Silvio Santos

  • Nome Completo: Senor Abravanel
  • Data de Nascimento: 12 de dezembro de 1930
  • Local de Nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
  • Filhos: 6
  • Idade: 87
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Ocupação: Empresário e comunicador
  • Fortuna: US$ 1 bilhão
  • Conhecido como: Silvio Santos
  • Estado Civil: Casado
  • Site Oficial: https://www.sbt.com.br/programasilviosantos/
  • Redes Sociais:

Quem é Silvio Santos

Silvio Santos é um empresário e, provavelmente, o comunicador mais conhecido do Brasil. Entre as empresas que controla, estão a emissora de televisão SBT e a empresa de cosméticos Jequiti.

Nascido no Rio de Janeiro, em 1930, Silvio Santos é o pseudônimo de Senor Abravanel. O empresário já foi dono do banco Panamericano, comprado pelo BTG Pactual no início dessa década.

Com mais de 60 anos de carreira em frente às câmeras, Silvio Santos já foi pré-candidato a presidência da República, em 1989, na primeira eleição direta do Brasil desde o golpe militar de 1964. Embora a candidatura tenha sido impedida pelo TSE, Silvio era líder nas pesquisas.

Em 2016, Silvio Santos apareceu pela última vez na lista da Forbes, com patrimônio estimado em US$ 1 bilhão.

Trajetória de Silvio Santos

Nascido no Rio de Janeiro em 12 de dezembro de 1930, o apresentador de TV, ao contrário de outros tantos bilionários, começou a carreira como camelô, nas ruas da capital carioca.

A poderosa voz lhe rendeu um convite para ser locutor. Ficou pouco tempo no ar, pois o dinheiro que ganhava vendendo produtos nas ruas era maior.

Após sair do exército, criou uma maneira de tornar as viagens mais dinâmicas na embarcação que ia do Rio de Janeiro à Niterói: anunciava os produtos disponíveis em alto-falante.

Em 1958, comprou o Baú da Felicidade, do radialista Manoel de Nóbrega. Na empresa, o cliente pagava carnês mensais e, em dezembro, recebia uma caixa de brinquedos. Era o início do que seria o Grupo Silvio Santos.

Ele manteve o sistema de carnês do Baú, mas expandiu o negócio: criou lojas próprias onde o cliente podia trocar o valor pago por, além dos brinquedos, eletrodomésticos.

A primeira aparição como apresentador de TV veio em 1961, na TV Paulista. À frente do game “Vamos Brincar de Forca”, ele aproveitava o espaço para divulgar o Baú da Felicidade.

O sucesso fez com que expandisse ainda mais o leque de produtos ofertados ao consumidor – carros e casas entraram no catálogo do Baú. Para dar conta de tudo, comprou alguns empreendimentos, como concessionária e construtora.

Para aplicar o dinheiro adquirido com os carnês, criou o Baú Financeira – embrião do banco PanAmericano. Depois, incrementou ao braço financeiro do grupo a Liderança da Capitalização (responsável por comercializar a Tele Sena).

Na televisão, o apresentador chegou a apresentar suas atrações na rede Globo – mas saiu por não conseguir ser acionista do grupo. Foi para a TV Tupi e Record (chegou a ser dono de 50% das ações da emissora de São Paulo).

A realização da emissora própria veio em 1981, com o nascimento do SBT (Sistema Brasileiro de Televisão). O canal se consolidou como a segunda maior rede de TV brasileira. Há um ano mantém esse posto, mas não em faturamento.

Em 2006, criou a Jequiti, empresa de cosméticos. Já em 2007, foi a vez de o Grupo Silvio Santos lançar o hotel Sofitel Jequitimar Guarujá, com apartamentos de alto padrão, vendidos por valores milionários.

O grande susto financeiro veio no início dessa década: um rombo de mais de R$ 4 bilhões no banco Panamericano. O BTG Pactual adquiriu a instituição financeira, mas não as dívidas.

Embora tenha cogitado vender tudo para resolver o problema, Silvio Santos se empenhou e colocou algumas de suas 30 empresas como penhor.

A estratégia deu certo. Hoje, por exemplo, a Jequiti segue em uma crescente, com mais de 150 mil vendedoras, e prevê faturar R$ 1 bilhão até 2020.

De acordo com o site norte-americano da Forbes, o grupo de Silvio Santos tem faturamento anual de US$ 2 bilhões, tendo o SBT como carro-chefe financeiro.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Silvio Santos