Marcelo Castelli

  • Nome Completo: Marcelo Strufaldi Castelli
  • Data de Nascimento: 1964
  • Local de Nascimento: São Paulo, Brasil
  • Idade: 54
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Engenheiro mecânico
  • Ocupação: CEO da Fibria
  • Conhecido como: Marcelo Castelli
  • Redes Sociais:

Quem é Marcelo Castelli

Marcelo Castelli é CEO da Fibria, empresa brasileira que possui a liderança na produção mundial de celulose branqueada de eucalipto. O empreendimento gerido por Marcelo tem como principais acionistas o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, com 29% das ações, e a Votorantim S.A., também com 29%. O próximo passo da empresa é se fundir com a Suzano, processo que está sendo julgado pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade.

A Fibria nasceu fruto da junção da Aracruz com a Votorantim Celulose e Papel, em 2009. Porém, seu início não foi fácil. Com o estourou da crise de 2008, Aracruz sofreu um rombo equivalente à 2,1 bilhões de dólares em derivativos.

Divida líquida que representava dez vezes a geração de caixa da recém-criada Fibria. Um dos grandes responsáveis em reverter essa situação foi Marcelo Castelli.

Nesse período Marcelo ocupava o cargo de Diretor Florestal do empreendimento De 2009 a 2011 ele também atuou como Diretor de Papel, Diretor de Estratégia e Diretor de Suprimentos da Companhia.

“A empresa nasceu em uma tempestade. Nós conseguimos superar graças ao fato de termos criado uma empresa com fundamentos e competitividade”, comentou Marcelo Castelli em entrevista ao programa “Moeda Forte” da Istoé, em 2007.

Em julho de 2011 ele assumiu o cargo de CEO.

Com a experiência adquirida no período de crise, fez com que o negócio prosperasse, se tornando uma gigante do ramo.

Especialmente na implementação do Projeto Integração, responsável direto na criação do conceito de administração da Fibria.

Conceito que rendeu uma receita líquida 9,6 bilhões de reais à empresa, em 2016.

Carreira de Marcelo Castelli

Marcelo Castelli é graduado em engenharia mecânica pela Universidade de Mogi das Cruzes.

Em seu período de faculdade teve que decidir entre seguir o mundo empresarial ou virar jogador de basquete. Por ter 1,96 m de altura, o esporte em questão sempre foi presente em sua vida.

Acabou decidindo em deixar o esporte apenas como uma paixão, porém levou aprendizados do período como atleta para vida empresarial.

“Há dias que você joga bem e o time mal. Em outros dias acontece o contrário. Isso vai te educando e educando a equipe também”, comentou Castelli em entrevista ao portal Dinheiro Rural.

Com 30 anos, em 1988, ele começou a atuar no ramo da celulose.

Durante os oito anos seguintes, 1988 até 1996, passou pelas empresas: Suzano Papel e Celulose S.A., Bahia Sul e Celulose S.A. e Aracruz Celulose S.A.

Em 1997 Marcelo Castelli entrou para Votorantim.

Quando – em 2009 – a VCP, parte do grupo em que o engenheiro trabalhava, se fundiu a Aracruz, ele assumiu cargo de diretor.

Marcelo Castelli e Fibria são nomes que apareceram para o mercado em conjunto.

Ele foi um dos grandes responsáveis por fazer com que a fusão não acabasse em menos de um ano. Pela dívida da Aracruz ser de mais de 2 bilhões de reais após a quebra da bolsa de valores de 2008 o início foi cercado de crises, de modo que o valor do déficit representava dez vezes o fluxo de caixa do negócio.

Porém, através de uma política confiante e calculista o cenário foi revertido.

Marcelo define que para isso ele se apoiou nos quatro critérios em que baseia sua carreira.

O primeiro é trabalhar com que gosta e ser feliz; em segundo, entender que o ônus vem antes do bônus; como terceiro ele define que a superação de limites. Em quarto está a compreensão de que o amadurecimento profissional vem junto com o profissional.

Em 2016, o empreendimento gerido por Marcelo Castelli apresentou 9,6 bilhões de reais em receita liquida. Colocando a Fibria com o maior patrimônio líquido do setor no Brasil.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Marcelo Castelli