilhões
  • Estado Civil: Casado
  • Redes Sociais:

Quem é Walter Salles

Cineasta premiado, Walter Salles é responsável por filmes como Central do Brasil – obra pela qual recebeu, entre outros, o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro, em 1999. É um dos herdeiros de Walter Moreira Salles e acionista do Itaú Unibanco.

Ao lado do irmão João Moreira Salles, Walter Salles, ou Waltinho, como é chamado por alguns, fundou a produtora VideoFilmes, em 1987.

Tanto Walter quanto João são os únicos que não estão diretamente envolvidos na administração dos negócios da família.

A veia empresarial para cuidar do Itaú Unibanco, maior holding financeira do Brasil, e da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração, maior produtora mundial de nióbio, fica a cargo dos outros dois irmãos, Fernando Roberto e Pedro Moreira Salles.

Após se formar em economia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ), estudou comunicação audiovisual na Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

O filme Central do Brasil, lançado em 1998, teve direção de Walter e rendeu prêmios em diversas partes do mundo.

A atriz Fernanda Montenegro, protagonista da obra, recebeu uma indicação ao Oscar de Melhor Atriz pela personagem que interpreta na história.

Biografia de Walter Moreira Salles Júnior

Cineasta, nasceu no Rio de Janeiro em 1962. É Casado e pai de um criança.

Estudou economia na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ) e comunicação audiovisual na Universidade do Sul da Califórnia, nos Estados Unidos.

Nos anos de 1980 fundou com João Salles a produtora VideoFilmes. Inicialmente voltada para elaborar documentários para TV, a VideoFilmes foi responsável por longa-metragens nacionais, como Lavoura Arcaica (direção de Luiz Fernando Carvalho) e Madame Satã, de Karim Ainouz.

Terra Estrangeira foi o primeiro filme de Walter Moreira Salles Júnior a ser premiado. A obra foi lançada em 1995 e representou o Brasil em dezenas de festivais pelo mundo.

Em 1998, o cineasta lançou um dos principais longa-metragens da história do cinema nacional: Central do Brasil. O filme, aclamado pela crítica, foi indicado para dois Oscars: Melhor Filme Estrangeiro e Fernanda Montenegro, protagonista, concorreu ao prêmio de Melhor Atriz.

Ainda que não tenha levado a cultuada estatueta, Central do Brasil foi eleito melhor filme estrangeiro no Globo de Ouro, BAFTA e Festival de Berlin, entre outros.

Abril Despedaçado veio em 2001. Também dirigido por Walter Salles, foi nomeado ao Globo de Ouro de melhor filme de língua não inglesa.

Após dois filmes aclamados no Brasil e exterior, o diretor deu início a sua carreira à frente de filmes em outros idiomas.

O primeiro foi Diários de Motocicleta, de 2004, falado em espanhol. Água Negra, com personagens que se comunicam em inglês, veio no ano seguinte.
O jornal britânico The Guardian elegeu Walter Moreira Salles como um dos 40 melhores diretores do mundo.

Embora não tenha produzido nenhum filme campeão de bilheteria, Walter Moreira Salles Júnior é o segundo cineasta mais rico do mundo, graças ao patrimônio herdado do pai. A Forbes aponta George Lucas, da franquia Star Wars, em primeiro com cerca de US$ 5,5 bilhões. Steven Spielberg (Titanic e A Lista de Schindler) ocupa a terceira colocação, com US$ 3,6 bilhões.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Walter Salles