Ilan Goldfajn

  • Nome Completo: Ilan Goldfajn
  • Data de Nascimento: 21/03/1966
  • Local de Nascimento: Haifa, Israel
  • Idade: 52
  • Nacionalidade: Israelense, naturalizado brasileiro
  • Formação: Economia
  • Ocupação: Presidente do Banco Central
  • Conhecido como: Ilan Goldfajn
  • Estado Civil: Casado
  • Site Oficial: http://www.bcb.gov.br/pt-br#!/home
  • Redes Sociais:

Quem é Ilan Goldfajn

Ilan Goldfajn é o presidente do Banco Central do Brasil desde 2016. O economista é um dos responsáveis por reverter o atual cenário econômico negativo do Brasil, além de colocar o país bem classificado em relação ao seu grau de investimento.  Ilan, além do setor público, já ocupou cargos no setor privado e atuou no ramo acadêmico.

No final de 2017 Ilan Goldfajn foi eleito o melhor banqueiro central do mundo, prêmio concedido pela revista The Banker, braço da Financial Times.

Ilan nasceu em Haifa, cidade de Israel. Ainda jovem se mudou com os pais para o Brasil.

O executivo é formado em economia pela PUC-RJ. Também possui mestrado e doutorado na área.

A maior parte de sua carreira está ligada a grandes instituições do setor financeiro.

Sendo que Goldfajn já ocupou cargos em organizações como o Fundo Monetário Internacional – FMI.

O empresário também já prestou consultoria ao Banco Mundial e multinacionais do ramo.

Em 2009, Ilan Goldfajn e Itaú Unibanco começaram sua parceria. E empresário foi contratado como economista-chefe da holding.

Cargo que permaneceu até 2016, quando aceitou o convite do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para assumir o BC, no lugar de Alexandre Tombini.

A imagem de Goldfajn no meio é vista como a de um profissional com métodos conservadores.

Ainda assim sua gestão como presidente do BC vem sendo destacada. Especialmente após a redução dos índices de inflação, fato atrelado diretamente ao papel do BC na economia do país.

Ilan tem perfil reservado, ainda assim ganhou status de “astro” dentro do governo.

Trajetória de Ilan Goldfajn

Illan Goldfajn nasceu no dia 12 de março de 1966, em Haifa, no Isarael.

Ainda jovem se mudou para cidade do Rio de Janeiro. Lá conclui o ensino médio no Colégio Israelita Brasileiro A. Liessin.

Em 1988, Ilan concluiu sua graduação em economia pela PUC-RJ. Três anos depois, em 1991, concluiu mestrado na área, também na instituição fluminense.

No ano de 1995, Goldfajn se tornou doutor pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts – MIT, nos EUA.

Foi nesse período em que ele atuou profissionalmente na área acadêmica pela primeira vez, trabalhando como assistente na Universidade Brandeis.

Em 1996, Goldfajn entrou para o FMI, instituição que permaneceu até 1999, ano em que voltou ao Brasil.

De volta ao país latino-americano, o economista ingressou novamente na área acadêmica ao se tornar professor de economia da PUC-RJ. Ocupação de teve durante 10 anos.

Em paralelo com à área acadêmica, Ilan teve sua primeira passagem pelo BC como Diretor de Política Econômica da instituição de 2000 até metade de 2003.

No fim daquele ano ele se tornou sócio e funcionário do Gávea Investimentos, banco voltado ao mercado financeiro.

Em abril de 2009, Ilan foi contratado como economista-chefe do maior banco privado do Brasil, o Itaú Unibanco.

Quase sete anos depois, em 2016, o executivo aceitou a proposta para assumir a presidência do BC. No processo o economista se desligou totalmente do grupo Itaú, inclusive se desfazendo de suas ações na instituição.

Sua figura entre os profissionais da área causa certa ressalva, principalmente por Goldfajn se colocar como uma espécie de antagonista das ideias defendidas pela maior parte dos analistas.

Além de ser um questionador da ideia de que o “inconsciente coletivo do mercado” funcione.

De qualquer forma, sobre sua gestão o BC se tornou um dos grandes responsáveis pela leve melhora financeira do país. Em especial na queda dos índices inflação.

Muito pela busca da retomada de credibilidade do país perante o mercado e investidores, além da política de médio prazo na hora de cortar juros.

A imagem de Ilan Goldfajn é a de um profissional bem-humorado, simpático, e – em certos momentos – discreto. Ainda assim, a característica que mais aparece no dia a dia é a de ser uma pessoa de convicções fortes.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Ilan Goldfajn