Guilherme Telles

  • Nome Completo: Guilherme Telles
  • Local de Nascimento: São Paulo, Brasil
  • Idade: 34
  • Nacionalidade: Brasileiro
  • Formação: Administrador
  • Ocupação: Executivo
  • Conhecido como: Gui
  • Redes Sociais:

Quem é Guilherme Telles

Guilherme Telles é o diretor da Uber no Brasil desde 2014. Com 34 anos, fez MBA na Stanford University.

Guilherme Telles, ou Gui Telles, como é chamado pelos funcionários que trabalham na popular startup, foi considerado, em perfil publicado na Forbes Brasil, como o típico executivo do Vale do Silício (Estados Unidos).

Fala de forma eloquente, quase professoral, como cita a reportagem. Tem um discurso motivacional na ponta da língua, é entusiasta de práticas como mindfulness (tipo de meditação) e de fazer reuniões caminhando.

Biografia de Guilherme Telles

Nascido em São Paulo, Guilherme Telles estudou, durante a infância, no colégio bilíngue português-alemão Visconde de Porto Seguro, localizado no Morumbi, bairro nobre na capital paulista.

Aos 14 anos de idade, mudou-se para a Austrália para estudar em um colégio do país. Mais tarde, terminou o ensino médio nos Estados Unidos.

Embora tenha ganhado uma bolsa para continuar os estudos na Califórnia, retornou ao Brasil.

Em solo brasileiro, cursou administração na Fundação Getúlio Vargas (FGV). Na entrevista que concedeu à Forbes Brasil, publicada em julho de 2016, ele conta que não queria se especializar em nada.

“Os melhores líderes são aqueles que têm uma visão one mile wide, one inch deep”. Ainda segundo Guilherme Telles, os melhores líderes têm visão do todo – sem o envolvimento com apenas uma coisa, conseguem criar sentido em tudo.

Após a graduação, repetiu a experiência de estudar no exterior – dessa vez, o destino era a França. Ingressou na Montpellier Business School e na École des Hautes Études Commerciales.

Em Paris, teve experiência no mercado financeiro, no banco de investimento Société Générale. De volta ao Brasil, fez parte do quadro de
funcionários do banco de origem norte-americano Merrill Lynch.

A experiência, segundo conta, não foi das mais satisfatórias, pois havia pouco contato com as pessoas e a rotina de trabalho não era “pensada fora da caixa”, conta.

Após o rompimento com a instituição financeira no Brasil, passou cinco meses viajando pelo mundo.

Passado esse tempo, foi ser consultor na Boston Consulting Group. Ao observar o sucesso do Groupon, tornou-se um dos primeiros funcionários da similar brasileira Peixe Urbano.

A fim de aprender mais e fazer contatos, entrou no processo seletivo para um MBA na Stanford University.

Em 2014, durante uma palestra com a diretora de expansão da Uber para a América, surgiu o interesse pelo aplicativo. Na época, não havia previsão do serviço vir ao Brasil, já que eles não encontravam as pessoas certas para tocar o projeto por aqui.

Depois de enviar uma apresentação – e algumas entrevistas – assumiu o posto de diretor da Uber no Brasil.

Foi com Guilherme como CEO do aplicativo, que a Uber encarou as barreiras nas cidades brasileiras: do sequestro de motoristas em São Paulo, a paralisação de taxistas no Rio de Janeiro.

Além, claro, do nariz torcido de entidades do governo.

Atualmente, o Uber dirigido por Guilherme Telles continua crescendo. São mais ou menos 500 mil motoristas cadastrados na plataforma – desse total, 150 mil apenas em São Paulo.

Gostou do conteúdo? Compartilhe!
Deixe sua opinião sobre Guilherme Telles