Roberto Irineu Marinho

  • Nome Completo: Roberto Irineu Marinho
  • Data de Nascimento: 13/10/1947
  • Local de Nascimento: Rio de Janeiro, Brasil
  • Filhos: 4
  • Idade: 70
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Administrador
  • Ocupação: Empresário
  • Fortuna: US$ 2,5 bilhões
  • Estado Civil: Casado
  • Redes Sociais:

Quem é Roberto Irineu Marinho

Roberto Irineu Marinho é o filho mais velho de Roberto Marinho, fundador do Grupo Globo. Atualmente ele, que é casado e pai de quatro filhos, é presidente-administrativo do conglomerado criado por seu pai, em 1925.

Nascido no Rio de Janeiro, Roberto Irineu Marinho começou a trabalhar no Grupo Globo em 1965 como aprendiz de linotipista.

Entrou para a graduação apenas no ano seguinte, quando foi aprovado para a Faculdade de Administração da Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Ao lado dos irmãos, expandiu ainda mais o império de mídia criado pelo pai. Quando faleceu, em 2003, Roberto Marinho deixou uma fortuna de aproximadamente US$ 1,5 bilhão para os filhos.

Segundo levantamento da Forbes em 2018, apenas Roberto Irineu Marinho tem hoje US$ 2,5 bilhões.

Biografia de Roberto Irineu Marinho

Nascido em 1947, Roberto Irineu Marinho é, ao lado dos irmãos mais novos João Roberto e José Roberto, herdeiro do Grupo Globo.

Começou a carreira em 1965, como aprendiz de linotipista no jornal O Globo. Ficou um ano na área de impressão e tipografia.

Logo depois, migrou para a redação do impresso, onde foi repórter da editoria Geral.

O ingresso no meio universitário veio em seguida – em 1966, entrou para o curso de administração, na Fundação Getúlio Vargas. Em paralelo, continuou como repórter de O Globo, cargo que exerceu até 1967.

Largou a redação do periódico para acompanhar a reestruturação da Rio Gráfica e Editora, responsável pela produção de revistas e livros dentro do conglomerado Globo. Nesse processo, assumiu a diretoria da editora, posto que ocupou até 1971.

Voltou ao jornal O Globo no mesmo ano e ficou até 1977, quando foi estagiar na rede de televisão ABC, nos Estados Unidos, e no Advertising Bureau, conselho responsável para estabelecer as regras de publicidade nas emissoras de TV norte-americanas.

Em 1978, após ter terminado os estágios, assumiu a vice-presidência executiva da TV Globo – canal que já era o maior do Brasil.

Deixou as funções na TV Globo anos depois para participar, na Itália, do projeto de compra e implementação do canal Tele Monte Carlo pelo grupo brasileiro em parceria com a emissora local RAI. A emissora durou até 2001.

Quando retornou ao Brasil, em 1988, reassumiu o cargo na emissora da família. Ficou no posto até 1998.

Ao lado dos irmãos e do pai, Roberto Irineu Marinho deixou as funções executivos no grupo por um tempo. Juntos, formaram o Conselho de Gestão das Organizações Globo, voltado para questões estratégicas do grupo.

Em 2002, Roberto Irineu assumiu a presidência executiva das Organizações Globo. Com a morte do pai no ano seguinte, acumulou também a presidência do conselho de administração do grupo.

Em dezembro de 2017, o empresário anunciou, por meio de um comunicado, sua saída do cargo de presidente executivo das Organizações Globo.

Alegou que, aos 70 anos, era hora de se afastar dos assuntos diários do grupo, que está presente em todas as plataformas de mídia (rádio, TV, internet e impresso).

O foco de Roberto Irineu Marinho agora é apenas orientar os próximos passos – para isso, continua no comando do conselho administrativo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Roberto Irineu Marinho