George Arthur Akerlof George Arthur Akerlof

George Arthur Akerlof

Perfil de George Arthur Akerlof
Nome Completo George Arthur Akerlof
Nascimento 17/06/1940
Local de Nascimento New Haven, Connecticut, Estados Unidos
Filhos 1
Idade 80
Nacionalidade estaduniense
Formação Economia
Ocupação Professor da Universidade da Califórnia
Conhecido Como George Arthur Akerlof
Estado Civil Casado
Site Oficial https://www.econ.berkeley.edu/faculty/803

Biografia de George Arthur Akerlof

Quem é George Arthur Akerlof

George Arthur Akerlof é um economista, professor e estudioso estadunidense. Utilizando o método de analisar as frentes da economia além da exatidão do número, ele se tornou um dos pensadores de grande influência da área nas últimas décadas. George se notabiliza por ser um seguidor do sistema keynesiano, além de ser crítico a algumas partes da ideia de livre mercado.

A análise técnica do trabalho de George Arthur Akerlof sobre os mercados leva em consideração, especialmente, que a forma de enxergar tudo que envolve o campo econômico deveria respeitar fatores externos aos números, como: sentimentos, construções sociais e momentos históricos, entre outro fatores comportamentais.

George Arthur é formado em economia na Universidade de Yale.  Mais tarde ele também se tonou doutor no campo.

Foi no período de especialização que ele escreveu seu artigo mais famoso, “The Market for Lemons: Quality Uncertainty and the Market Mechanism“.

Akerlof também ficou conhecido por seu trabalho como professor da Universidade da Califórnia, em Berkeley.

Na década de 70, ele foi parte do conselho de gestão do sistema da reserva federal estadunidense.

Além disto, George Arthur participou de vários conselhos em sua carreira.

Entre seus pensamentos que tiveram maior influência, se destacam os estudos sobre economia de identidades e, principalmente, sua pesquisa sobre informações assimétricas.

Foi, inclusive, com este tema que Akerlof ganhou o Prêmio Nobel de Economia em 2001.

Se posicionando como um economista adepto às ideias keynesianas, George Arthur entende que o papel do estado é necessário na estruturação econômica mundial.

Trajetória de George Arthur Akerlof

George Arthur Akerlof 

George Arthur Akerlof nasceu no dia 17 de junho de 1940, na cidade de New Haven, nos Estados Unidos.

Pela profissão de seu pai,  morou em diversas cidades na sua juventude. Também foi neste período que começou a demostrar interesse pela área econômica, principalmente pelo receio que ele tinha em relação a uma possível falta de dinheiro da família.

Akerlof terminou o segundo grau estudando na Lawrenceville, na cidade de Princeton.

Na década de 60, ele ingressou na Universidade de Yale, instituição de ensino conhecida por seus métodos de aprendizado mais livres.

Fato que fez com que George Arthur escolhesse o Massachusetts Institute of Technology (MIT) com objetivo de realizar seu doutorado.

Foi nesta época, no início da década de 70, que ele publicou o The Market for Lemons – seu trabalho de maior sucesso.

O principal foco do estudo era nas questões ligadas a assimetria dos preços, ou seja, no porquê da volatilidade dos preços tão grande.

Foi com base neste estudo que Akerlof ganhou o Nobel de Economia no início do milênio. Juntamente com Joseph Stiglitz e Michael Spence.

Além de ser um renomado professor e pesquisador, George Arthur já ocupou funções relevantes em algumas instituições.

Ele foi Diretor de Gabinete nacional para investigação econômica; Membro da Direção da fundação Russell Sage em economia comportamental; além de ser associado a Iniciativa MacArthur.

Pensamentos de George Arthur Akerlof

George Arthur Akerlof 

Dois dos pensamentos de maior destaque de Akerlof são sobre as relações entre a valorização dos bens de consumo e a metodologia utilizada por empreendedores.

Em ambos, ele foca em ideias ligadas a psicologia para explicar assuntos teoricamente exatos.

Na questão de bens de consumo, George Arthur acredita que a ideia de valor é assimétrica, pois as informações existentes em determinados tipos de negociações são incertas.

Com o intuito de explicar isto, ele utiliza o exemplo do mercado de automóveis e a desvalorização que o produto tem apenas por “sair” da concessionária.

Ele credita ao fato que o motivo para transação não ser completamente certo, interfere diretamente na valorização de um bem.

Já em seu estudo sobre a metodologia empreendedora, Akerlof fala:

“Bancarrota para obter lucro irá acontecer se fraca contabilidade, legislação flexível, ou penas baixas para abuso dos proprietários derem um incentivo para receberem mais do que o próprio valor das firmas – e negligenciarem a sua obrigação para com as dívidas. Bancarrota para obter lucro ocorre mais frequentemente quando o governo compra obrigações da empresa”.

Algo que, segundo George Arthur Akerlofinterfere diretamente no mercado de trabalho. Isto porque parte dos empresários preferem preferem “roubar” a empresa, ao invés de faze-la prosperar.

 

Ler mais

Perfis Relacionados a George Arthur Akerlof

Compartilhe sua opinião